Artigos Anteriores

GUERRA AO ROMBO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

ANO XIV - Nº 007/14 -

NOTÍCIA VELHA

Entra mês e sai mês e lá vem o incorrigível Ponto Crítico para repetir e comentar a mais velha de todas as notícias: o déficit da Previdência Social (só do INSS), não só cresce como é maior do que o apresentado no período anterior.

SISTEMA INJUSTO

Pois, rigorosamente, sem qualquer falsidade numérica ou má vontade, permanecendo este estúpido e injusto sistema de repartição, as contas da Previdência não têm como mostrar qualquer superávit.

CADA VEZ MAIOR

Assim, no mês de abril, sem qualquer surpresa, o déficit da Previdência Social (só do INSS, insisto) foi ainda mais significativo: na comparação com igual período do ano passado, o saldo entre arrecadação e pagamento de benefícios fechou negativo em R$ 5,729 bilhões.

DESTAQUE

Anote aí: em relação a abril de 2010, a alta foi de 79%, gente. Quer mais? Pois, se a comparação for com relação a março o aumento do déficit foi de 81,4%. Que tal?

GUERRA AO INIMIGO

Falando francamente, gente: não sei qual o valor que o déficit precisa atingir para que o governo tome jeito. Ao invés de querer acabar com a guerra fiscal deveria declarar uma poderosa guerra contra o rombo da Previdência. Somando o déficit do INSS ao déficit da Previdência dos servidores da União, que é ainda maior, aí está uma das causas da nossa falta de competitividade.

ROMBOS SOMADOS

Somando os rombos das contas acima, a conta negativa fica em torno de R$ 115 bilhões/ano. Isto que não contempla as contas da Previdência de vários Estados e Municípios. Aí, só o RS entra como o pior de todos, pois mais de 30% de tudo que o RS arrecada com impostos vai diretamente para a conta dos aposentados do setor público gaúcho.

PROJETO TÍMIDO

Diante deste descalabro, pasmem: muita gente está resistindo ao projeto que mexe com a Previdência do Estado do RS, apresentada pelo governador Tarso Genro à Assembléia Legislativa. Isto que o projeto é muito tímido. Decididamente, não resolve o problema. Dá para entender?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • EU NÃO FALEI?
    Depois de dois dias de reuniões, os governos do Brasil e da Argentina chegaram a um impasse nas tentativas de derrubar as barreiras mútuas que impuseram ao comércio bilateral. As licenças não automáticas de importação serão mantidas como estavam e os dois países se comprometeram a retomar as discussões em até duas semanas, em São Paulo ou no Rio de Janeiro. Ou seja: não houve avanço prático de curto prazo.
  • BANRISUL NO MUNICÍPIO
    O Banrisul lançou, durante reunião com a Associação dos Municípios da Fronteira Oeste (AMFRO), o programa -Banrisul no Município-, o qual será coordenado pelo vice-presidente do Banco, Flavio Lammel. A iniciativa prevê a realização de encontros na sede da instituição, em Porto Alegre, com as 27 associações que congregam os municípios regionalmente no Estado. Já estão programadas mais duas reuniões no próximo mês com as associações dos municípios do Alto da Serra do Botucaraí e do Planalto.
  • TURISMO DE EVENTOS
    O impacto do segmento de turismo de eventos na economia de Porto Alegre e Região Metropolitana deverá chegar a R$ 126 milhões neste ano, o que equivale a um salto expressivo de 63% em comparação aos últimos dois períodos (2009 e 2010). Cerca de 170 mil visitantes chegarão à capital para participar de 33 eventos apoiados pelo POACVB em 13 diferentes segmentos, com especial destaque para a área médica, que já possui 12 congressos confirmados. A estimativa é de um acréscimo de 74% no público participante.
  • ÁFRICA
    O chef do Senac-RS Mamadou Sène e o chef do Hotel Sheraton, Mauro Souza, preparam um jantar especial com pratos típicos de diferentes países africanos. O Festival Gastronômico é realizado para comemorar o Dia Mundial da África. Além da culinária, decoração temática e performance de dançarinos da Guiné Bissau completam a festa. O evento acontece no Bistrô Porto Alegre do hotel nos dias 26, 27 e 28 de maio.
  • MINIEMPRESA
    Nos dias 28 e 29 de maio, sábado e domingo, acontece a Feria Junior Achievement. Cerca de 700 estudantes de 28 escolas estarão comercializando produtos fabricados por eles mesmos.

FRASE DO DIA

A enfermidade do ignorante é ignorar sua própria ignorância.

Amos Bronson Alcott