Artigos

28 mai 2020

FAKE MAN


LIBERDADE! LIBERDADE?

Se a LIBERDADE DE IR E VIR deixou de ser respeitada neste nosso imenso Brasil, notadamente depois que vários governadores e prefeitos, de forma IMPOSITIVA, obrigaram milhões de cidadãos a permanecer em casa, ISOLADOS, não há como ficar surpreso com a atitude mais do que DITATORIAL do ministro Alexandre de Moraes, que resolveu impedir a LIVRE MANIFESTAÇÃO de quem ainda imaginava como possível emitir críticas à poderosíssima, celestial e ACIMA DE TODOS - SUPREMA CORTE -.  

 

 

 


SUPORTE VITAL DE QUALQUER DEMOCRACIA

Aqui no Brasil, como se vê, dia sim e outro também o tema LIBERDADE DE EXPRESSÃO vem à tona como algo que está sempre ameaçado de extinção. E em todas as oportunidades as mais diversas autoridades se manifestam, sempre de forma incondicional, a favor da  LIVRE MANIFESTAÇÃO. Frisam, sempre, que a liberdade de expressão, sobretudo referente a política e questões públicas é o SUPORTE VITAL de qualquer DEMOCRACIA. Mais: governos democráticos não CONTROLAM o conteúdo da maior parte dos discursos escritos ou verbais.


 


FAKE NEWS

Usando como pretexto o combate às FAKE NEWS, o ministro Alexandre de Moraes, com apoio incondicional dos demais ministros da Corte, como afirmou ontem, em tom elevado, como se estivesse na condição de porta-voz da instituição, o ministro Luiz Fux endossou a atitude DITATORIAL de determinar busca e apreensão nas residências de pessoas que apenas vinham exercendo o até então sagrado DIREITO DE MANIFESTAÇÃO. Pode?

 


FAKE MAN

Ao pé da letra FAKE NEWS significa NOTÍCIAS FALSAS, ou informações noticiosas que não representam a realidade. Considerando que a toda hora muita coisa falsa é dita e compartilhada, tanto na mídia aberta tradicional quanto na internet, como se verídicas fossem, a atitude do ministro Alexandre de Moraes, se comparada com muito daquilo que afirmou recentemente, em firme defesa da LIBERDADE DE EXPRESSÃO, dá a entender, claramente, que ele é um legítimo FAKE MAN, ou HOMEM FALSO. 

 


BRETE

Nestes últimos 60 ou 70 dias, o que se viu neste nosso imenso e empobrecido Brasil foi o quanto o povo brasileiro, pelo efeito MEDO, que nada mais é do que um irmão siamês da ignorância, foi pura obediência às atitudes impostas de forma criminosa pelas AUTORIDADES DITATORIAIS. Atitudes estas que já se traduziram, claramente, em forte quebradeira empresarial e desaparecimento de milhões de empregos. Pois, mesmo assim, a reação ficou restrita à velha e cansada GRITARIA. 

 


A ORDEM É ROMPER

Ora, se já está mais do que evidente que GRITAR aos quatro ventos no caminho que leva, inevitavelmente, ao MATADOURO não produz resultado pretendido, o que resta é trocar o disco e partir para o devido ROMPIMENTO.

Ficar do jeito que está, repetindo, esperando que uma nova eleição vá corrigir estes estúpidos desmandos e golpes à DEMOCRACIA é, no mínimo, um sentimento de MASOQUISMO.  

 


ESPAÇO PENSAR +

No espaço PENSAR + de hoje, texto de Roberto Rachewsky.



Leia mais


27 mai 2020

O CIGARRO E A MÍDIA


PARAR DE FUMAR

Há muitos anos, após decorridas as duas ou três primeiras semanas desde o momento em que decidi largar o cigarro, percebi que o hábito de fumar não havia se transformado num vício, mas apenas num capricho. Esta constatação se deu porque, felizmente não fui vítima da dependência do cigarro, coisa que assusta muito aqueles que, repentinamente, resolvem parar de fumar.  

 


PARAR DE ASSISTIR A TV GLOBO

Pois, hoje, 27/5, depois de passados exatos 60 dias desde que, da mesma forma -repentina-, tomei a decisão de não mais assistir a TV Globo, percebi, já na primeira semana, que este hábito também não chegou a se constituir num vício, do tipo que gera dependência. Ou seja, acessar o canal da Globo na minha televisão não passava de mais um capricho.

