Artigos

08 jul 2020

A INFORMALIDADE E A PREVIDÊNCIA


DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO

No último domingo à noite, na entrevista que o ministro da Economia, Paulo Guedes, concedeu à CNN, ele repetiu, pela enésima vez e com toda a razão, que sem uma forte desoneração da Folha de Pagamento das empresas é IMPOSSÍVEL a diminuição da INFORMALIDADE.  

 


40 MILHÕES DE INFORMAIS

Guedes foi mais além ao lembrar que este enorme contingente de INFORMAIS, que hoje está em torno de 40 milhões de pessoas, ou 41% da força total de trabalho, não contribui com a PREVIDÊNCIA SOCIAL. Entretanto, ao atingir a idade de 65 anos (homens) e 60 (mulheres) todos, inevitavelmente, passarão a ter direito de receber um salário mínimo, como manda a tão elogiada (?) REFORMA DA PREVIDÊNCIA. 

 


NOVA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Ora, não é preciso ser um gênio da matemática para entender que daqui a uma década, aproximadamente, se nada for feito no sentido de DESONERAR A FOLHA DE PAGAMENTO, coisa que poderia estimular o EMPREGO FORMAL, o nosso empobrecido Brasil estará diante da necessidade de promover uma NOVA REFORMA PREVIDENCIÁRIA.

 


CONTA SIMPLES

Mais: fazendo uma conta simples e rasteira, imaginando que 50% dos atuais INFORMAIS (20 milhões de pessoas)  atinjam a IDADE MÍNIMA entre 2030/2040, o TESOURO NACIONAL vai precisar arcar, MENSALMENTE, em valores do SALÁRIO MÍNIMO atual (R$ 1.045,00), com R$ 20,9 BILHÕES. De novo: isto, considerando que a metade dos atuais INFORMAIS atinjam a IDADE MÍNIMA.  

 


ASSISTÊNCIA SOCIAL

Mais do que nunca é preciso que fique bem claro que PREVIDÊNCIA SOCIAL, para que seja SUSTENTADA, exige um plano de CONTRIBUIÇÕES baseado em CÁLCULO ATUARIAL, para que cada cidadão receba, mensalmente, aquilo que foi contratado. Já aqueles que NÃO CONTRIBUEM, cujo contingente tende a aumentar se não houver a DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO, serão atendidos pela ASSISTÊNCIA SOCIAL.  

 


ROMBO IMPAGÁVEL

Pois, considerando que o número de INFORMAIS se aproxima rapidamente de 50% da população economicamente ATIVA, dentro de pouco tempo teremos MENOS APOSENTADOS PELA PREVIDÊNCIA SOCIAL -OFICIAL- e MAIS INFORMAIS ATENDIDOS PELA ASSISTÊNCIA SOCIAL, o que contribuirá, de forma impressionante, com um IMPAGÁVEL ROMBO NAS CONTAS PÚBLICAS.  

 


ESPAÇO PENSAR +

No Espaço Pensar + de hoje texto do vereador e Pensador Felipe Camozzato - https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais


07 jul 2020

O INIMIGO DO COVID É O ESSENCIAL


IMUNES???

Os leitores já perceberam que, passados mais de 3 meses de PANDEMIA, não se tem notícia de que pessoas que desempenham atividades consideradas ESSENCIAIS pelos nossos CELESTIAIS governadores e prefeitos, resultaram infectadas pelo COVID-19? 

 


TODOS MORTOS

Ora, considerando que SUPERMERCADOS E FARMÁCIAS estão no topo da lista das atividades ESSENCIAIS e que nestes dois ambientes se concentram um grande número de consumidores, era de se supor que a estas alturas desta louca PANDEMIA a maioria dos atendentes e frequentadores não teriam como sobreviver.

 


LOCKDOWN

Esta mera constatação serve para que todos entendam que os criminosos governadores e prefeitos, apaixonados pelo LOCKDOWN, não estão minimamente preocupados em SALVAR VIDAS. Ao contrário, o que mais querem é MATAR, com requintes de crueldade, o máximo possível de EMPRESAS E EMPREGOS. 

