Artigos

10 nov 2023

NOTÍCIAS PREOCUPANTES


ENCRENCA ECONÔMICA

Ontem, 9/11, quase que no mesmo momento, TRÊS PREOCUPANTES NOTÍCIAS vindas dos Estados Unidos deram entrada na minha caixa de mensagens, todas dando boa conta de que está em curso -efetivo- uma poderosa ENCRENCA ECONÔMICA que está deixando o mundo financeiro em REDOBRADO ESTADO DE ATENÇÃO. Eis: 


PRIMEIRA NOTÍCIA

A primeira, publicada na -investing.com-, diz que - Apesar das declarações otimistas do governo dos EUA e do Federal Reserve sobre a economia americana, muitos economistas questionam a real situação do país, e os detalhes de alguns indicadores parecem corroborar essa visão. Em um podcast recente, o economista Peter Schiff discutiu esse assunto, analisando o relatório de empregos (payroll) divulgado na última sexta-feira, que considerou “fraco em todos os aspectos”, e acrescentou que é “ainda mais fraco quando olhado de perto”.

Schiff lembrou que, enquanto o mercado esperava 180.000 novos postos de trabalho, o relatório mostrou apenas 150.000. Além disso, apenas 99.000 desses empregos foram gerados pelo setor privado, com 51.000 empregos públicos.

Ele ressaltou que isso NÃO É UM BOM SINAL PARA A ECONOMIA, observando que o governo dos EUA FINANCIA OS SALÁRIOS DOS NOVOS FUNCIONÁRIOS -COM NOVAS DÍVIDAS-, pois o governo se endivida para pagar esses trabalhadores, o que resulta em aumento das taxas de juros e da inflação”. O economista também notou que o número de pessoas que precisam de mais de um emprego para se sustentar continua a crescer significativamente, com 390.000 pessoas assumindo um segundo ou terceiro emprego, o que ele considera outro indício de fraqueza.

“É um mercado de trabalho muito fraco porque a renda do trabalho está despencando. Os trabalhadores não conseguem ganhar dinheiro suficiente para pagar o aluguel ou todas as suas outras contas”, explicou ele.

Portanto, enquanto muitos observadores debatem sobre a possibilidade de uma recessão, Schiff acredita que ela talvez já tenha começado.

“Na verdade, a RECESSÃO OFICIAL pode já ter começado neste trimestre e eu acho que esse relatório de emprego é uma boa evidência disso”, disse o economista, lembrando que a ÚLTIMA GRANDE CRISE DE 2008 “começou oficialmente em dezembro de 2007, embora ninguém tenha percebido na época”.

De fato, só no final de 2008, quando a crise financeira explodiu, as pessoas perceberam que havia um problema.


SEGUNDA NOTÍCIA

A segunda, também nada confortável, publicada por Estadão Conteúdo, se refere à afirmação feita pela primeira subdiretora do FMI -FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL-, Gita Gopinath, dizendo, com visível preocupação, que NÃO PODEMOS DESCARTAR o risco de o mundo entrar em um QUADRO DE ESTAGFLAÇÃO, com inflação ainda acima do desejável e crescimento fraco. Ao mesmo tempo, alertou para o fato de que existem “inúmeros choques potenciais” que podem se materializar no cenário, como um eventual salto no petróleo, a depender dos desdobramentos regionais do conflito no Oriente Médio. Segundo ela, a elevação de juros pelos bancos centrais tem feito a inflação declinar, sem grande piora no desemprego, “e isso é atípico”.
Ao mesmo tempo, Gita Gopinath advertiu que o recuo nos preços de energia tem ajudado o índice cheio da inflação, mas o segmento de serviços ainda mostra quadro mais negativo. “Nesse sentido, o trabalho não está completo”, ressaltou. Mais: Gita disse que vivemos um período de inflação alta, e notou que a persistência desse quadro torna mais difícil notar a existência de choques na oferta. Em outro ponto de sua fala, também ressaltou a importância de se atuar para enfrentar riscos no setor financeiro não bancário...


