Artigos

09 jul 2007

EXUBERÂNCIA IRRACIONAL


IMPREVIDÊNCIA

O ser humano, de uma forma geral, é imprevidente. E o brasileiro, infelizmente, por cultura, é mais ainda. Observem, por exemplo, que as preocupações para resolver problemas graves e antigos para a economia e o social, diminuem bastante quando as expectativas de crescimento do Brasil são boas.

NA GAVETA

Ou seja, tudo aquilo que pode dar sustentação ao crescimento, num momento de euforia vai para o arquivo ou permanece na gaveta. O imprevidente sempre tem a convicção de que o bom não acaba. É por isto que os aposentados do INSS dizem que ganham pouco e que os agricultores não conseguem pagar suas dívidas.

BOAS NOTÍCIAS

As boas notícias que chegam do exterior dão conta de que o Brasil é a bola da vez em termos de oportunidade de crescimento. O risco-país, embora ainda alto se comparado com o Chile, já está num patamar bastante razoável, em torno de 145 pontos-base. E as reservas devem bater U$ 150 bilhões ainda em julho. E a Bovespa não para de bater recordes de altas.

ALAN GREENSPAN

Esta grande euforia, que de resto precisa ser festejada mesmo, caso não seja bem conduzida para que possa ser curtida por muitos anos, pode significar a mesma exuberância irracional, como Alan Greenspan, então presidente do FED, se referiu às constantes altas que vinham acontecendo na Bolsa de New York.

SEM CLIMA

Se durante o longo período de menor crescimento, e de menos exposição aos investidores internacionais, as reformas necessárias e imprescindíveis não avançaram, agora que os números estão mais promissores já se percebe que não há mais clima para tanto.

O TEMPO VAI PASSAR

É uma pena, pois o tempo vai passar. E vai mostrar o quanto a falta de mudanças acabou sendo prejudicial para o nosso futuro. E, como sempre, no final do ciclo virtuoso, se é que dá para dizer assim, alguém de fora será culpado pelos nossos fracassos.

AS SETE MARAVILHAS

Quem não deve ter gostado nem um pouco do critério usado para escolha das Novas Sete Maravilhas foi o próprio Cristo. Como o imaginamos um justo, a forma usada para eleger obras não foi nada decente. O Cristo Redentor do Rio de Janeiro até poderia ter ganho normalmente, mas não da forma como foi.

AGENDA ESTRATÉGICA

A Classe Lojista do RS inicia neste mês uma nova etapa da Agenda Estratégica do setor. Para dar continuidade à iniciativa promovida pela Federação das CDL´s, que tem como objetivo projetar os próximos dez anos para o varejo gaúcho, serão realizadas entrevistas com lideranças da Classe Lojista e consulta popular através do site: www.fcdl-rs.com.br e nas CDL´s do Estado.

BID

Chega hoje, 9, a Porto Alegre a missão do Banco Interamericano deDesenvolvimento (BID) que vem tratar de retomada das negociações para ofinanciamento do Programa Integrado Socioambiental (Pisa), um investimentode 160 milhões de dólares em obras destinadas a aumentar de 27% para 77% otratamento de esgotos na capital.

40 ANOS

A DHB Componentes Automotivos estará comemorando 40 anos nesta quarta feira, 11 de julho. Para marcar a data, o presidente da empresa, Luiz Carlos Mandelli, receberá a imprensa e convidados para almoço. Na Fiergs, às 12h. Parabéns antecipados.

INAUGURAÇÃO

A mais nova Hering Store do Estado será inaugurada no próximo dia 12 de julho, na Rua 24 de Outubro, em Porto Alegre.

Leia mais

06 jul 2007

VENDA DE AÇÕES DO BANRISUL


MANIFESTAÇÕES IDIOTAS

As manifestações bobas e infundadas que vêm sendo feitas por alguns grupos de gaúchos contrários à venda de ações do Banrisul estão exigindo comentários. Em condições normais os ditos não mereceriam esta perda de tempo. Porém, pelo tom das besteiras elas precisam ser contestadas antes que as inverdades se multipliquem.

ATROFIADOS

No início até considerei que os manifestantes careciam de conhecimento sobre o assunto. Quando infectados, pelo vírus ideológico de difícil cura, é sempre muito normal ouvir besteiras dos doentes atingidos, cujo sintoma imediato é a brutal atrofiação e perda do raciocínio.

