Artigos Anteriores

VAMOS AGIR?

ANO XIV - Nº 007/14 -

DESÂNIMO

O desânimo e a absoluta falta de atitude do nosso povo, como se vê, está plenamente demonstrado através do baixíssimo número de assinaturas necessárias para a apresentação de projeto de lei de iniciativa popular que prevê PENAS MAIS RÍGIDAS para CRIMES DE CORRUPÇÃO.

 

   

A ORDEM É NÃO REAGIR

Este lamentável comportamento revela, com total clareza, o quanto o povo brasileiro aprendeu, ao longo da vida, que jamais deve reagir a coisa alguma. Principalmente aos assaltos. Aliás, nestes casos a própria mídia tem se encarregado de dizer, à exaustão, que a ORDEM é de se render aos desejos dos bandidos. O que se torna cada vez mais estimulante entrar para o mundo do CRIME.

 

 

MAU COSTUME

Uma vez adquirido este -MAU COSTUME DE NÃO REAGIR- faz com que o povo, quando roubado ou desrespeitado, fique apenas INDIGNADO. Como INDIGNAÇÃO SEM AÇÃO não propõe resistência alguma às coisas que incomodam, todos ficam na espera de que apareça alguém mais destemido para fazer este papel.  

ME TORNEI VOLUNTÁRIO

Como não me conformo com o número muito baixo de assinaturas (1,2 milhão) que foram colhidas ao longo de seis meses do lançamento da CAMPANHA, que entre outras mudanças prevê penas mais rígidas para CRIMES DE CORRUPÇÃO, DIFICULTA A ANULAÇÃO DE PROCESSOS E FACILITA A RECUPERAÇÃO DE RECURSOS DESVIADOS, resolvi me tornar um VOLUNTÁRIO na BUSCA DE ADESÕES .

KIT

Como estou em Jurerê, ontem à tarde telefonei para a sede do Ministério Público Federal de Florianópolis para dizer que sou um VOLUNTÁRIO. Pois, no final da tarde já recebi, pessoalmente, um KIT com banners e várias fichas de assinatura. Com isso deixo a ZONA DE CONFORTO para entrar em campo, ou à beira mar, melhor dizendo, em busca de ASSINATURAS de brasileiros INDIGNADOS. 

INDIGNAÇÃO COM AÇÃO

Como estamos em período de veraneio em todo o país, com forte concentração de brasileiros em todos os pontos turísticos, proponho que façam o mesmo. É a INDIGNAÇÃO COM AÇÃO que não custa nada. Ao contrário: mostra o quanto somos capazes de fazer algo para o país e, principalmente, para nós mesmos. Que tal?

TEM TUDO LÁ

Quem tiver alguma dúvida basta entrar no Portal do MFP (http://www.combateacorrupcao.mpf.mp.br/10-medidas). Lá está tudo bem explicado. Ah, tem também o número do telefone do MPF de cada localidade. Atenção: a LEI DE INICATIVA POPULAR, para existir, precisa de 1,5 milhão de assinaturas. Vamos nessa?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • SERVIÇOS

    A Pesquisa Mensal de Serviços de novembro mostrou que o volume de serviços real recuou 6,3% na leitura interanual, acelerando frente à queda de 5,8% observada em outubro, e, assim, marcou o oitavo mês consecutivo de contração.

    Ainda considerando o volume real, a abertura por atividade continuou indicando uma trajetória declinante, com praticamente todos os setores registrando taxas de crescimento negativas em doze meses. A única exceção continua vindo do setor de serviços de informação e comunicação e, mesmo nesse caso, a taxa de crescimento caiu para zero.

    Entre outubro e novembro, destaque negativo para os “Serviços de transportes” (de -4,6% para -5,5%) e para os “Outros serviços” (de -8,0% para -8,5%), cujas taxas de crescimento em doze meses caíram ainda mais, atingindo novos pisos históricos.

  • DISPARATE

    A mensagem a seguir, acompanhada de um vídeo, que recebi do pensador (Pensar+) Roberto Rachewsky, é extremamente preocupante. Leiam, assistam o vídeo e tratem de fazer alguma coisa. Eis o que diz a mensagem:

    Assisti a este vídeo com indignação. Estou quase cedendo ao impulso de desistir totalmente da luta contra a mentalidade anticapitalista, irracional, parasitária e truculenta que tomou conta dos poderes públicos em todo o país.