TERCEIRA NOTÍCIA

A terceira notícia dá conta das afirmações feitas pelo investidor bilionário Ken Griffin , fundador da gigante global de investimentos Citadel, ao Bloomberg New Economy Forum, em Singapura:  O mundo enfrenta conflitos e mudanças estruturais que desfazem a integração atingida com a globalização e provocam uma inflação de base mais elevada que pode durar “por décadas”. “Os dividendos da paz estão claramente chegando ao fim”,  “É provável que vejamos juros reais mais altos e juros nominais bem mais altos.” isso terá implicações no custo de financiamento do déficit dos EUA e que o governo americano não contava com taxas mais elevadas “quando começou a onda de gastos que criou um déficit de US$ 33 trilhões”.

Mais: Griffin acrescentou que o governo americano está gastando “COMO UM MARINHEIRO BÊBADO e precisa colocar o fiscal em ordem.

Ele alertou que o atual déficit fiscal é insustentável. Embora o mercado de trabalho do país continue relativamente forte, os consumidores americanos percebem, no fundo, que “algo não vai bem”, disse ele.

O Federal Reserve pode continuar a imprimir dinheiro para evitar um calote de dívida, mas “as consequências econômicas seriam devastadoras”, disse. “No momento em que começarmos a imprimir dólares apenas para lidar com a possibilidade de um default, a nossa economia entrará em profunda crise.”


ESPAÇO PENSAR+

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: A TRAIÇÃO POR UM PRATO DE LENTILHAS, por Percival Puggina. Confira aqui: https://pontocritico.com/espaco-pensar 



Leia mais

09 nov 2023

SIMPLIFICAÇÃO PARA ARRECADAR MAIS


MANICÔMIO FISCAL

Antes de tudo é por demais importante lembrar que a necessidade que se impunha para a realização de uma necessária REFORMA TRIBUTÁRIA sempre teve como única e grande CAUSA a SIMPLIFICAÇÃO. Até porque PARA PAGAR CORRETAMENTE as dezenas de tributos e/ou alíquotas criadas, e existentes, resultou numa fantástica COMPLEXIDADE que não por acaso ganhou a definição de MANICÔMIO FISCAL.  


FATOR IMBECILIZADOR

Pois, para desespero dos PAGADORES DE IMPOSTOS, o TEMPO, considerado como -SENHOR DA RAZÃO- serviu como importante -FATOR IMBECILIZADOR- da maioria dos senadores. Vejam que passados mais de 30 anos de discussão sobre este tema, ontem, 08 de novembro, a PEC DA -REFORMA TRIBUTÁRIA(??)- que resultou aprovada, é absurdamente diferente daquela que a sociedade lutava e esperava. Vejam que além de não contemplar -devidamente- a necessária SIMPLIFICAÇÃO, a PEC foi ainda mais longe, ao ESFOLAR CRUELMENTE os pobres PAGADORES DE IMPOSTOS


ALÍQUOTA PADRÃO

Atenção: a PEC unifica tributos para a criação do Imposto sobre Valor Agregado a partir da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), que será federal, e do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), que será estadual e municipal. Entretanto, para que não reste a mínima dúvida, a CARGA TRIBUTÁRIA será indecentemente aumentada por conta da imposição da ALÍQUOTA PADRÃO (a ser implementada em 2033), que ficou na ordem de 27,5%. Ou seja, sem tirar nem pôr, é a alíquota mais alta entre todos os países do nosso planeta. Que tal? 


MOMENTO HISTÓRICO

Para deixar bem claro o quanto prefere o CAMINHO DO ATRASO, integrantes da equipe econômica do governo -petista- classificaram a aprovação da reforma tributária no Senado como -UM MOMENTO HISTÓRICO-. Sem dúvida: a HISTÓRIA aí está para apontar os MILHARES DE INSUCESSOS que foram, e continuam sendo colhidos por GOVERNOS SOCIALISTAS E/OU COMUNISTAS. 