 


SEM AR FRESCO

Mais: depois de tudo que já fizeram, o resultado aí está para comprovar o quanto foram, e continuam sendo, cruéis: não satisfeitos com a quebradeira geral que já promoveram naquilo que só eles entendem como NÃO ESSENCIAL, agora resolveram acabar com a LIBERDADE DE IR E VIR dos cidadãos e cidadãs. A ordem, baixada por decreto, é o nojento -FIQUE EM CASA-, onde o ar é viciado, e MULTAR quem se proponha a respirar um pouco de ar fresco dos parques e praças. Pode? 

 


CUSTO DA PANDEMIA

Confesso que me preocupa muito o que farão estes maus governadores e prefeitos quando o COVID resolver deixar o nosso empobrecido Brasil. O que se sabe, com muita clareza é o quanto abominam ATIVIDADES EMPRESARIAIS (que fazem produtos e prestam serviços), e, por outro lado, adoram ATIVIDADES PÚBLICAS (que ficaram livres do custo da PANDEMIA). 

 


ESPAÇO PENSAR +

No Espaço Pensar + de hoje, texto do Pensador Roberto Rachewsky - https://www.pontocritico.com/espaco-pensar

 



Leia mais


06 jul 2020

BOLETIM DE CHUTES


BOLETIM FOCUS

Desde 2001, quando o Banco Central criou o Boletim Focus, acompanho, semanalmente, as projeções que o mercado (leia-se instituições financeiras) faz sobre o desempenho futuro de vários indicadores econômicos, como PIB, Câmbio, Taxa Selic, IPCA, etc. 

 


CHUTÔMETRO

Como o Brasil é um país que sempre se caracterizou pela instabilidade econômica, fruto claro e direto de EXCESSO DE ESTADO e, por consequência, REDUZIDA LIBERDADE para produzir, o Boletim Focus se revela como um verdadeiro CHUTÔMETRO, onde as instituições escolhidas pelo BC dão a entender que preenchem o RELATÓRIO FOCUS de forma apenas PROTOCOLAR, ou seja, com o propósito de se livrar da entediante tarefa.

 


GRAU DE DESACERTO

De uns anos para cá, quando o hábito de ler o Boletim que o BC divulga a cada 2ª feira se tornou mais corriqueiro, é flagrante o elevado GRAU DE DESACERTO. As projeções de crescimento do PIB, por exemplo, iniciam o ano sempre carregados do velho e cansativo OTIMISMO SEM CAUSA, e no decorrer do período, a cada semana, o percentual vai caindo como que em busca do encontro com a TRISTE REALIDADE imposta pelo EXCESSO DE ESTADO que privilegia DESPESAS e abomina INVESTIMENTOS. 

 


TROCANDO DINHEIRO

Pois, mesmo levando em conta a baixa CREDIBILIDADE do Boletim Focus, o que chama a atenção daqueles que preferem investir em TÍTULOS DE CRÉDITO, remunerados pela TAXA SELIC (que hoje é de 2,25% ao ano), é que, na comparação com a projeção de TAXA DE INFLAÇÃO, medida pelo IGP-M, por exemplo, está apenas trocando dinheiro. 

 


TÍTULOS DE MERCADO

Se até o presente momento o investimento em TÍTULOS DE CRÉDITO proporcionavam um razoável RETORNO REAL (acima de inflação), a política econômica adotada pelo atual governo é estimular os investidores para que deem preferência para TÍTULOS DE MERCADO, com remuneração via dividendos e/ou juros de capital próprio.  

 


REFORMAS, PRIVATIZAÇÕES E CONCESSÕES

É certo que a PANDEMIA chegou com força para desorganizar quase tudo que estava sendo organizado e pretendido pela equipe econômica.Com isso, muito daquilo que era esperado para 2020 já foi prorrogado para 2021 e anos seguintes. Ainda assim, se uma ou duas REFORMAS forem aprovadas e algumas PRIVATIZAÇÕES e/ou CONCESSÕES forem feitas, aí até o CHUTÔMETRO FOCUS mostrará que a economia brasileira tem muito a ganhar em termos de atração de investimento. Ainda há tempo... 

