Artigos

19 ago 2022

TIROU DAQUI, Ó!


MÚCIO

Um dos personagens que o humorista Jô Soares interpretava no seu ótimo programa - VIVA O GORDO -, era conhecido como MÚCIO. Tal personagem, cujo bordão era -TIROU DAQUI, Ó! -,se caracterizava por alguém que nunca criava qualquer tipo de atrito com seus interlocutores. Ou seja, quando dizia algo que soasse como inconveniente, o Múcio tratava, imediatamente, de se desdizer. 


POLITICAMENTE CORRETO

Confesso aos leitores, que foi através desse quadro humorístico criado e apresentado de maneira brilhante pelo escritor e apresentador Jô Soares que percebi o real significado do POLITICAMENTE CORRETO. Sem exceção, todos aqueles que usam e abusam deste nojento expediente, muito bem utilizado no quadro -TIROU DAQUI, Ó!-, são os verdadeiros -MÚCIOS- da vida real. Tal qual verdadeiros -contorcionistas-, os adeptos do POLITICAMENTE CORRETO sempre tomam o cuidado de nunca desagradar o próximo. E quando isto acontece tratam, imediatamente, de escalar o muro mais próximo para ficar -de bem- com todos.


BAJULADORES DE PLANTÃO

Vejam que tão logo foi noticiada a existência da tal CARTA DA DEMOCRACIA escrita pela USP, o que se viu neste nosso imenso Brasil, através das assinaturas de apoio ao documento -socialista- foram os velhos e conhecidos POLITICAMENTE CORRETOS. A rigor, quem se dispôs a assinar a carta, na real colocou a digital que confirma a posição de BAJULADORES DE PLANTÃO, mais conhecidos como -PUXA-SACOS- da destruidora TURMA DA ESQUERDA que levou o Brasil à lona. 


LIBERDADE

Ora, como aprendi desde cedo que -entre ser SINCERO E FRANCO e não agradar ninguém é infinitamente mais acertado do que permanecer em SILÊNCIO diante de decisões que considero equivocadas-, vi, claramente, que não tenho a menor vocação para ser do tipo -POLITICAMENTE CORRETO-. Mais: como sou um ferrenho defensor da LIBERDADE, isto já me exclui totalmente de ser alguém que prefira escalar MUROS como forma de contornar eventuais atritos e/ou dissabores.


ÚNICO OPOSITOR

Portanto, como estamos em pleno período de campanha eleitoral, sugiro que os leitores-eleitores que, eventualmente, não simpatizam com o presidente Jair Bolsonaro, saibam que o seu -único- opositor é um bandido que foi CONDENADO EM VÁRIAS INSTÂNCIAS. Mais: o ex-presidiário diz e repete a todo momento que pretende REVOGAR não apenas tudo aquilo que pode levar o Brasil a um CRESCIMENTO REALMENTE SUSTENTADO como, principalmente a LIBERDADE, que só muito recentemente passou a ser experimentada no nosso País.


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: GIGANTES CAMINHAM COM GIGANTES, por Frederico DGM. Confira aqui: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais

18 ago 2022

PISO FALSO


ENFERMEIROS INCAUTOS

Na semana passada, a maioria dos deputados federais e a totalidade dos senadores abandonaram por completo o pouco que ainda lhes restava em termos de sensatez, razão e sabedoria e resolveram aprovar e comemorar, junto com incautos ENFERMEIROS E PROFISSIONAIS DA SAÚDE, o PISO DA CATEGORIA, no valor de R$ 4.700,00, sendo que os técnicos de enfermagem e auxiliares foram (?) aquinhoados com 70% e 50% desse valor (piso).


DEMONSTRAÇÃO DE ÓDIO AOS ENFERMEIROS

Na Câmara Federal, para quem não sabe ou não acompanhou, foram 449 votos a favor do piso e 12 votos contrários (todos do Partido Novo, como informa o Dep. Marcel Van Hatten). Já no Senado, a aprovação se deu por unanimidade, o que mostra uma realidade preocupante, pois todos os senadores fizeram questão de mostrar o quanto DETESTAM os ENFERMEIROS, TÉCNICOS DE ENFERMAGEM E AUXILIARES.


