Artigos Anteriores

RAZÕES PARA TANTO ÓDIO

ANO XIV - Nº 007/14 -

EXPLICAÇÃO CONVINCENTE

Ontem, num daqueles típicos encontros onde amigos se reúnem com o propósito de -jogar conversa fora-, um deles me perguntou se havia uma RAZÃO CONVINCENTE para explicar este indisfarçável ÓDIO que boa parte da mídia nutre e escancara, notadamente as organizações Globo, contra o presidente Jair Bolsonaro.

GASTOS DE PUBLICIDADE

Sem pestanejar, mesmo sabendo que seria repetitivo, mencionei -ipsis literis- aquilo que inclusive já havia abordado num editorial escrito no mês de junho, no qual expus o quanto a Caixa Econômica Federal economizou, ao longo do primeiro trimestre de 2019, em termos de GASTOS COM PUBLICIDADE.

CORTE DE PUBLICIDADE

Pois, a exemplo do amigo que fez a tal indagação, suponho que muita gente também não saiba que a grande e indiscutível RAZÃO para tanto ÓDIO se deve ao profundo corte de GASTOS EM PUBLICIDADE das grandes  ESTATAIS FEDERAIS, como Petrobrás, Caixa Federal, Correios, Eletrobrás e BNDES, principalmente.

REDUÇÃO DOS GASTOS EM 98%

De novo: após DESPESAS COM PUBLICIDADE E PATROCÍNIOS na ordem de R$ 1,1 BILHÃO em 2018, só no primeiro trimestre de 2019 os gastos da CAIXA, com as duas rubricas, somaram apenas R$ 14 MILHÕES. Mais: o presidente da estatal, Pedro Guimarães, destacou: "- Estamos reduzindo em 98% os gastos com publicidade e patrocínio".

A FONTE SECOU

Como os leitores devem ter percebido, todas as demais estatais mencionadas aí acima fizeram praticamente o mesmo, ou seja, a fonte que engordava substancialmente o caixa dos grandes veículos de comunicação, notadamente a Globo, simplesmente SECOU.

MAL-ESTAR

Ora, o severo mal-estar provocado por esta espetacular ECONOMIA DE GASTOS EM PUBLICIDADE acabou se transformando num indisfarçável ÓDIO. Some-se a isto a edição da recente MP que permite às empresas de capital aberto a publicação de seus balanços no site da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) ou do DO (Diário Oficial), de forma GRATUITA. Tá explicado?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PIB - BRASIL E EUA

    - O PIB do Brasil subiu 0,4% entre abril e junho em relação aos três meses anteriores, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE.  Já em relação ao segundo trimestre de 2018, o PIB registrou o décimo resultado positivo seguido, em +1,0% e ganhando tração em relação ao resultado anterior (+0,5%), no mesmo confronto. Com isso, o PIB brasileiro acumula alta de 1,0% nos últimos 12 meses até junho. Em valores, o PIB do país somou R$ 1,780 trilhão entre abril e junho deste ano.

    - O PIB dos EUA cresceu 2,0% no segundo trimestre em relação ao trimestre anterior, em base anualizada, uma desaceleração ante o primeiro trimestre, quando houve expansão de 3,1%. Os dados são da segunda leitura divulgada pelo Departamento de Comércio do país.

  • ESPAÇO PENSAR+

    Eis o texto do pensador Percival Puggina - DALLAGNOL NÃO É MEU AMIGO, MAS...- :

              Não. Ele nem sabe que eu existo. Mas mexeu com ele, mexeu comigo. E vale o mesmo para o juiz Sérgio Moro e para a Lava Jato como um todo.

              O trabalho de combate à corrupção desenvolvido por todos os que participaram e participam da força tarefa tem um valor capaz de garantir nome de rua e monumento na praça. A Lava Jato, graças ao trabalho de seus procuradores, dos policiais federais, do juiz Moro e seus sucessores representa o mais extraordinário salto ético no ambiente judicial, político e nas relações de poder no Brasil.

              Agiram com plena consciência dos riscos a que se expunham. Sabiam que as condenações, as prisões, os aplausos que recebiam e recebem da sociedade brasileira fariam desabar sobre eles ciúmes cômicos e iras cósmicas daqueles a quem falta brio e brilho. Não se toma dinheiro de organizações criminosas sem pagar por isso. No submundo do crime, coisas assim acabam em saco plástico na cabeça e esquartejamento. No grande mundo do crime, as estratégias não são mais brandas: a vítima vai ser despedaçada por outros modos, jogarão um saco plástico sobre sua voz, cuidarão de desfazer seus feitos e atacarão o que mais apreço lhe merece: seu patrimônio moral, sua família e assim por diante. Na ribalta da comunicação social não faltam gangsteres para executar esse trabalho sujo.

              Também no mundo trevoso das instituições nacionais há quem se deslumbre com argumento de bandido. Há quem fique indignado quando algum juiz destemido condena frequentadores dos grandes salões, e mais ainda quando audaciosa ordem de prisão é expedida.

              Faz sofrer, como brasileiro, a consciência de que heróis nacionais estão sendo atacados por personagens que entrarão para a história como pombos de estátua. Aparecerão nas fotos sujando os homenageados.

              Quão pequenas são essas almas que se contorcem em sentimentos tão vis quanto inveja e ciúme. Por mais rebuscada que seja a retórica, ela não oculta a expressão das faces.

    Incomoda-me, então, a sensação de que Deltan Dallagnol está ficando ao relento. Isso é inaceitável. Não, Deltan não é meu amigo, mas mexeu com ele, mexeu comigo.

  • BATIDO O MARTELO

    Hoje, em leilão na B3, foi realizada a primeira PPP da história do Rio Grande do Sul. Trata-se da PPP de iluminação pública de Porto Alegre, onde oito consórcios e empresas apresentaram lances neste que foi o leilão mais disputado dos últimos 10 anos da Bolsa de Valores de São Paulo. O consórcio vencedor foi o IP SUL.  Parabéns ao prefeito Marchezan e sua equipe, pois essa confiança dos investidores demonstra a competência da prefeitura e do BNDES na condução do processo.

  • AGOSTO DOURADO

    A AHMI (Associação dos Amigos do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas) aproveita a campanha de aleitamento materno Agosto Dourado para divulgar a chegada da Bomba Extratora de Leite Humano ao Banco de Leite Humano do Hospital Presidente Vargas. O aparelho faz parte de um lote de equipamentos recentemente adquiridos pela AHMI com recursos levantados pelo projeto Lance de Craque. A bomba de leite é recomendada para mães que precisam estimular a produção de leite assim como para as que precisam criar um estoque. No hospital, será fundamental para a doação de leite de voluntárias para a alimentação de bebês prematuros internados na UTI Neonatal.

    Também neste ano, a AHMI já captou para o hospital, através do projeto FUNCRIANÇA e de doações diretas, recursos que possibilitaram a aquisição de 27 equipamentos fundamentais como ultrassom, pistola para biópsia de mama, incubadora, mesa cirúrgica para obesos, RX com contraste entre outros.

FRASE DO DIA

Sem sentido ético é impossível a vida em sociedade.

F. G. de Matos