 


ESPAÇO PENSAR +

No Espaço Pensar + de hoje texto do Pensador Percival Puggina - https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais


03 jul 2020

CONCESSÕES PÚBLICAS, SOB A ÓTICA DA MÍDIA


CHOVER NO MOLHADO

Dizer que a mídia tradicional, aberta e, portanto com maior penetração em todas as camadas da sociedade, tem se mostrado avessa a tudo que o governo Bolsonaro decide ou mesmo imagina, é como chover no molhado. 

 


CAUSA PRINCIPAL

No entanto, todos os diagnósticos sérios deixam bem claro que este indiscutível sentimento de ÓDIO EXPLÍCITO, que foi muito além do que se podia imaginar, identificam como CAUSA PRINCIPALFALTA DE ALIMENTAÇÃO DE VERBAS PUBLICITÁRIAS GOVERNAMENTAIS.

 


CAUSA ACESSÓRIA

Alguns laboratórios também apontam como CAUSA, com certo destaque a escancarada FALTA DE AFINIDADE IDEOLÓGICA. Como o jornalismo mundial, mais do que sabido, nutre enorme e declarada paixão pelo SOCIALISMO, isto não pode ser visto como surpresa. Daí achei por bem considerar esta CAUSA, ainda que de grande peso, apenas como ACESSÓRIA.

 


MAUS ESCLARECIMENTOS

Neste mar revolto, onde a LIBERDADE está sendo constantemente AMEAÇADA, o que chama muito a atenção é que todos os MEIOS DE COMUNICAÇÃO apontam o dedo para as REDES SOCIAIS, acusando-as como responsáveis pela sua flagrante e indisfarçável INANIÇÃO. No entanto, na real, todos estão presentes em todas as REDES SOCIAIS, como Facebook, Twitter, Instagram, etc..

 


REDES SOCIAIS

Ou seja, além de usar suas próprias plataformas para disseminar MAUS ESCLARECIMENTOS, que nada mais é do que produzir NOTÍCIAS FALSAS, todas as empresas jornalísticas ocupam as REDES SOCIAIS para MENTIR e/ou CONFUNDIR a cabeça de seus leitores, ouvintes e telespectadores. Com um detalhe importante: tanto as EMISSORAS DE RÁDIO quanto de TELEVISÃO são -CONCESSÕES PÚBLICAS-. Que tal?

 


CONCESSÃO PÚBLICA

Observem que a cada vez que o governo se propõe a fazer qualquer LEILÃO DE CONCESSÃO, como ESTRADA, PORTO, AEROPORTO, etc., todos com prazo limitado, a MÍDIA CAI DE PAU com o propósito de confundir seus leitores, ouvintes e telespectadores, dizendo que se trata de PRIVATIZAÇÃO.

O curioso é que no caso das CONCESSÕES DE EMISSORAS DE RÁDIO E TELEVISÃO nunca dizem isto. Estranho, não? Pois é!  

Só para deixar claro: CONCESSÃO é a permissão, por prazo limitado, para realizar alguma coisa. Em sentido estrito, é a concessão pelo estado de algum serviço público a uma empresa privada. 

A propósito: quando termina o prazo de CONCESSÃO, o que a lei manda é a realização de um NOVO LEILÃO.  Esta regra deve valer para a MÍDIA CONCEDIDA, certo?   


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR + de hoje texto de Roberto Rachewsky - https://www.pontocritico.com/espaco-pensar-artigo/e-o-carater,-estupido!-03072020



Leia mais


02 jul 2020

SOBERANIA FAJUTA


SOBERANIA DELEGADA

Diz a pouco ou nada cumprida Constituição Federal, no seu artigo 14, que a SOBERANIA POPULAR será exercida pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos. Ora, na prática, para qualquer entendedor, isto significa que a cada eleição -federal, estadual e municipal- o povo DELEGA a SOBERANIA aos seus representantes e fica na expectativa de ter feito uma boa escolha dos SOBERANOS ELEITOS.

 


SEM POVO, SEM GOVERNO

Ora, em condição normal, por mais óbvio e acaciano que seja, é preciso que fique bem claro que a existência de GOVERNOS se dá por VONTADE SOBERANA DOS POVOS. Ou seja, SEM POVO não há como existir e/ou eleger alguém que o represente.  