AVALANCHE DE DEMISSÕES

Como sempre, nenhum dos deputados e senadores foi capaz de apontar de onde sairão os recursos para custear o fantástico impacto de caixa que será provocado com o pagamento do piso, cujo valor é na ordem de R$ 16 bilhões para o SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E SANTAS CASAS. O fato é que apesar de críticos mais -sensatos- apontarem que uma vez aprovado o tal PISO, ao invés de beneficiar os ENFERMEIROS o que realmente vai acontecer, ou já está acontecendo, é uma avalanche de DEMISSÕES.


EXEMPLOS RECENTES

 A propósito, para quem não sabe, só nesta semana diversas SANTAS CASAS E INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS, que já estavam em dificuldades financeiras, anunciaram DEMISSÕES em todo o país, como revela o pensador Hélio Beltrão, na sua coluna na Gazeta do Povo: -1-em Belo Horizonte, a Associação das Instituições de Longa Permanência apontou que mais de 200 funcionários já foram demitidos; 2- o HONPAR, no norte do Paraná, demitiu 22% de seu quadro de cerca de 400 profissionais; 3- A Santa Casa de BH entrou na justiça para não ter de arcar com o piso; 4- O Hospital Irmã Dulce da Bahia, um dos mais tradicionais do país, afirma que seu déficit cresceu de cerca de R$ 1 milhão para R$ 4 milhões, e pode fechar as portas.


ASSUNTO PARA A NEGOCIAÇÃO E NÃO LEGISLAÇÃO

Ora, quem decide aumentos ou não de salários são as partes envolvidas, através de negociações com base nos orçamentos. De novo: trata-se de uma questão de pura e exclusiva NEGOCIAÇÃO, nunca de LEGISLAÇÃO.  Diante disso, queiram ou não, as entidades do setor afirmam, com razão, que o piso gerou risco de descontinuação de tratamentos essenciais. 



Leia mais

17 ago 2022

É PRECISO BATER INCESSANTEMENTE NA TECLA -DESENVOLVIMENTO-.


CURTA DURAÇÃO

Antes de tudo é preciso lembrar que a Eleição 2022 terá a campanha mais curta desde 1994. Com o 1º turno marcado para 2 de outubro, partidos e candidatos terão apenas 46 dias para apresentarem suas propostas. Pois, mesmo levando em conta os obstáculos que foram colocados com o nítido propósito de impedir e/ou atrasar as ações propostas no Plano do atual governo, é praticamente impossível citar, neste curto espaço de tempo, tudo que Bolsonaro conseguiu entregar.


CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO

Aliás, falando com toda a franqueza, é simplesmente impossível não admitir que o nosso imenso Brasil passou a ser visto e admirado, em todos os cantos do planeta, como um país verdadeiramente interessante e atraente para fazer INVESTIMENTOS, os quais, inevitavelmente, vão produzir um verdadeiro e pleno CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO.

 


LEILÕES

Faltando pouco mais de 4 meses para o encerramento deste (primeiro) mandato do presidente Bolsonaro, independente de tudo que já foi feito até agora, a agenda de LEILÕES DE ATIVOS previstos para acontecer até o final do ano, é enorme. Para que os leitores tenham uma ideia, o Ministério da Infraestrutura espera contratar pelo menos mais R$ 100 bilhões em INVESTIMENTOS com a realização de 38 licitações de concessões. Com isso, o atual governo deve terminar com cerca de R$ 200 bilhões garantidos (contratados) em APORTES PRIVADOS- EM RODOVIAIS, FERROVIAS, PORTOS E AEROPORTOS, além de outros R$ 244,6 bilhões em AUTORIZAÇÕES FERROVIÁRIAS. É mole? 


PARA RECORDAR

Neste período de - campanha eleitoral - é importante recordar, como bem informa a Gazeta do Povo, que desde o início de 2019 foram LEILOADOS  84 ATIVOS E CONTRATADOS R$ 99,4 bilhões em INVESTIMENTOS, que, segundo a pasta, vão gerar cerca de 1,5 milhão de empregos. Mais: no período ocorreram 34 CONCESSÕES DE AEROPORTOS, 36 ARRENDAMENTOS PORTUÁRIOS, 6 LICITAÇÕES DE PROJETOS FERROVIÁRIOS, 7 DE PROJETOS RODOVIÁRIOS E 1 DESESTATIZAÇÃO PORTUÁRIA. Que tal?