INSENSATEZ

Entretanto, depois de passado algum tempo percebi que só existe má fé nas interpretações. As declarações dos manifestantes, a cada dia que passa mais ficam cheias de insensatez e muito carregadas de mau-caratismo.

NAS MÃOS DO ESTADO

A venda de ações do Banrisul, em curso pelo Governo do RS, não passa nem perto de uma privatização. As ações que tem direito a voto (ORDINÁRIAS) não estão sendo colocadas à venda. Continuam, todas, nas mãos do Estado e não cabe, portanto, neste momento, ser contra ou favor da privatização. O fato é que ações ordinárias (com direito a voto) não estão sendo colocadas à venda.

50% MAIS UMA AÇÃO

Isto, gente, até poderia acontecer desde que respeitado o percentual de 50% mais uma ação do capital votante, em mãos do Estado gaúcho. Coisa suficiente para manter o Banrisul como uma instituição estatal, uma vez que manteria o controle acionário.

FORMANDO OPINIÃO

Portanto, partindo deste simples raciocínio, os manifestantes saíram completamente da hipótese de ignorantes. Entraram definitivamente no campo da estupidez e da safadeza. Querem incutir na cabeça da sociedade pouco esclarecida, de que o Banrisul está sendo privatizado.

SAFADEZ IDEOLÓGICA

Este grupo, embora insensato é muito esperto. Eles querem mandar no Banrisul. Querem ficar de donos posseiros. Não querem comprar ações, mas querem mandar como se donos fossem. Por isto não educam em sentido algum: nem quanto privatização nem quanto a venda necessária das ações preferenciais que poderão trazer um alivio financeiro ao caixa do Tesouro. De novo: isto não é burrice. É safadeza ideológica.

TERMO DE COOPERAÇÃO

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) e a empresa Aracruz Celulose assinaram a renovação do Termo de Cooperação, que vai continuar qualificando a Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger. Pelo termo, a empresa repassa ao município R$ 24 mil para aplicação em serviços e benfeitorias. No primeiro ano de vigência do Termo, o local recebeu 18 placas indicativas, distribuídas em locais estratégicos. A renovação vigora até janeiro de 2008.

MUNDO VERDE

Se depender dos visitantes do 26º Cubra o Mundo de Verde, o RS contará com novas mil árvores nativas. A iniciativa é da Aracruz Celulose, que montou no Iguatemi um espaço onde os visitantes se cadastram na Floresta Virtual. A cada participação, a empresa compromete-se a plantar uma árvore nativa em um de seus hortos no estado. Em 25 anos de Cubra o Mundo de Verde a Aracruz Celulose distribuiu mais de 2,7 milhões de mudas.

PRORROGADO

O Conselho Nacional de Trânsito, por meio da Resolução 242 publicada nessa quarta-feira (4), prorrogou para 1º de janeiro de 2008 o prazo de entrada em vigor da Resolução 231 para dar mais tempo aos fabricantes das placas se adequarem.

IMPUNIDADE

Segundo a OAB/RS, em 18 anos, STF não condena ninguém por corrupção. E no STJ apenas 1% das autoridades processadas receberam algum tipo de pena. OAB gaúcha inicia no dia 13 um movimento nacional dos advogados contra a impunidade.

POSSE

O Sindicato das Indústrias Químicas no Estado do RS comunica que a Posse da nova Diretoria para o período 2007/2010, presidida pelo industrial Júlio Luiz Pereira Morandi, será no próximo dia 09 de julho de 2007 na sede da FIERGS.

Leia mais

05 jul 2007

O DURÃO BARROSO E O MOLENGÃO LULA


AMENIZANDO O TOM

Conforme escrevi ontem, o presidente Lula já demonstrou todo o afeto por Chávez quanto a pressão que este está fazendo quanto ao ingresso da Venezuela no Bloco Mercomunista. Depois de fazer a afirmação, diante do presidente da União Européia, em Lisboa, que: -

Se não quiser não fica

-, já tratou de amenizar o tom.

ARREMATE

Lula arrematou dizendo que vai conversar com o amigo Chávez. Ora, a conversa não poderá ser outra que não o convencimento da importância da Venezuela no Bloco Neo-Comunista Latino. Ou seja, vai fazer um carinho e dizer que a participação de Chávez é indispensável.

INDISPENSÁVEL

Como Lula não condena, em hipótese alguma, a atitude ditatorial do íntimo amigo, pela não renovação da concessão da RCTV, coube ao presidente da União Européia, Durão Barroso, tomar a iniciativa durante o encontro, ontem. Durão fez questão de dizer, alto e bom som, que a democracia é condição indispensável para qualquer país entrar no Bloco Europeu.