 


A SAÚDE AGRADECE

O que posso afirmar, depois de passar pelas duas experiências, é que tanto a tarefa de ABANDONAR O CIGARRO quanto DEIXAR DE ASSISTIR A TV GLOBO foram altamente benéficas para a minha saúde física e, principalmente, mental. No caso da GLOBO, a considerar os efeitos, os ganhos foram ainda muito maiores e efetivos para o sistema nervoso e, por tabela, para oxigenar o RACIOCÍNIO LÓGICO, para melhorar o batimento cardíaco, para as unhas, dentes, diminuição de calos, etc...

 


ENCORAJAR AS VÍTIMAS

Conto esta pequena história para encorajar as vítimas destes VÍCIOS ou CAPRICHOS, que dizem ser dotadas de pouca força para abandonar certos hábitos, para que tomem, principalmente, a decisão de deixar de assistir os programas da TV GLOBO. Podem estar certos de que horas depois de tomarem tal decisão, a sensação de alívio será imediata. A cabeça ficará bem mais arejada, a irritação diminuirá bastante e a lógica do raciocínio voltará a brilhar no ambiente cerebral. Tudo sem qualquer efeito colateral. Experimente!

 


NARRAR CONCLUSÕES E NÃO OS FATOS

Se os -VICIADOS-, do tipo que ainda imaginam que o papel desempenhado pela mídia, é o de INFORMAR, a estas alturas dos acontecimentos já devem ter percebido que a IMPRENSA CONTEMPORÂNEA, ao invés de NARRAR OS FATOS para que o público interessado forme opinião e/ou tire suas próprias conclusões, o que estão fazendo, de forma criminosa, é NARRAR AS CONCLUSÕES em detrimento dos FATOS.  E, neste particular, quem mais se destaca nesta ação midiática -criminosa- é a emissora GLOBO, que detém a maior audiência nacional.

 


NOTÍCIAS MAQUIAVÉLICAS

Mais: o importante crescimento das REDES SOCIAIS tem se mostrado como remédio para acabar com a DEPENDÊNCIA de NOTÍCIAS OU CONCLUSÕES MAQUIAVÉLICAS mostradas e/ou contadas a todo momento pelas emissoras de televisão e de rádio, que comungam da mesma forma criminosa de NARRAR CONCLUSÕES que nada têm de VERDADES.

 



Leia mais


26 mai 2020

POR QUE SE FAZ NECESSÁRIA UMA NOVA CONSTITUIÇÃO?


EXEMPLO QUE VEM DO CHILE

Ontem, no espaço -PRIME NEWS-, publiquei uma importante nota, informando que o presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou, em cadeia nacional, a PROMULGAÇÃO da REFORMA CONSTITUCIONAL que PERMITE REDUZIR SALÁRIOS E SUBSÍDIOS DAS AUTORIDADES GOVERNAMENTAIS, como PRESIDENTE, MINISTROS, PREFEITOS, GOVENADORES e OUTROS FUNCIONÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.

 


REFORMA JUSTA E NECESSÁRIA

Piñera ressaltou que essa é uma REFORMA JUSTA E NECESSÁRIA, por conta das dificuldades financeiras que o país enfrenta em decorrência da pandemia da Covid-19 e que caberá ao Conselho Sênior de Direção Pública, no espaço de 30 dias, fixar temporariamente os novos salários, cujo valor será definido posteriormente por uma comissão própria de cinco especialistas.

 


NOVA E URGENTE CONSTITUIÇÃO

Fiz questão de destacar a notícia chilena para escancarar o quanto urge no nosso empobrecido Brasil uma NOVA E URGENTE CONSTITUIÇÃO, com o propósito -específico- de mudar o tratamento dispensado quanto às despesas de pessoal do SETOR PÚBLICO.

 


LEIS ORDINÁRIAS

 Precisamos, desesperadamente, deixar por conta de LEIS ORDINÁRIAS muito daquilo que a atual CONSTITUIÇÃO engessa, de maneira cruel, injusta e indecente, como é o caso, por exemplo, das nojentas e inconcebíveis remunerações dos SERVIDORES PÚBLICOS. Principalmente, depois da escancarada negação da totalidade dos mesmos quanto a necessária e imprescindível redução de salários e benefícios. Vejam que nem a DEPRESSÃO ECONÔMICA produzida pela PANDEMIA tirou da cabeça da turma da PRIMEIRA CLASSE, a vontade obsessiva de obter reajustes salariais.