PROSPERIDADE

Só para lembrar: em todos os estudos que tratam de economia, o CAMINHO DA PROSPERIDADE passa, necessariamente, pela 1- REDUÇÃO DE IMPOSTOS; 2- pela LIBERDADE ECONÔMICA; e 3- pela INOVAÇÃO. Como se vê, os governos socialistas abominam a PROSPERIDADE e se fixam na ROTA DO ATRASO que proporciona a FUGA DOS INVESTIDORES E CONSUMIDORES. 


ESPAÇO PENSAR+

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: A NOITE DOS CRISTAIS, por Roberto Rachewsky. Confira aqui: https://pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais

08 nov 2023

O DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO É OUTRO


DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO

Entra dia e sai dia e o tema dominante no nosso empobrecido Brasil segue sendo o DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO, cuja previsão do GOVERNO e de vários economistas consultados semanalmente pelo do Boletim FOCUS, para 2023, está por volta de 1,1% do PIB - algo como R$ 106,5 bilhões no ano. 


O DÉFICIT NÃO CORRESPONDE A APENAS 1% DO PIB

Pois, na visão clara, responsável e muito criteriosa do mestre em Administração, Stephen Kanitz, o DÉFICIT ORÇAMENTÁRIO DA UNIÃO NÃO CORRESPONDE A APENAS 1% DO PIB, como vem sendo divulgado. Em ADMINISTRAÇÃO, segundo Kanitz, ensinamos CONTABILIDADE DE CUSTOS, ORÇAMENTO GERENCIAL E ESTATÍSTICA CORPORATIVA para evitar erros no início da análise e, assim, facilitar a busca por soluções verdadeiras. Eis o que Kanitz diz a respeito:


O DÉFICIT REAL É DE 6% PARA 2024 E 7% PARA 2025 E 2026

Para o ano de 2024, as RECEITAS estão estimadas em 5,546 trilhões, enquanto as DESPESAS alcançam 5,666 trilhões, resultando em um déficit de 120 bilhões. O que corresponde a 1% do PIB de 10 trilhões. Economistas acham que esse DÉFICIT DE 1% será facilmente financiado por MAIS DÍVIDA, o que de fato seria razoável se o número fosse correto. No entanto, o DÉFICIT REAL É DE 6% para 2024 e aumentará para 7% nos anos seguintes, incluindo 2025 e 2026.


CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS

A questão central é que Haddad e Lula estão considerando as CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS como RECEITAS DO GOVERNO, quando na verdade são DÍVIDAS DE LONGO PRAZO, obrigações a serem pagas pelos próximos governos. Portanto, as RECEITAS REAIS DE 2024 serão de apenas 5 TRILHÕES , enquanto as DESPESAS atingirão 5,666 TRILHÕES, resultando em um DÉFICIT de 666 BILHÕES, que corresponde a 6% do PIB.


COMPARTILHE ESTA ANÁLISE

É importante destacar que as contribuições previdenciárias representam uma Dívida de Longo Prazo, não uma Receita corrente. De novo: contribuições previdenciárias são uma Dívida a Longo Prazo e não uma Receita corrente.  Esse déficit de 26% durante o governo Lula terá que ser financiado por dívidas que serão pagas pelos governos futuros, o que pode ser considerado antiético e injusto, embora não seja inconstitucional. Uma parte significativa desse financiamento, ou seja, 540 bilhões, já está assegurado e será proveniente dessas contribuições previdenciárias dos cidadãos, em vez de serem destinadas a fundos de pensão próprios, como muitos liberais e conservadores sugerem. 
Este déficit de 26% do PIB em 4 anos é de proporções monumentais e deve ser cuidadosamente considerado. Portanto, é crucial conscientizar os contribuintes sobre esse déficit de 26% do PIB, pois economistas, tanto do setor privado quanto do governo, podem estar inadvertidamente conduzindo recursos previdenciários para um Estado com sérios problemas financeiros e insolvente. 