REAL INTERESSE

Foi, de novo, lamentável mais este puxão de orelhas na nossa diplomacia, que só comete erros e mais erros. Lula, com estas manifestações claras, e conscientes, de apoio aos novos ditadores latinos, traduz o real interesse do Mercosul: ser um bloco de países que pregam o totalitarismo e o populismo.

DURÃO

Enquanto o presidente da União Européia é um Durão, o presidente Lula é um Molengão. Durão, a exemplo de Lula, também entende que cada país deve ser o que seus eleitores querem. Mas todos precisam saber que, países que queiram ingressar na União Européia, só terão vez se seus líderes praticarem a democracia. Durão disse, em outras palavras, que a Venezuela jamais teria vez no Bloco Europeu.

ESTADO ESTARRECEDOR

Dias atrás escrevi sobre o RS dizendo que é um ? Estado Estarrecedor ? e muitos leitores perguntaram se há ainda algo de bom no RS. Confesso que tratei de procurá-las rapidamente para não ficar só com notícias ruins. Porém, ao abrir os jornais nos últimos dias, pelas manchetes apresentadas, o resultado é pior ainda. Vejam algumas que copiei:

MANCHETES

1- Porto Alegre tem a cesta básica mais cara de todas as capitais do país; 2- Escândalo da Assembléia Legislativa do Estado, com desvio de selos cria rombo de mais de R$ 3 milhões; 3- Escândalo das Usinas, na CGTEE, com avais ilegais; 4- Deputados tratam de aumentar seus próprios salários e para tanto exigem complementação de verbas ao Executivo; 5- Crescem os roubos e homicídios no Estado; 6- Porto Alegre é capital com maior número de roubos de veículos. CHEGA?

TRÊS LEIS

Três leis para a economia do RS serão sancionadas às 14h de hoje, 5, pela governadora Yeda Crusius. 1- garante a transferência direta de 25% da arrecadação do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinucltura (Fundovits) para o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).2- cria o Programa de Crescimento Incentivado (Cresce/RS), que estabelece a possibilidade de redução de alíquotas para setores da economia gaúcha condicionada à ampliação da arrecadação. Hoje, no Rio Grande do Sul, a tributação básica de ICMS é de 17%, com possibilidade de ser reduzida para 12%. Mas a legislação estadual não permitia índices intermediários, tendo pouca flexibilidade. Com o Cresce RS, a alíquota de um determinado setor poderá cair para 15%, por exemplo, se essa redução for comprovadamente compensada pela melhoria da arrecadação e não prejudique a cadeia produtiva.3- da novação de dívidas. Ela possibilitará ao governo um mecanismo adicional para diminuir um passivo herdado no início da atual gestão, de mais de R$ 1,6 bilhão. Os credores poderão ser convocados para apresentar seus créditos e suas respectivas propostas de desconto, preservando a continuidade dos serviços para o funcionamento da estrutura administrativa. O projeto deve facilitar as negociações com os cerca de 1,1 mil fornecedores do Estado, além de saldar atrasos em convênios com entidades da iniciativa privada

VOCÊ SABIA

... que, em 2006, 139 famílias de 15 comunidades do norte do Espírito Santo e do sul da Bahia participaram do Projeto Apicultura Solidária da Aracruz? Durante o ano, 3,6 toneladas de mel foram produzidas e uma parte doada para instituições carentes.

CRÉDITOS RETIDOS

A Universal Leaf Tabacos acumula mais de R$ 100 milhões de créditos de ICMS retidos pelo governo gaúcho. A possibilidade que deixasse de ser competitiva ou tivesse um revés em sua saúde financeira, fez com que fosse desativada uma planta em Venâncio Aires e inaugurada uma nova fábrica em Santa Catarina (Joinville), onde não existe retenção.

PIRATARIA

No dia 12 de julho, a partir das 12h, no Hotel Deville, a Câmara Britânica de Comércio e Indústria realiza a reunião-almoço ?Pirataria ? respeito à propriedade intelectual de software... tudo por uma boa causa!?, que traz Emílio Munaro, Diretor de Propriedade Intelectual da Microsoft.

Leia mais

04 jul 2007

O PRAZO


ORIGINAL

Foi muito original a declaração de Hugo Chávez, ontem proferida, dando prazo de 90 dias para que o nosso governo decida sobre a adesão da Venezuela no Mercosul. Como Chávez nada tem de ingênuo é óbvio que ele sabe bem o que quer.