 

 


POLÍTICA ECONÔMICA LIBERAL E CONSTITUIÇÃO DE 1980

Vale lembrar sempre e a toda hora que não é à toa que o Chile se destaca, internacionalmente, como um dos países mais atrativos para fazer negócios. Isto se deve, basicamente, à POLÍTICA ECONÔMICA LIBERAL, construída pela equipe de economistas conhecidos como -Chicago Boys-; e pelo que está posto na  CONSTITUIÇÃO de 1980, que se traduziu em peça imprescindível para garantir que as medidas econômicas não viessem a ser mutiladas. 

 


INJUSTO E INDECENTE

Volto a dizer, com todas as letras: enquanto não forem removidas as CLÁUSULAS PÉTREAS que conferem DIREITOS a poucos brasileiros (algo como 3% da população) e DEVERES a muitos ( os restantes 97%), o Brasil seguirá sendo um país INJUSTO E INDECENTE. E isto só é possível com uma NOVA CONSTITUIÇÃO, pois, como já referi mil vezes, CLÁUSULAS PÉTREAS não podem sem removidas por meio de REFORMAS CONSTITUCIONAIS.

 


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje texto do PERCIVAL PUGGINA.  



Leia mais


25 mai 2020

PADRÃO DE JOGO


ANALOGIA

Como os leitores aprovaram a ANALOGIA que utilizei no Editorial anterior, comparando a REUNIÃO MINISTERIAL -FECHADA- com as normais e corriqueiras -CONVERSAS DE VESTIÁRIO- volto a adotar a mesma LINGUAGEM ESPORTIVA para COMENTAR os esforços que o técnico -Bolsonaro- vem propondo para tirar o BRASIL da lamentável 3ª DIVISÃO e, com grande esforço, tentar uma vaga na importante 1ª DIVISÃO, destinada aos times de PRIMEIRA LINHA.

 


ESCOLHA DO TÉCNICO

À rigor, quem escolheu o técnico – Bolsonaro – foram os votos de mais de 57 milhões de associados do TIME BRASIL. DOIS MOTIVOS PRINCIPAIS levaram este enorme contingente a votar em Bolsonaro:

  1. Dar fim à escancarada roubalheira que corria solta por todos os cantos, com comprovada participação de integrantes dos Conselhos (Executivo, Legislativo e Judiciário), muitos apoiados pela mídia, vários patrocinadores e/ou construtores de estádios; e,
  2. os maus resultados, onde as frequentes derrotas contavam, de forma sistemática nos últimos 15 anos, com a marcação de inúmeros e inexplicáveis gols contra.

 


PLANO DE AÇÃO

Entretanto, obedecendo o que manda o Estatuto, o técnico Bolsonaro, para fazer valer o seu plano de ação, vem apresentando ao Conselho Legislativo, na expectativa de aprovação, as medidas necessárias para boas atuações e, consequentemente, a obtenção das pretendidas vitórias.

 

 


PADRÃO DE JOGO

Contando um ótimo MEIO DE CAMPO, cuja característica é a capacidade de ATUAR COM LIBERDADE, com jogadas desenvolvidas com muita naturalidade pelo lado DIREITO do campo, a seleção montada por Bolsonaro passou a encher de confiança seus torcedores.

 


ADMIRAÇÃO POR FRACASSO

Entretanto, para desespero dos torcedores/eleitores que apreciam boas jogadas, do tipo que produzem os resultados esperados, esta vontade tem se mostrado claramente contrária por parte da maioria dos Conselheiros, tanto -Legislativos- quanto -Judiciários-, que, pasmem, tem forte admiração por FRACASSOS.

 


VOLTA DO TIME FRACASSADO

Para demonstrar a preferência por DERROTAS, a maioria se nega a aprovar a adoção de um PADRÃO DE JOGO onde os atletas joguem PARA FRENTE, com inteligência. Ou seja, além de não ter o menor respeito com os torcedores/eleitores, que escolheram o novo técnico, essa turma do atraso quer a volta do time que JOGUE PARA TRÁS, sempre pelo lado ESQUERDO, numa jogada que os adversários conhecem bem e se deliciam.