 

Compartilhe esta análise, pois é essencial que informações precisas sejam disseminadas.

- O DÉFICIT SERÁ DE 26% do PIB e os contribuintes para a previdência precisam saber disto.



Leia mais

07 nov 2023

ENEM IDEOLÓGICO


ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio -ENEM-, queiram ou não, é reconhecido em todos os cantos do nosso imenso Brasil como um dos principais instrumentos utilizados para -MENSURAR A QUALIDADE DO ENSINO MÉDIO-. Mais: a partir de 2009, o ENEM ganhou força e se transformou numa legítima PORTA DE ENTRADA para ingresso de estudantes na maioria dos cursos oferecidos pelas instituições de ensino superior.


PROVAS, ESPECIALISTAS E REVISORES

Vale lembrar que o ENEM é composto por UMA PROVA DE REDAÇÃO e QUATRO PROVAS -(com 45 questões objetivas cada) -linguagens, matemática, ciências humanas e ciências da natureza-, cuja elaboração é feita por ESPECIALISTAS SELECIONADOS por meio de chamada pública do INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, os quais devem seguir a MATRIZ DE REFERÊNCIA, GUIA DE ELABORAÇÃO E REVISÃO DE ITENS ESTABELECIDOS e, após escritos, ainda passam por REVISORES. 


SETOR AGRÍCOLA DEMONIZADO

Pois, para deixar bem claro as reais intenções -comunistas- deste governo - coisa que nada tem de surpresa- na questão que foi colocada para quase 4 milhões de alunos que fizeram a PROVA DO ENEM, no último domingo, os ESPECIALISTAS se esmeraram na arte de DEMONIZAR O SETOR AGRÍCOLA BRASILEIRO. 


QUESTÃO 89

Na- QUESTÃO 89-, por exemplo, sem tirar nem pôr, os ESPECIALISTAS simplesmente atacaram a “lógica do agronegócio” no Cerrado. Segundo a questão, “o modelo capitalista subordina homens e mulheres à lógica do mercado”. De um lado, o capital impõe os conhecimentos biotecnológicos, como mecanismo de universalização de práticas agrícolas e de novas tecnologias, e de outro, o modelo capitalista subordina homens e mulheres à lógica do mercado. Assim, as águas, as sementes, os minerais, as terras (bens comuns) tornam-se propriedade privada. Além do mais, há outros fatores negativos, como a mecanização pesada, a “pragatização” dos seres humanos e não humanos, a violência simbólica, a superexploração, as chuvas de veneno e a violência contra a pessoa”. Os elementos descritos no texto, a respeito da territorialização da produção, demonstram que há um:

a) cerco aos camponeses, inviabilizando a manutenção das condições para a vida. 

b) descaso aos latifundiários, impactando a plantação de alimentos para a exportação. 

c) desprezo ao assalariado, afetando o engajamento dos sindicatos para com o trabalhador. 

d) desrespeito aos governantes, comprometendo a criação de empregos para o lavrador. 

e) assédio ao empresariado, dificultando o investimento de maquinários para a produção 


GABARITO OFICIAL

Querem mais? Pois, segundo o GABARITO OFICIAL , amplamente divulgado por veículos de mídia, como o G1, por exemplo, a resposta correta da QUESTÃO 89 seria a alternativa “A”. Ou seja - DEMONSTRA que há - UM CERCO AOS CAMPONESES, INVIABILIZANDO A MANUTENÇÃO DAS CONDIÇÕES PARA A VIDA!.  Que tal? 