MERCOMUNISTA

De antemão, como já disse anteriormente, nada me convence de que o presidente Lula desdenhará da participação da Venezuela no Mercomunista do Sul. Afinal, tanto Lula como Chávez são sócios, com forte influência, do nada comentado na imprensa, Foro de São Paulo. Afinal, os princípios e os objetivos aprovados pelos membros do clube não serão desrespeitados assim, sem mais nem menos.

DEPOIS DO PRAZO

O mais provável é que no prazo de 90 dias nada aconteça. Principalmente para demonstrar ao povo que o governo não é comandado por Chávez, coisa que soaria muito mal. Como seria uma desmoralização aceitar o tal prazo, depois de passados os 90 dias tudo se resolverá. A Venezuela, portanto, entrará fora do prazo e com grande festa. Esta é a minha convicção.

DISFARCE

Enquanto a grande maioria da nossa sociedade está admirada com o sucesso que vem sendo conquistado pelo Brasil no mundo todo, do desempenho da nossa economia e outras coisas mais, o grupo governante não está parado. Usa as boas notícias para disfarçar suas pretensões ideológicas.

LÊNIN

Algumas dessas pretensões são idênticas àqueles que constam nos escritos por Lênin, em 1913: Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual; Infiltre e depois trate de controlar os meios de comunicação; Divida a população em grupos antagônicos incitando-os a discussões sobre assuntos sociais.

MAIS OUTRAS

Destrua a confiança do povo em seus líderes que não estão alinhados com os mesmos princípios; Fale sempre em democracia e estado de direito. Mas, quando oportuno tome o poder. Na realidade Lênin escreveu o decálogo muito conhecido. Usei alguns ítens embora todos estejam bem atuais e de acordo com os procedimentos.

VIVA COMO NUNCA

Para completar e comparar o que Lênin escreveu e o que está sendo feito por aqui, mais esta, que está viva como nunca: procure catalogar todos aqueles que têm armas de fogo, para que sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência.

IPO

No primeiro semestre do ano 29 empresas abriram capital na Bolsa de Valores. O número supera o registrado em todo o ano passado, quando 27 empresas fizeram IPO (Ofertas Públicas Iniciais). Isso significa que a cada semana ao menos uma empresa abriu capital neste primeiro semestre de 2007.

JÚNIOR ACHIEVEMENT

A Júnior Achievement RS (AJARS) promove, dia 06 de julho, no Hotel Sheraton, o Café da Manhã do Empreendedor, a partir das 8h. Em sua segunda edição, a iniciativa traz como convidado o diretor da Altus Sistema de Informática e ex-presidente da AJARS, Ricardo Felizzola, que conversa com empresários sobre a importância do empreendedorismo para os jovens, ainda em idade escolar.

FUSÕES E AQUISIÇÕES

Conforme relatório divulgado pela PricewaterhouseCoopers (PwC), no primeiro semestre de 2007 foram realizadas 334 transações, representando um aumento de 32% no número de negócios em relação ao mesmo período de 2006. As compras de participação minoritária também cresceram: foi registrado um aumento de 49% em relação ao ano passado. Este movimento revela uma maior confiança dos investidores, em contraste com a década anterior, em que a entrada no mercado era cautelosa. Além disso, a formação de joint ventures era um outro instrumento utilizado, e que também registrou um crescimento de 59 parcerias em 2006 para 68 em 2007.

REDES DE ÁGUA

O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), de Porto Alegre, executa trabalhos de ligação de redes de água na rua Dr. Guimarães Rosa, 19, bairro Boa Vista nesta quinta-feira, 5, a partir das 14h. Para realizar o trabalho será necessário suspender o abastecimento de água dos bairros Boa Vista, Higienópolis, São João (parte), Iapi (parte alta) e Auxiliadora (parte). A normalização do abastecimento vai ocorrer durante a noite do mesmo dia. www.dmae.rs.gov.br

Leia mais

03 jul 2007

TRÂMITE SAFADO


ACIMA DAS LEIS

A nossa realidade é a seguinte: da mesma forma com que os países árabes não se mostram interessados nem preparados para viver em democracias, nós aqui no Brasil, cheios de ilusões, não conseguimos fazer valer a democracia instalada. Algumas classes, a exemplo da nobreza, com o nosso claro consentimento resolveram que precisam ficar acima das leis que valem para a maioria.