RECORDE

Embora represente um RECORDE em relação aos anos anteriores, a previsão de CONTRATAÇÃO DE INVESTIMENTOS para 2022 acabou reduzida em relação às projeções iniciais. As razões para os adiamentos de projetos são diversas: -um dos leilões que estava previsto para este ano e que acabou atrasando é o da CONCESSÃO DE RODOVIAS INTEGRADAS DO PARANÁ, que ainda está sob análise do Tribunal de Contas da União (TCU). A previsão da ANTT é que apenas dois de seis lotes sejam licitados ainda este ano, com a assinatura dos contratos prevista para o primeiro trimestre de 2023.


SÉTIMA RODADA

No setor aeroportuário, foram adiados para o próximo ano o leilão do Aeroporto Santos Dumont (RJ) e a relicitação do Aeroporto Galeão (RJ), devolvido no início do ano pela concessionária. O Ministério da Infraestrutura retirou os dois do conjunto de terminais aéreos que serão entregues neste ano por falta de acordo com o governo estadual em relação às condições da operação.

Entretanto,  os destaques de 2022 está a SÉTIMA RODADA DE CONCESSÕES DE AEROPORTOS, que inclui CONGONHAS, um dos mais movimentados do país, além de outros 14 TERMINAIS AÉREOS, cujo leilão está marcado para amanhã, 18, com projeção de INVESTIMENTOS DE R$ 7,2 bilhões.

Outros projetos relevantes incluem a privatização do Porto de Santos (SP), com previsão de R$ 16 bilhões em investimentos para a modernização; a concessão dos dois primeiros lotes do bloco de rodovias integradas do Paraná, com investimentos na ordem de R$ 15 bilhões; e a concessão da BR-381 entre Belo Horizonte (MG) e Viana (ES), com R$ 5,75 bilhões previstos.

O Aeroporto de Natal, localizado em São Gonçalo do Amarante (RN), que foi concedido à iniciativa privada em 2011 e acabou devolvido em 2020, também deve ser relicitado ainda este ano, com uma previsão de captar mais R$ 308,9 milhões.

No modal portuário, estão previstas ainda as concessões dos portos de São Sebastião (SP) e Itajaí (SC), que, somados ao arrendamento de outros 17 terminais, devem garantir mais R$ 21,5 bilhões de investimentos.

As três novas desestatizações portuárias previstas para este ano seguirão o mesmo modelo da concessão da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), primeira do tipo realizada no país, no fim de março, segundo o Ministério da Infraestrutura.

A expectativa do Ministério da Infraestrutura é que todos os leilões sejam realizados até o quarto trimestre, ainda na atual gestão.

O programa de AUTORIZAÇÕES FERROVIÁRIAS -PRO TRILHOS-, lançado em 2021, contabiliza mais de 80 pedidos para construção de ferrovias, que propõem mais de 20 mil quilômetros de novos trilhos, com um investimento total de R$ 244,6 bilhões.

Também devem ser publicados ainda em 2022 os editais de relicitação do Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e da concessão do canal de acesso ao Porto de Paranaguá (PR), além de outros quatro arrendamentos portuários.



Leia mais

16 ago 2022

FOI DADA A LARGADA...


CORRIDA ELEITORAL

A partir de hoje, 16 de agosto, o TSE deu início oficial à CORRIDA ELEITORAL, que vai acontecer em outubro próximo. Até lá, os pilotos inscritos vão fazer de tudo para ganhar uma boa posição de largada para o prêmio -eleitoral- que vai garantir as ocupações das vagas -de presidente da República, de senador, de deputados federais e estaduais e de governadores.


CAMINHO ECONÔMICO E SOCIAL

Pelo andar da carruagem a única coisa, mais do que sabida, é que esta ELEIÇÃO será, sem sombra de dúvidas, a mais importante da história do Brasil. Digo -mais importante- por uma simples razão: está em jogo, por vontade exclusiva dos eleitores, o CAMINHO ECONÔMICO E SOCIAL a ser trilhado, nos próximos 50 anos ou mais, pelo nosso País.


VIA DO ATRASO

Pois, a considerar tudo que foi feito e desfeito pelo candidato Lula assim como propõem escancaradamente os demais candidatos de esquerda que se inscreveram para participar da CORRIDA ELEITORAL, ninguém tem dúvida de que todos eles, indistintamente, estão mais do que dispostos a colocar o Brasil nos trilhos da -VIA DO ATRASO-. Isto não é uma especulação, mas uma certeza, como bem mostram os conhecidos desastres experimentados ao longo da nossa triste história.