    Pergunto, os deputados estavam cientes das consequências desta famigerada "lei", mencionada no vídeo?

    Quais as medidas necessárias para a reversão desta arbitrariedade?

    O que foi feito por parte dos deputados e senadores que defendem mais liberdade e menos taxação/regulação no Congresso (se eles existirem de fato), para que possamos tomar posse do que é nosso: nossa vida, nossa liberdade e nossa propriedade?

    É inaceitável a legislação imposta pelo "governo".

    (https://www.youtube.com/watch?v=pHM7CWedbNE)

    O que as entidades de classe tem feito para impedir tamanha arbitrariedade?

    Os conselhos de contabilidade, de economia, de administração, a OAB e outras associações de classe tem feito para neutralizar este disparate?

     

  • VONTADE DE VOMITAR

    Rachewsky recomenda, também, a leitura deste breve texto que troca em miúdos a implantação da absoluta tirania fiscal nas vendas pela internet..

    (https://medium.com/@igorgaelzer/como-a-mudan%C3%A7a-do-icms-afetou-profundamente-nosso-neg%C3%B3cio-de-e-commerce-9cf05282b33a#.8ehmzlz8w) . Tenho a impressão que os leitores vão ter vontade de vomitar...

    Espero que seja possível revogar esta peça kafkaniana originada em Brasília.
     

  • SINDILOJAS EM NY

    Direto de Nova Iorque o Sindilojas Porto Alegre promove neste sábado, dia 16, uma edição especial do Café com Lojistas sobre os Destaques do Varejo Americano.. O encontro contará com 4 palestras que apresentarão as características do principal mercado varejista do mundo para os empresários que participam da NRF 2016 pela Missão Empresarial do Sebrae/RS.

    O evento será transmitido ao vivo no aplicativo Periscope, pelo perfil @sindilojaspoa, a partir das 11h (horário de Brasília). Confira a programação completa do painel (pelo horário de Brasília):

    11h Abertura

    11h10 - Palestra: Empreendedorismo americano, com Paulo Kruse
    Presidente do Sindilojas Porto Alegre. É Administrador de Empresas e proprietário da loja Patchwork. Kruse é também vice-presidente de comércio varejista da Fecomércio-RS, na gestão 2014-2018. É membro do conselho deliberativo da Sogipa desde 2001 e conselheiro do CDL Porto Alegre, desde 2010. Ex-delegado da Fecomércio-RS na gestão 2010-2014.

    11h30 - Palestra: Experiência de compra, com Fabiano Zortea
    Coordenador estadual de projetos de qualificação de empresas para os setores de comércio e serviços do Sebrae/RS. Desenvolve metodologias e planos de capacitação para grupos de empresas. Realiza palestras em feiras e eventos do setor. Possui graduação em Administração de Empresas (Unisinos, 2007) e MBA em Gerenciamento de Projetos (Fundação Getúlio Vargas, 2009). Há 12 anos atua no Sebrae/RS desenvolvendo atividades de empreendedorismo e gestão para micro e pequenos negócios. Participou das três últimas edições da NRF.

    11h50 - Palestra: Ambientação de loja, com Fernanda Schaan
    Arquiteta e Urbanista, graduada pela UFRGS em 2005. Atua há 10 anos à frente da Schaan Arquitetura de Soluções, desenvolvendo projetos na área comercial e para o varejo, especialmente para redes empresariais e franquias. É consultora do Sebrae/RS, especialista na área de Comunicação Visual e Fachadas. Participou das duas últimas edições da NRF Big Show - 2014 e 2015.

    12h10 - Palestra: Gestão Estratégica, com Adriano Braga
    Sócio-diretor da Upper Design, empresa especializada em Design Estratégico focado em Resultados para o Varejo. Arquiteto e especialista em comportamento de consumo com 21 anos de experiência e clientes como Lojas Renner, Paquetá, Souza Cruz, Pão de Açúcar, Sebrae e outros.

    12h30 - Encerramento
     

FRASE DO DIA

O Brasil é “uma economia em que as aspirações superam em muito a capacidade de gerar satisfações”.

Bob Fields