O DILEMA

Estas classes, onde os políticos se encontram, embora não sejam os únicos, têm salvo-condutos para tudo. São imunes a qualquer castigo. Sendo assim, eis o nosso dilema: 1- devemos entender que isto é bom e nada mais resta a fazer?; devemos corrigir o defeito?; ou, devemos aceitar tudo como está e morrer de desgosto? As nossas atitudes devem esclarecer tudo. Aguardemos, pois.

AJUDANDO NA ESCOLHA

Para ajudar no raciocínio, nada melhor do que usar o exemplo a seguir, para entender que tipo de atitude devemos tomar dentro do dilema: no escândalo que envolve o Senado brasileiro, por incrível que possa parecer, o senador Calheiros não é o meliante. O safado e corrupto é o trâmite do processo. Safado este trâmite, não é mesmo?

O PRÓPRIO DECIDE

Confirmando, portanto, todas as expectativas, o que ainda deixa muita gente de boca aberta, será o próprio senador Renan Calheiros aquele que deverá decidir o seu destino. Esta, portanto, é a lógica do nosso Parlamento. Enquanto a gente grita aqui fora eles se deliciam com as safadezas, se julgam e se inocentam. Viva a passividade.

MERCADO IDEOLÓGICO COMUM

O Mercosul, sem qualquer medo de errar na definição, já foi identificado como um ridículo Mercado Comum, onde até entrar e sair de qualquer país membro é necessário preencher documentos idiotas. No restante mais mostrou que o objetivo sempre foi mais político-ideológico do que comercial. Basta verificar quem são os sócios e aliados.

MERCADO BOLIVARIANO

Outro Mercado Comum que vai ganhando força, já definido como aliança comunista latino-americana, é o Grande Estado Bolivariano, liderado pela Venezuela de Hugo Chávez, e inspirado pelo cubano Fidel Castro. Fazem parte deste miserável grupo a Bolívia, Nicarágua e Equador além de seus iniciadores já denominados.Como o objetivo das forças preponderantes do todo é unir os dois blocos comunistas latinos, não estou convencido de que o governo brasileiro deixará a Venezuela sair do Mercosul. Pago para ver.

AINDA AS COTAS

Ainda dentro do assunto das cotas raciais e sociais, às quais me referi ontem, diante de tantos comentários recebidos quero deixar bem claro: ser contra ou a favor das cotas significa tão somente ser contra ou a favor da discriminação racial, que com as cotas passa a ser oficializada. Esta a realidade conquistada com a aprovação.

CONTRA

A Federasul vai votar contra a proposta de aumento nas taxas de serviços da Junta Comercial do RS. A proposta de aumento foi apresentada aos vogais da Junta (18, sendo quatro representantes da Federasul) na semana passada. O projeto de aumento é vinculado à modernização da Junta que não tem autonomia para administrar seu próprio caixa que compulsoriamente remete por ano R$ 6 milhões ao caixa único.

SEMINÁRIO

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) e o Governo do Estado promovem dia 05, a partir das 9h, o seminário Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), na sede da entidade. Os diplomatas vão falar sobre oportunidades de negócios dos seus países, além de conhecer a indústria gaúcha. Participam do evento, além do coordenador do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIERGS, Cezar Muller; e do secretário de Desenvolvimento e Assuntos Internacionais, Nelson Proença; a embaixadora da Tailândia no Brasil, Siree Bunnag; o embaixador de Myanmar, Htein Win; a embaixadora das Filipinas, Teresita Barsana; o embaixador da Malásia, Dato Ismail Mustapha; o embaixador do Vietnã, Nguyen Thac Dinh; e o embaixador da Indonésia, Bali Moniaga.

BRDE

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) poderá financiar até 32,5% a mais no segundo semestre de 2007. Com a ampliação concedida pelo BNDES, o valor total disponível para o ano chega a R$ 1,1 bilhão.

INCUBADORA

A FIERGS, através do seu Conselho de Articulação Parlamentar, lança amanhã 4,, às 10h, a Incubadora de Propostas Legislativas. O objetivo é que as idéias, por meio dos parlamentares, sejam transformadas em projetos de lei. Será também um espaço destinado ao estudo, discussões e proposições de emendas a projetos já apresentados. O evento, que será realizado na sede da FIERGS (Plenário Mercosul), contará com a presença de senadores, deputados federais e estaduais e empresários.

Leia mais

02 jul 2007

PASSANDO A RÉGUA


PRIMEIRO SEMESTRE

Continuo afirmando que estamos fazendo acertos importantes no atacado, mas, infelizmente não queremos acertar coisa alguma no varejo. Isto vale para o Brasil e vale, especialmente, para o Rio Grande do Sul. Com o fechamento do primeiro semestre do ano de 2007, nada mais correto do que fazer balanços e comparações sobre os avanços e retrocessos obtidos no período.