CAMINHO DA LIBERDADE

Já quem está disposto a eleger o candidato Jair Bolsonaro tem a nítida certeza de que o CAMINHO escolhido é o mesmo que já vem sendo trilhado, desde 2019, quando o povo brasileiro começou, enfim, a conhecer os reais e enormes benefícios que só podem ser obtidos através da LIBERDADE. 


CANTAR PNEU NA LARGADA

Se o PRIMEIRO MANDATO, mesmo com forte e pesada OPOSIÇÃO, foi capaz de promover avanços importantes para o DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO PAÍS, uma coisa é mais do que certa: com um SEGUNDO MANDATO, o Brasil vai cantar pneu já na largada, no dia 01 de janeiro de 2023. É tiro e queda. Só depende da consciência dos eleitores. Exclusivamente dos eleitores.


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: A DEMOCRACIA E A SURDEZ DAS INSTITUIÇÕES, por Percival Puggina. Confira aqui: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais

15 ago 2022

MIL VEZES A VERDADE


CASTIGO CORRETIVO

Anos atrás, quando um filho (a) mentia para seus pais, o -castigo corretivo-, não raro aplicado em milhares de lares do nosso imenso Brasil, era o de escrever, num caderno pautado, 100 ou 200 vezes a mesma frase – NÃO DEVO MENTIR PARA MEUS PAIS. Este corretivo, além de contribuir para a melhora substancial da caligrafia, produzia um efeito positivo na memória das crianças.


CAMPANHA ELEITORAL

Como estamos em pleno período de CAMPANHA ELEITORAL, e o que menos falta nesse nosso imenso Brasil é candidato disposto a falar a VERDADE, só por aí já se percebe, de forma geral, que tipos nunca foram repreendidos pelas MENTIRAS que disseram não apenas para seus pais como para a sociedade em geral.


MENTIR, MENTIR E MENTIR

Pois, ainda que candidatos de partidos de esquerda sempre se notabilizaram por MENTIR, MENTIR E MENTIR muito, o fato é que a partir do momento em que o Brasil foi abençoado com a eleição do presidente Jair Bolsonaro, aí, mais do que nunca a TURMA DOS MENTIROSOS -SOCIALISTAS- entraram em campo com disposição redobrada com o propósito de produzir INVERDADES.

Mais: quando as inequívocas VERDADES são mostradas através das ações e propostas do governo e de sua destacada equipe econômica e por isso não podem ficar fora dos noticiários, a ordem é colocar no final da frase o velho, surrado e nojento -MAS, cujo propósito é o de limitar os impactos positivos dos acertos obtidos e consagrados.


ESCREVER MIL VEZES

Usando o mesmo expediente do CASTIGO CORRETIVO, bom seria se a TURMA DA ESQUERDA fosse punida com a obrigação de escrever 1000 VEZES, não uma frase, mas o texto abaixo, enviado pelo Felipe Pedri, para entender e propagar o que aconteceu no nosso imenso Brasil nesses últimos 4 anos:

- Bolsonaro: o melhor governo de todos os tempos!

- Recorde de brasileiros trabalhando.

- Recorde de redução de impostos e de queda nos preços.

- Recordes de apreensão de drogas e de redução de assassinatos.

- Recorde de eficiência, transparência e resultados...

- Com Bolsonaro batendo tanto recorde, não dá para estranhar a velha imprensa batendo recordes de mentira, distorção e desinformação.


MAIS AINDA

Enquanto o mundo todo aderiu ao "fecha-tudo" criminoso, com a desculpa de salvar vidas, governantes tiranos causaram destruição da economia, provocando desemprego, miséria, inflação e fome, Bolsonaro se destacou como o grande líder mundial em defesa da liberdade e da vida, sem manipulações.  

- A situação não é a ideal, pois muito estrago foi feito por quem usou o vírus midiaticamente e politicamente. Mas, graças ao presidente Bolsonaro, os efeitos da inflação e do desemprego foram muito menores por aqui.

- O saldo de empregos no período de retomada da pandemia (desde julho de 2020) já é de mais de 5 milhões de empregos.