 


GOVERNO ANTES DO POVO

Entretanto, como o nosso empobrecido Brasil é um País absolutamente SURREAL, o GOVERNO -SOBERANO- chegou aqui bem antes do POVO. Pois esta grande maluquice, mesmo depois da existência do POVO no nosso imenso território, ainda se mantém praticamente intocável. Ou seja, a SOBERANIA POPULAR é FAJUTA.

 


CONSTITUIÇÃO FAJUTA

Vejam, por exemplo, que as eleições servem apenas para escolher os ocupantes/representantes dos poderes Executivo e Legislativo, cuja maioria dos eleitos entende que não deve satisfação alguma aos seus eleitores. E, para piorar de vez, os ocupantes do Judiciário, que nem sabem o que é uma eleição, decidem tudo ao seu bel prazer, sem dar a mínima pelota para o que diz a também FAJUTA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

 


DIREITO DE MANDAR O POVO À MERDA

Como se vê, sem precisar do auxílio de qualquer tipo de lupa, aqueles que o NADA SOBERANO POVO não tem o direito de escolher são exatamente os mesmos que gozam do SAGRADO DIREITO CONSTITUCIONAL de MANDAR À MERDA quem quer que seja. Principalmente quem imagina, ridiculamente, ser o SOBERANO. Pode? 

 


GRANDE BABACA

Resumindo, para que fique bem claro, o povo brasileiro não é e jamais foi SOBERANO. Na mais pura verdade, infelizmente, não passa de um grande babaca.  

 



Leia mais


01 jul 2020

PLACAR FAVORÁVEL AO DIABO


LUTA DIÁRIA

Nesta luta interminável onde, de um lado, cidadãos sensatos se mostram prontos e dispostos a fazer do nosso empobrecido Brasil um país melhor e mais decente para se viver; e, de outro, grupos de fortes e aliados inimigos que não admitem, em hipótese alguma, que isto aconteça, o placar informa que o DIABO está levando a melhor. 

 


INIMIGOS DO BOM BRASIL

O  placar, para bons e maus observadores e analistas, deixa bem claro que a superioridade do INIMIGO do BOM BRASIL se deve ao fato de que o ÁRBITRO - STF- é um dos fortes lutadores. Como se não bastasse, enquanto o representante dos sensatos é um lutador escolhido por esses, no campo oposto o ringue está repleto de adversários adeptos do jogo sujo, do tipo que fazem a regra de acordo com o que lhes convém. 

 


ÁRBITRO - STF

O que temos visto, lido e ouvido nos últimos meses é simplesmente de amargar: a cada round, o ÁRBITRO STF, que deveria se restringir a garantir o cumprimento da regra do jogo, o que mais faz é invalidar os corretos golpes desferidos pelo líder dos sensatos, além de impor perdas de pontos alegando disposição de ANTIJOGO.  

 


ESTRATÉGIAS IMPEDIDAS

Pois, como se não bastasse a interferência absurda dos ÁRBITROS do STF, que anulam as ações do time dos SENSATOS, os impiedosos lutadores que integram as equipes dos DEPUTADOS e SENADORES não deixam por menos: usam de suas prerrogativas para reprovar as estratégias de jogo do lutador -solo-, que simplesmente não sabe o que pode ou não pode fazer no ringue.

 

 


FORÇAS DE SEGURANÇA

O curioso é que o COMITÊ, que DEMOCRATICAMENTE estabeleceu as REGRAS DO JOGO, e para tanto colocou as FORÇAS DE SEGURANÇA como GARANTIDORAS DO ESPETÁCULO, DA LEI E DA ORDEM, ao mesmo tempo que aceita a interferência dos ÁRBITROS e o avanço desigual dos INIMIGOS DO BOM BRASIL, não admite que elas atuem. 

 


CENSURA

Mais: até os torcedores do BOM BRASIL, que até então eram LIVRES para dizer e escrever o que bem entendem, a cada dia são mais CENSURADOS. O STF, que saiu na frente com prisões de quem ousa criticar seus péssimos ministros, ganhou, ontem, a companhia do SENADO: por 44 votos a 32, aprovou o péssimo texto-base das FAKE NEWS. Que tal?

Em tese, isto significa que a LIBERDADE DO CIDADÃO está sendo brutalmente tolhida. Pode?

 

 



Leia mais