NO BRASIL

No Brasil, os fundamentos econômicos se apresentam promissores como estava previsto, graças ao desempenho da macroeconomia e aos abundantes capitais internacionais. Porém, mais uma vez deixamos de fazer as reformas que poderiam estender por muitos anos os ganhos obtidos. Tais reformas seriam os acertos do varejo, que não acontecem.

NO RS

No RS, o programa - Pacto pelo Rio Grande - foi para o brejo definitivamente. E as economias que a governadora Yeda conseguiu nos primeiros seis meses se anularam pelas vantagens obtidas pelos servidores com decisões judiciais e pela absurda decisão dos deputados e juízes em aumentar seus salários.

NOTORIEDADE

Como se não bastasse, a notoriedade que o RS fez questão de mostrar ao Brasil e ao mundo, no apagar das luzes do primeiro semestre, foi a aprovação das reservas de vagas nas universidades para negros e pobres. E a capital, Porto Alegre, além de manter intactas as carroças nas ruas, ainda fez questão de ser apontada como a campeã mundial de roubos de veículos. Estes são os troféus que os gaúchos conquistaram no período.

AS COTAS

Pobres e ricos não nascem diferentes no conhecimento. Se recebessem educação de qualidade, ainda que discriminados no mercado de trabalho, por raça ou cor, poderiam ganhar formação boa e suficiente para competir como profissionais liberais. Com a decisão esdrúxula, caso venham a ser diplomados (o que poderá acontecer também por compadecimento) sofrerão por terem sido considerados aptos pelas cotas, e não pela formação e conhecimento adquirido.

ATITUDES

Para avaliar o grau de educação e discernimento de um povo, muito antes de eleger uma banca examinadora basta observar as atitudes que são tomadas no dia a dia pelas pessoas. No caso das cotas sociais e raciais recentemente aprovadas no RS, sem qualquer exigência para uma boa e idêntica educação fundamental para todos nas escolas públicas, os menos preparados acreditam que basta haver a garantia de acesso ao ensino superior.

DISCRIMINAÇÃO OFICIALIZADA

Os maus políticos, sempre espertos e oportunistas, associados àquela parcela da sociedade menos esclarecida, pressionados também pelo compadecimento, entenderam que as quotas raciais e sociais são necessárias. Ou seja, se já havia alguma discriminação racial no RS, agora ela está totalmente oficializada.

QUALIDADE DE VIDA

Como se percebe, o RS é um Estado nada politizado. Cria constrangimentos futuros terríveis da mesma forma como já conquistou a grave insolvência ao longo dos anos. E sua Capital, Porto Alegre, no afã de ganhar notoriedade constante, vive de enganar os bobos se dizendo de grande qualidade de vida.

FESTIVAL DE CINEMA

Amanhã, 03, no Sheraton Hotel Porto Alegre, acontece a coletiva do 35º Festival de Cinema de Gramado, onde serão anunciados os filmes da mostra competitiva. Às 10h.

ERA DO CONHECIMENTO

Segue hoje até 04, o 8º Congresso Internacional da Qualidade e Competitividade, no Teatro do Sesi/Fiergs Porto Alegre. Acesse:www.portalqualidade.com/pgqp

REVISTA FLORENSE

Uma feliz coincidência. Assim pode ser classificado o fato de Tomie Ohtake figurar na capa da revista Florense no momento em que o filho da artista plástica, Ruy Ohtake, é responsável pelo espaço da marca na edição 2007 da Casa Cor São Paulo.De comum entre mãe e filho estão a imensa criatividade e a utilização plena da cor em todos os projetos que assinam. A reportagem a respeito de Tomie, escrita pelo jornalista Luís Antônio Giron, mostra uma mulher na ativa aos 93 anos e ocupada na preparação de dois monumentos para festejar os cem anos de imigração japonesa no Brasil, a serem comemorados no ano que vem.

NOVO SERVIÇO

-O Sheraton dá a largada este mês no Trade Center, novo serviço voltado para atender a demanda de empresários e profissionais de diversas áreas, que buscam um espaço diferenciado para reuniões de negócio. O hotel oferece dois Business Centers, com capacidade para até 10 pessoas cada, equipados com projetor multimídia, telão e diversos outros equipamentos sob consulta.

Leia mais