ESPAÇO PENSAR+

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: FACA SEM CABO E SEM LÂMINA , por Percival Puggina. confira aqui: https://pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais

06 nov 2023

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E OS MANDAMENTOS


MORAL CATÓLICA

Em março deste ano, o Anuário Pontiffico publicou um levantamento dando conta que o Brasil é o país com mais fiéis católicos no mundo. Como os DEZ MANDAMENTOS formam a base e o fundamento da MORAL CATÓLICA, os fiéis se comprometem a cumprir os seguintes -deveres fundamentais do homem para com Deus, para com o próximo e para com a Igreja-.:

           1.º - Adorar a Deus e amá-lo sobre todas as coisas.

           2.º - Não usar o Santo Nome de Deus em vão

           3.º - Santificar os Domingos e festas de guarda.

           4.º - Honrar pai e mãe (e os outros legítimos superiores)

           5.º - Não matar (nem causar outro dano, no corpo ou na alma, a si mesmo ou ao próximo)

           6.º - Guardar castidade nas palavras e nas obras.

           7.º - Não furtar (nem injustamente reter ou danificar os bens do próximo).   

           8.º - Não levantar falsos testemunhos (nem de qualquer outro modo faltar à verdade ou difamar o próximo)

           9.º - Guardar castidade nos pensamentos e desejos.

          10.º- Não cobiçar as coisas alheias.


NUNCA FOMOS SANTOS

Pois, ontem, ao folhear o livro de crônicas e paródias -NUNCA FOMOS SANTOS- me deparei com o ótimo texto do pensador Silvio Sibemberg, que diz o seguinte:

- Deus resolveu atualizar seus arquivos, dar uma revisada nos mandamentos. Em cinco mil anos as coisas podem ter mudado, pensou o bom velhinho. Entrou na internet para ver como os homens, feitos a sua imagem, se comportavam. Primeira providência divina foi baixar o aplicativo do ChatGPT pelo seu wi-fi de um quinquilhão de terabytes e pedir ajuda. A técnica seria a seguinte: passar os velhos mandamentos - aqueles que havia gravado a fogo na pedra e entregue a Moisés - e pedir a opinião da IA sobre se eles ainda faziam sentido:


MANDAMENTOS SOB A ÓTICA DA CHAPGPT

1º AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS

R: Há controvérsia, muitos não o conhecem e entre Zeus e Deus estão optando pelo Eus. E muitas outras coisas boas que podem ver, tocar e sentir.

 

2º NÃO TOMAR SEU SANTO NOME EM VÃO

R: Complicado. Estão Lhe xingando muito. Não admitem que Senhor deixe tanta gente morrer de fome, de Covid e nas guerras. 

 

3º GUARDAR DOMINGOS E FERIADOS 

R: Esses estão sendo respeitados, o pessoal adora um feriadão, sextas e sábados vão para a balada e domingo é dia de futebol. 


SEGUE...

4º HONRAR PAI E MÃE

R: É ruim, os filhos têm que dar um google e olhar na vida pregressa dos velhos. A turma anda duvidando de tudo hoje em dia, pedem exame de DNA a revelia - não sabem mais nem a quem honrar.

 

5º NÃO MATARÁS CHAPGPT

R: Os homens até se esforçam, mas nas guerras, se não matarem, morrem. 

 

6º MANTERÁS A CASTIDADE

R: Deleta, o pessoal anda muito a fim de se divertir. Sacerdotes pedófilos e freiras que ajoelham frente à bispos desmoralizaram completamente esse mandamento.


A PERDIÇÃO TOMOU CONTA...

7º NÃO ROUBARÁS

R: Os exemplos andam escassos. Com ladrões julgados e descondenados sendo soltos, essa está sob judice.

 

8º NÃO LEVANTAR FALSO TESTEMUNHO

R:  Nessa época de fake news está muito difícil controlar as redes sociais. 

 

9º NÃO DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO

R: Muito desatualizado. As novelas da Globo ensinam o contrário. 

