Artigos Anteriores

O CHILE E O BRASIL

ANO XIV - Nº 007/14 -

CHILE

Enquanto o PIB brasileiro encolhe a cada semana como informam tanto o Boletim Focus quanto o IBGE, o PIB do Chile não para de crescer. Mais: vai além das expectativas do mercado, como informa o IMACEC (Indicador Mensual de Actividad Económica).

IMACEC

Na semana passada, por exemplo, a projeção do IMACEC apontava para uma alta de 5% para o PIB chileno, em 2012. Nesta semana a expectativa mudou. Para melhor, gente. Agora, o crescimento econômico esperado para aquele importante país andino é de 5,7%. Que tal?

MATRIZ

Nunca é demais repetir que o Chile não é diferente dos demais países do mundo. Isto significa que também está sendo afetado pela crise mundial. A diferença, entretanto, é que além de Pinochet ter feito as reformas necessárias, com o auxílio dos Chicago Boys, os governos que o sucederam não mexeram na matriz de desenvolvimento. Simples, não?

SEM DISCURSOS

Um outro detalhe importante é que em nenhum momento os governantes chilenos saíram mundo afora discursando contra as políticas de austeridade adotadas pelos países da União Europeia. Trataram de enfrentar as adversidades com mais competitividade.

PRIMEIRO MUNDO

Este crescimento do PIB do Chile, portanto, nada mais é do que uma resultante da matriz moderna de desenvolvimento do país. Lá a carga tributária é baixa, a competitividade é alta e a burocracia não emperra os negócios. Por isso, o Chile é considerado o único país de primeiro mundo situado na América Latina.

OUTROS PAÍSES

Além do Chile, outros países, como o México, Peru e Colômbia, também devem apresentar crescimento econômico robusto em 2012. Pelos mesmos motivos. Como todos os quatro países acima se fizeram representar na reunião de Cúpula Ibero-americana, em Cádiz, no mês passado, é bom lembrar que nenhum de seus líderes esteve lá para dizer que, se não for dado um basta na austeridade, os países latinos sairão prejudicados. Só a Dilma teve esta preocupação...

CORRUPÇÃO

Nesta semana, como estamos assistindo, o governo Dilma resolveu adotar medidas cuja pretensão é fazer o Brasil crescer em 2013. Começa com enorme atraso, pois já se passaram dois anos desde que assumiu. E, até agora, a única colheita farta no país foi, sem dúvida alguma, a CORRUPÇÃO. Neste quesito, o Brasil se deu bem. Muito bem...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PSI
    O ministro Guido Mantega, anunciou ontem a extensão do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) para 2013. Serão destinados R$100 bilhões, sendo que cerca de R$85 bilhões virão do BNDES e o restante via sistema.
  • IDP-DI
    O Índice Geral de Preços ? Disponibilidade Interna (IGP-DI) variou 0,25%, em novembro, taxa superior à registrada em outubro, de -0,31%. A variação acumulada em 2012, até novembro, é de 7,39%.
  • SOJA
    Segundo o portal IBRE, a soja, que teve um papel preponderante na aceleração do IGP-M em 2012, acumulando alta de 70,10% de janeiro a novembro, a expectativa para 2013 pode exercer influência oposta. Três fatores explicam a trajetória esperada de redução: preços extremamente atraentes para o produtor; mercados ávidos pela recomposição dos estoques e custos com altas modestas.
  • ATA DO COPOM
    O Comitê de Política Monetária (Copom) divulgou hoje a ata de sua última reunião do ano, encerrada na semana passada. O documento ressaltou que o BC vê uma acomodação dos preços e uma inflação que caminha para atingir a meta, justificando, assim, a manutenção da taxa básica de juros em 7,25%.

FRASE DO DIA

A ECONOMIA IMITA O PARAQUEDAS: SÓ FUNCIONA QUANDO ESTÁ ABERTA.

Albert Hirschman