 

Mais: também não suportam, nem as atitudes nem o caráter do técnico Bolsonaro, que já deixou bem claro para todos que:

  1. não tolera jogador sem disposição;
  2. não vende resultado de jogos;
  3. não negocia resultado.

 


DERRUBAR O TÉCNICO

Assim, sem espaço para indicar jogadores, e totalmente contrariada com o fechamento das portas da CORRUPÇÃO, a forte oposição está fazendo de tudo para DERRUBAR O TÉCNICO e com isso levar, o quanto antes, o TIME BRASIL para disputar uma 4ª ou 5ª DIVISÃO.

 



Leia mais


23 mai 2020

EDIÇÃO EXTRA - CONVERSA DE VESTIÁRIO


REUNIÃO FECHADA

Partindo do pressuposto de que mais de 90% do povo brasileiro gosta de futebol e  99% manifestam clara preferência por algum time, achei que ficaria muito mais palatável para os brasileiros em geral   comparar a reunião ministerial -FECHADA-, comandada pelo Presidente Bolsonaro, com as típicas e normais reuniões que acontecem nos vestiários, antes, durante e após os jogos que são disputados nos mais diversos torneios e campeonatos.

 


PALAVRÕES

Observem, primeiramente, que nas conversas -fechadas- que os técnicos fazem com seus atletas, o que mais se ouve são palavrões. Mais: como é uma questão de estilo pessoal, os criticados, salvo raríssimas exceções, aceitam com muita naturalidade esta forma usual de comportamento dos líderes.


STF

Pois, como os ministros do STF tem constantemente demonstrado, com indisfarçável nitidez, o quanto são torcedores de times adversários que não por coincidência jogam pelo lado esquerdo do campo, o decano Celso de Melo achou por bem tornar -PÚBLICA- a reunião -FECHADA- de vestiário comandado pelo técnico Jair Bolsonaro.

 Sabe-se, por óbvio, que o intuito do péssimo ministro, e da mídia que não esconde o ódio que nutre pelo técnico do bom time, foi apenas tão somente mostrar o número de palavrões pronunciados na reunião de vestiário.

 


MÍDIA

Já no que diz respeito ao papel da mídia é sempre importante lembrar que o time comandado por Bolsonaro não aceitou a proposta da Rede Globo para transmissão de seus jogos, preferindo as redes sociais.


Sem contar com esta importante fonte de renda, a mídia esportiva, com o forte auxílio dos repórteres, dos quais muitos são torcedores de times adversários, deu início a uma forte campanha junto ao público com claro propósito de derrubar o técnico.

 


ARBITRAGEM

No tocante às arbitragens , por mais que boa parte dos profissionais do apito se esforcem para que a disputa seja dentro da regra, alguns se deixam levar pela mídia, pelos gritos das torcidas e pela paixão que nutrem pelos seus clubes do coração, tratam de anular as boas jogadas do time dirigido por Bolsonaro.

 


SUBSTITUIÇÕES ESTRATÉGICAS

Vendo que alguns de seus atletas (ministros) não estão jogando de acordo com o planejado, nos intervalos dos jogos, à portas FECHADAS, de forma totalmente privada, o técnico reúne o time, fala de estratégias e avisa que vai substituir quem não está cumprindo o que foi combinado. Simples assim.

 


FAKE NEWS PARA DESESTABILIZAR

Ora, sem qualquer informação sobre o que foi tratado na reunião -FECHADA- os inconformados repórteres, quer por serem torcedores do time adversário, quer por instruções das direções de suas respectivas empresas de comunicação, tratam de inventar o que podem para condenar as atitudes do líder, na tentativa de colocar a torcida contra o técnico e os jogadores.  

 


EXEMPLO DO VÔLEI

Quem conhece minimamente o futebol, vôlei, basquete ou qualquer outro esporte coletivo, sabe muito bem que a linguagem adotada pelos técnicos não raro é recheada de palavrões. Os jogadores, as torcidas e a imprensa esportiva sabem que este comportamento é comum, normal e corriqueiro.

Todos os brasileiros sabem, por exemplo, que a cada dez palavras proferidas pelo excelente técnico Bernardinho, da Seleção de Vôlei, tanto nas preleções quanto durante os jogos, sete são palavrões. Pois mesmo assim nem torcida nem atletas se sentem ofendidos. Ambos sabem que este é o estilo do técnico. Mais: se os palavrões produzissem prejuízos ao time, o Brasil jamais seria campeão mundial de vôlei ou futebol.

