Artigos Anteriores

DOMINADO PELA FRUSTRAÇÃO

ANO XIV - Nº 007/14 -

CONTINUO DESANIMADO

Os leitores/assinantes do Ponto Crítico sabem o quanto sempre usei da máxima franqueza, da responsabilidade e de fundamentos para me comunicar. Pois, mesmo admitindo que o atual momento do país, com o povo nas ruas, é histórico, o meu desânimo ainda permanece grande.

CONVICÇÕES CERTEIRAS

Ao longo dos últimos cinco anos, principalmente, inclusive por muitos leitores, fui considerado como pessimista nato. Bem na linha do Velho do Restelo, como referiu e classificou a presidente Dilma dias atrás. Pois, ainda assim continuei firme com as minhas convicções, que cada vez mais se definem como absolutamente certeiras.

INTERVENCIONISTAS

É certo que o povo, por ter saído, finalmente, do armário para clamar por reformas deve ser comemorado. O problema é que os nossos governantes, ao invés de tomar medidas certas e promissoras, se mantêm sempre fiéis ao atraso. Ao invés de propor um choque de liberdade na economia, estão respondendo com medidas intervencionistas.

RAZÕES PARA DESÂNIMO

Ontem, por exemplo, o governador de SP, Geraldo Alckmin, anunciou a suspensão do reajuste de pedágios nas rodovias do Estado. E, para aumentar a indignação dos sensatos, ainda negou que a medida -INTERVENCIONISTA- seja populista. Pode? Ora, ora, governador Alckmin...Outra razão que me deixou muito desanimado foram os -PACTOS- propostos pela presidente Dilma, na tarde de ontem. Pois, antes de começar a aplaudir, peço que acompanhem o meu raciocínio:

GASTOS PÚBLICOS

1- CONTROLE DE GASTOS PÚBLICOS - O mínimo que se poderia esperar quanto a este item é que Dilma propusesse uma redução dramática do número de Ministérios, de funcionários CC e encaminhasse uma poderosa reforma da Previdência. Já seria um ato de boa vontade para redução do custo-Brasil. Pois, para desespero do Brasil, nada disso aconteceu.

ROYALTIES E PLEBISCITO

2- ROYALTIES DO PETRÓLEO PARA A EDUCAÇÃO - Mais uma vez este assunto vem à tona sem uma definição da forma como devem ser administrados os recursos (se vierem). Antes da verba é preciso um plano para a educação, coisa que ainda não se viu.3- PLEBISCITO - O tema, como se sabe é pra lá de controverso. Até quem é a favor entende que a proposta esbarra em questões constitucionais. Além do mais, caso prevaleça a ideia, é óbvio que a proposta do governo tem maior chance de ser aprovada.

SAMBA DE UMA NOTA SÓ?

Quanto à proposta de levar a CORRUPÇÃO à categoria de CRIME HEDIONDO, a presidente Dilma não mencionou uma só palavra com relação aos mensaleiros assim como ficou muda com relação aos crimes cometidos pela ex-chefe de gabinete do Escritório da Presidência da República em São Paulo, denunciada pela Operação Porto Seguro, Rosemary Noronha. Pode? Confesso que não me falta boa vontade. Só não posso me deixar levar pelo entusiasmo de um pronunciamento vazio. Não consigo ficar satisfeito só porque o governo diz que está preocupado com a grave situação do país. O aumento do meu entusiasmo depende de propostas que tenham significado e que atendam aos interesses do país. Estas, colocadas pela presidente Dilma, ontem, antes mesmo de me fazerem otimista, me jogaram ainda mais para o terreno do desânimo. Desta vez imagino que não sou mais o SAMBA DE UMA NOTA SÓ. Será?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • COLETIVA
    -Hoje, pela enésima vez, a cúpula da Segurança Pública do RS concede entrevista coletiva para falar sobre os atos de vandalismo na Capital. Desta vez vai se declarar , finalmente, como incompetente?
  • VÂNDALOS A MIL
    A vandalismo praticado pelos políticos contra o povo brasileiro ganhou adeptos nas ruas. Agora, portanto, são dois grupos com o propósito de destruir o pouco que o Brasil alcançou. Viva!
  • SETCERGS
    O Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do RS (SETCERGS), promove nesta quinta-feira, 27, almoço com a imprensa na sede do Sindicato, em Porto Alegre/RS. O encontro tem como objetivo esclarecer dúvidas sobre temas de ampla relevância em relação ao transporte e a logística no RS.
  • TÁ NA MESA
    O Tá na Mesa desta 4ª feira vai receber o presidente da Hyundai Group - Brasil, Victor Park, que falará sobre: Negócios com a Korea: detalhes culturais que fazem a diferença. Às 12h, no Palácio do Comércio, no Centro de Porto Alegre.

FRASE DO DIA

ESTAR CERTO É UMA COISA MUITO SOLITÁRIA.