Artigos Anteriores

E A GESTÃO?

ANO XIV - Nº 007/14 -

INFRAERO

As notícias que chegam de Brasília é que o governo pretende abrir o capital da Infraero. Mas, de antemão já afirma que vai continuar mantendo o controle acionário nas mãos da União. Antes que alguém comece a especular sobre o assunto é importante que tenha consciência do seguinte:

GOVERNANÇA

Só abrir o capital, sem criar o dispositivo imprescindível da Governança Corporativa, da gestão correta, é uma temeridade para o investidor menos avisado. Continuar escolhendo os membros da diretoria por critério políticos, o que é uma marca estúpida da administração pública do país, é simplesmente condenar o projeto ao fracasso.

MAIS PROBLEMAS

Problemas não faltam em todas as estatais brasileiras. No caso da Infraero, um deles, como é sabido, é a falta de recursos para investimento. Este, porém, é só um dos problemas da estatal. A falta de investimentos concorre com a absoluta incompetência demonstrada por sua diretoria. Este é problema gritante.

PRIVATIZAR

Qualquer movimento, portanto, que passe pela abertura de capital da Infraero deve ser precedido de uma política correta de administração da estatal. Na minha opinião, se fosse para dar o grande e definitivo salto para o sucesso, melhor seria se empresa fosse privatizada. Caso contrário é por dinheiro dos acionistas fora.

UMA CONSTANTE

Hoje já não é possível que alguém ainda não saiba que os atrasos nos vôos viraram uma constante. Portanto, todo passageiro já sabe, mesmo que não goste, que praticamente todos os vôos enfrentam problemas. Se os vôos atrasados fossem uma novidade recente, e as causas não fossem bem conhecidas, até que daria para entender a irritação de alguns passageiros. Gente, já está pra lá de evidente que o número de vôos ficou sobre-ofertado, exagerado, depois da decisão tomada pelos controladores, de cuidar de no máximo 14 aeronaves cada um.

OUTRAS DIFICULDADES

Outras sérias dificuldades se somaram para refletir o terrível caos do sistema aéreo, iniciado a partir do acidente dos aviões da Gol e do Legacy. Assim, mesmo considerando tão somente a decisão dos controladores, já temos motivo suficiente para entender o enorme atraso das decolagens e dos cancelamentos de muitos vôos.

REALIDADE

Diante da incontestável realidade, em que os controladores de vôos não vão se multiplicar só porque os passageiros e as companhias aéreas assim o desejam, nada mais lógico do que entender que, nas condições atuais os atrasos vão continuar. A não ser que haja uma adequada diminuição da oferta de vôos da mesma forma com que houve diminuição de aeronaves monitoradas pelos controladores.A formação de novos controladores, assim como a ampliação de aeroportos, além do prazo (mais de dois anos) dependem de recursos. E aí a única coisa que pode, e deve ser feita, é que os investimentos e as iniciativas aconteçam mais rápido possível.

LEVA TUDO

A quinta edição do LEVA TUDO termina no próximo domingo (29), com mais de 4,5 mil pontos de venda na Capital e expectativa de 5% no crescimento das vendas, em comparação com o mesmo período do ano passado. O presidente da CDL de Porto Alegre, Vilson Noer, lembra que as baixas temperaturas estão contribuindo para o bom andamento da campanha, destacando que até o final da semana, as vendas devem agregar cerca de R$ 30 milhões.

FÓRUM

Na próxima semana será realizado, em Porto Alegre, o II Fórum Estadual de Planejamento Familiar, que tem o objetivo de mobilizar a sociedade civil e os municípios do RS a adotarem a aplicação da política de Planejamento Familiar. O evento reunirá representantes da ONG Brasil Sem Grades, do Governo do RS, da Assembléia Legislativa do Estado, do Poder Judiciário do Estado, do Ministério Público do Estado, da Defensoria Pública do Estado, profissionais da área, entre outros.

USEn

Inaugura hoje, 27, a nova sede da Universidade SEBRAE de Negócios (USEn). Localizada na Rua Siqueira Campos, 805, no Centro de Porto Alegre, a instituição é focada na formação de empreendedores. A USEn oferece aos alunos os cursos de Marketing e Vendas, Gestão em Finanças, Gestão Avançada e Qualidade, Comportamento e Liderança, Agronegócios, Educação à Distância e Abertura de Empresas. Além disso, a universidade promove palestras gratuitas como Melhorias Empresariais, Gestão Financeira, Mercado, Comércio Exterior, entre outros.

ENCONTRO

O presidente do Banco Central do Brasil, Henrique de Campos Meirelles, participa no próximo dia 17 de agosto do Encontro Com da Federasul. Ele fará palestra aos empresários gaúchos às 17h30. O Encontro Com é o espaço criado pela Federasul, em 2006, para discutir temas da atualidade.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.

Platão