 


LAVAGEM DE ROUPA SUJA

Portanto, o que o vídeo da REUNIÃO MINISTERIAL revelou foi uma autêntica CONVERSA DE VESTIÁRIO. De novo: CONVERSA FECHADA, com direito a lavagem de roupa suja no lugar certo, privado e adequado. Da mesma forma como acontece com as equipes de venda ou qualquer outra do meio empresarial competitivo. Quem quer ganhar faz isto.

 


ENFIM, UM LÍDER!

Ao mandar revelar a CONVERSA DE VESTIÁRIO, o ministro Celso de Melo, por linhas tortas, fez com que o povo brasileiro, inclusive seus adversários, vissem, com muita clareza, que o Brasil tem, na pessoa de Jair Bolsonaro, não apenas um presidente. Tem um LÍDER!, do time Brasil. LÍDER com FOCO NA VITÓRIA!

 



Leia mais


22 mai 2020

I HAD A DREAM


I HAD A DREAM (EU TIVE UM SONHO)

 

Nesta noite, eu tive um sonho. Sonhei que estava a bordo de um enorme navio, na companhia de 209 milhões de passageiros, cujo plano de navegação dava a entender  que a rota escolhida pelo comandante levaria a embarcação a navegar em águas destinadas a NAVIOS DE PRIMEIRO MUNDO.

 


TEMPESTADE

No sonho vi, claramente, que o sustento de cada passageiro saia de seu próprio trabalho a bordo, e que cada um tratava de preparar a sua comida. Pois, enquanto curtia a viagem, eis que de repente uma forte tempestade sacudiu o navio e atingido por uma forte onda fui jogado ao mar.

Ao voltar à tona vi um tripulante jogando um bote inflável na minha direção. Tão logo subi nele, querendo agradecer pelo gesto do mesmo, percebi que o local reservado à SEGUNDA CLASSE, ou CLASSE ECONÔMICA estava arrasada enquanto que na parte reservada aos passageiros da PRIMEIRA CLASSE tudo estava perfeito e todos seguiam comendo, bebendo e se divertindo normalmente, sem dar a mínima para a péssima situação da embarcação.

 


ILHA DA LIBERDADE

Depois de remar por quase duas horas avistei uma pequena ilha e usando das forças que ainda restavam cheguei são e salvo na praia, quando um gentil habitante me acolheu. Antes mesmo de contar o que tinha acontecido o morador disse que eu acabara de chegar na ILHA DA LIBERDADE e que seria recebido imediatamente pelo seu líder.

 

 


REDUÇÃO DE 25%

Apresentado ao líder da ILHA DA LIBERDADE, o mesmo disse que já sabia da situação do navio. Sabia, inclusive, que o comandante do navio havia pedido a todos os passageiros que aceitassem reduzir 25% dos salários até a passagem da tempestade, e que a PRIMEIRA CLASSE simplesmente se negou a tanto.

Disse mais o líder liberal: que o comandante do navio tinha determinado um AUXÍLIO EMERGENCIAL (de duração de três meses) no valor de 600 reais, para que os ocupantes da SEGUNDA CLASSE pudessem se manter até a volta das atividades do navio.

 


PERGUNTA AO LÍDER LIBERAL

Lembro perfeitamente que na última parte do meu sonho perguntei ao líder liberal o que deveria fazer o comandante ao perceber que a turma da PRIMEIRA CLASSE não admitia qualquer redução de salários polpudos e privilégios absurdos, enquanto 70 milhões de ocupantes da SEGUNDA CLASSE eram obrigados a viver, temporariamente, com 600 reais por mês.

 


RESPOSTA DO LÍDER LIBERAL

Sem pestanejar, o líder liberal foi preciso: diga ao seu comandante que a solução é muito simples. Para que impere a justiça e a decência no navio, basta que conceda aos 70 milhões de embarcados, a título de AJUDA EMERGENCIAL, por prazo indeterminado, um salário igual ao que recebem os ministros do STF.

Pronto. No dia seguinte o NAVIO BRASIL para totalmente e sem forças para navegar vai à pique e ninguém recebe coisa alguma.

Resumo: o CAOS TOTAL é o amigo íntimo da JUSTIÇA SOCIAL e, portanto, da SOLUÇÃO DO PROBLEMA!   

 


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje texto do jornalista J. R. Guzzo.



Leia mais