 

10º NÃO COBIÇARÁS COISAS ALHEIAS

Resposta: Mesma ai de cima, está valendo tudo.

 

Deus, estarrecido, resolveu largar de mão a humanidade. A perdição tomou conta.


ESPAÇO PENSAR+

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: IDEOLOGIA SANGUINÁRIA, por Alex Pipkin. Confira aqui: https://pontocritico.com/espaco-pensar 



Leia mais

03 nov 2023

ABSURDO TRIBUTÁRIO


REFORMA, SEGUNDO OS DICIONÁRIOS

Segundo constam em todos os DICIONÁRIOS mundo afora, REFORMA é toda e qualquer MUDANÇA introduzida em algo COM A FINALIDADE DE APRIMORAMENTO E OBTENÇÃO DE MELHORES RESULTADOS. 


O CASO -TRIBUTÁRIO-

Pois, quem está acompanhando o andamento da PEC da -REFORMA (??)- TRIBUTÁRIA no Senado, cujo relatório deverá ser votado nesta 4ª feira, 9/11, na Comissão de Constituição e Justiça, e na mesma semana também no Plenário, tem tudo e mais um tanto para jamais ser chamada de REFORMA.


APRIMORAMENTO

Antes de tudo, quando a FINALIDADE estava restrita à necessária SIMPLIFICAÇÃO TRIBUTÁRIA, aí, com toda a certeza, o emprego do termo -REFORMA- correspondia ao que dizem os DICIONÁRIOS, pois contemplava, exclusivamente, o APRIMORAMENTO E OBTENÇÃO DE MELHORES RESULTADOS traduzidos em FACILITAÇÃO e COMPREENSÃO no que diz respeito ao PAGAMENTO DE TRIBUTOS, assim como a quem deveriam ser destinados. 


REMENDO PREVIDENCIÁRIO

Se no caso da PEC DA PREVIDÊNCIA, as ABSURDAS MUTILAÇÕES promovidas no Congresso implicaram em REMENDO PREVIDENCIÁRIO, a considerar que a maioria dos deputados e senadores desprezaram por completo o necessário -SISTEMA DE CAPITALIZAÇÃO-, preferindo manter o TRÁGICO E INSUSTENTÁVEL -SISTEMA DE REPARTIÇÃO-, o que é minimamente cabível consagrar a existência de uma REFORMA PREVIDENCIÁRIA. De novo: com muita boa vontade, o que foi aprovado foi um REMENDO PREVIDENCIÁRIO. 


ABSURDO TRIBUTÁRIO

Para que fique bem claro, o que está pronto para ser votado e, possivelmente aprovado, é um FESTIVAL DE EXCEÇÕES TRIBUTÁRIAS, as quais, inevitavelmente, para garantir as ARRECADAÇÕES DOS IMPOSTOS -FEDERAIS, ESTADUAIS E MUNICIPAIS-, vão implicar alíquotas extremamente exageradas. Como se percebe, bem diferente do REMENDO PREVIDENCIÁRIO, os brasileiros serão contemplados com um ABSURDO TRIBUTÁRIO, que pouco de -SIMPLIFICAÇÃO- oferece. Melhor: as mudanças propostas estão alinhadas com a FINALIDADE de que o SETOR PÚBLICO SEJA AGRACIADO COM OS MELHORES RESULTADOS. 


ESPAÇO PENSAR +

No ESPAÇO PENSAR+ de hoje: TRÊS VOZES SOBRE O MESMO TEMA.

Artigos de:

- J.R.Guzzo -ANTISSEMITISMO É SÓ RACISMO E ÓDIO, MAS AGORA VEM DISFARÇADO DE "CAUSA jUSTA"

- Roberto Rachewsky - PROPAGANDISTAS DO MAL

- Percival Puggina - KIT IDEOLÓGICO ESCOLAR: UMA OUTRA GUERRA.

Confira aqui: https://www.pontocritico.com/espaco-pensar



Leia mais