- Em junho de 2022, batemos o recorde de brasileiros com algum tipo de trabalho (formal ou informal). As ações do Presidente Bolsonaro preservaram mais de 20 milhões de empregos e mais de 10 milhões de empresas no auge do "fecha-tudo" (PRONAMPE, "BEm", PEAC e outros).

- Com as sucessivas reduções de impostos do Governo Federal, temos hoje uma das gasolinas mais baratas do mundo e preços em queda – enquanto outros países batem recordes de inflação.


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje: A ESQUERDA É UM GRANDE TEATRO FARSESCO, por Rodrigo Constantino. Confira aqui: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais

12 ago 2022

UMA PROVA NÍTIDA DE INCOMPETÊNCIA


INEFICIENTE, INCOMPETENTE E CORRUPTO

Mais do que sabido, em qualquer sociedade, quando os escolhidos para ADMINISTRAR os negócios dão claras e inequívocas demonstrações de INCOMPETÊNCIA, isto já seria o bastante para que nunca mais viessem a ser contratados. Agora, se além da flagrante INCOMPETÊNCIA os -administradores- também fossem pegos com as MÃOS E PÉS NA BOTIJA, deixando rastros nítidos e comprovados de ROUBOS INCALCULÁVEIS para a sociedade, aí, de sã consciência, seria inimaginável que alguém viesse a propugnar pela recontratação de quem provou que, além de INEFICIENTE e INCOMPETENTE também é CORRUPTO. 


CEITEC

Deixando de lado, sem esquecer jamais, os terríveis casos de CORRUPÇÃO, que de antemão se transformaram em MARCA REGISTRADA dos governos Lula e Dilma -petistas-, vale a pena recordar, na tentativa de convencer os apaixonados por bandidos, um dos emblemáticos casos da mais pura INCOMPETÊNCIA administrativa. Para quem não sabe, ou não acompanha, a CEITEC S.A, uma ESTATAL fundada em 2008, não ficou conhecida como uma empresa voltada para a -produção de chips de automação-, mas para empregar petistas e dar PREJUÍZOS IMENSOS. 


PARA ALÍVIO DOS PAGADORES DE IMPOSTOS

A CEITEC, na realidade, além de empregar cerca de 180 funcionários se notabilizou por apresentar PREJUÍZOS. Assim, em junho de 2021, o governo Bolsonaro decidiu aliviar o bolso dos -pagadores de impostos- e para tanto decidiu pelo fechamento da CEITEC. Tal decisão foi baseada nos relatórios da estatal, que entre os anos de 2010 e 2018 recebeu cerca de R$ 600 MILHÕES do governo federal, e durante a sua existência gerou um prejuízo de R$ 160 milhões. Que tal? 


MINISTRO VITAL DO RÊGO, DO TCU NÃO ESTÁ CONVENCIDO

Pois, nem mesmo as gritantes comprovações de INCOMPETÊNCIA foram capazes de liquidar o quanto antes a fúnebre CEITEC, que desde o dia 14 de junho de 2021 até hoje, segue existindo tal qual um fantasma público. Vejam que quase um ano após suspender o processo de extinção da Ceitec, o TCU adiou para setembro próximo o julgamento que -pode- resultar na retomada da liquidação da estatal. O pedido de vista foi solicitado nesta semana pelo ministro Vital do Rêgo. No ano passado, quando a liquidação foi suspensa, Rêgo disse que o processo de desestatização da Ceitec deveria ser paralisado para que o governo pudesse "melhor" justificar o atendimento ao interesse público. Pode?


PROVA DE ABSOLUTA INCOMPETÊNCIA

Vale registrar, para que não paire dúvida, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) recomendou a extinção da Ceitec em junho de 2020, e o decreto presidencial que oficializou a decisão foi publicado em dezembro daquele ano. O processo de liquidação envolve a transferência de projetos e patentes da empresa para uma Organização Social, a ser criada. Volto a insistir: a CEITEC, para provar o quanto é uma ideia de quem adora mostrar absoluta INCOMPETÊNCIA, sempre foi dependente do Tesouro Nacional - ou seja, precisa de recursos do Orçamento para bancar despesas correntes e salários. Que tal?


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: INIMIGOS CELESTIAIS, por Alex Pipkin. Confira aqui: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais