Artigos Anteriores

DEVER DO ESTADO?

ANO XIV - Nº 007/14 -

EXPLICAÇÃO

Num país em que os índices de Escolaridade, Saúde e Segurança são de baixíssima qualidade, tanto em termos absolutos quanto relativos, na comparação com outros países, e mesmo assim o governo goza de alta popularidade e grande aprovação, a explicação é uma só: o povo, além de extremamente ignorante é muito doente.

DEVER

Ainda que alguns governos (socialistas) entendam que devam se aventurar em várias frentes nas quais a iniciativa privada já provou ser muito mais competente, o grande DEVER do Estado é focar na Educação, Saúde e Segurança dos seus cidadãos.

CAUSA/EFEITO

Vou repetir o que todos já deveriam saber: Quanto mais pessoas forem educadas, e quanto maior for a qualidade desta educação, maior será o desenvolvimento do país e mais saudável a sua população. E, por consequência, maior será também a segurança de todos. Acaciano, não?

NOTA ALTA?

Ora, sendo estas, indiscutivelmente, as grandes tarefas (DEVER) do Estado, que ao longo dos séculos justificaram a real existência este Setor, como aprovar com nota alta um governo e um presidente que falham brutalmente, exatamente nestes pontos?

EDUCAÇÃO

Esta semana, pela enésima vez, o governo deixou bem claro que a Educação não é importante e nem é prioridade para o governo. Além de oferecer uma qualidade escolar muito baixa (basta ver a nossa posição no ranking mundial do IDH, recentemente divulgado), na hora do teste (ENEM) a situação é pra lá de hilária, para não dizer irresponsável.

SAÚDE

Na Saúde, a vergonha é total e inconcebível. Quem depende do SUS, pela total falta de administração e planejamento encontra um conforto melhor deitado num caixão de defunto.

SEGURANÇA

Na Segurança, então, a coisa beira o caos. As leis, assim como as decisões da Justiça, se definem como verdadeiros programas de estimulo ao crime. Não demora e os criminosos terão seus projetos de assaltos, roubos e homicídios financiados pelo BNDES, a uma taxa subsidiada.E, se porventura alguém comete algum crime que a Justiça, por um lapso, exige o seu encarceramento, a lotação dos presídios impõe esta impossibilidade. Ou seja: novos criminosos não podem ser presos porque os mais antigos chegaram primeiro na corrida de ocupação das celas. Pode?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • G-20
    Os líderes do G20 chegaram a um acordo em torno de um fraco compromisso para ficarem alertas em relação a desequilíbrios financeiros. Durante a cúpula em Seul, o grupo de países desenvolvidos e emergentes concordou em estabelecer -diretrizes indicativas- que meçam desequilíbrios entre as economias. As discussões, no entanto, ficaram para o primeiro semestre de 2011.
  • PAÍS DE DOENTES?
    No terceiro trimestre deste ano, a rede de farmácias Drogasil apresentou lucro líquido de R$ 21,9 milhões, crescimento de 10% em relação ao mesmo período do ano passado, quando somou R$ 19,9 milhões. O bom (?) desempenho é atribuído ao ritmo de abertura de lojas no terceiro trimestre deste ano, segundo revela a direção da empresa, que no acumulado de nove meses, foram abertas 32 lojas, totalizando 315 lojas em operação, distribuídas por 82 municípios, em cinco Estados brasileiros.
  • LUCRO DA PETRO
    A Petrobras registrou lucro de R$ 8,566 bilhões no terceiro trimestre, o que representa uma alta de 7,9% sobre os R$ 7,940 bilhões apurados em igual trimestre do ano passado.A receita líquida somou R$ 54,739 bilhões, uma alta de 14,3% no período. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização aumentou 4,6%, para R$ 14,736 bilhões.
  • COLETIVA
    O presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS), Antônio Cesa Longo, convida a imprensa para a coletiva de divulgação dos 30 agraciados do Carrinho AGAS 2010. Dia 16/11, às 10h, na sede da entidade (Rua Dona Margarida, 320 ? Porto Alegre/RS). A cerimônia de premiação acontece no dia 22 de novembro, no Grêmio Náutico União.

FRASE DO DIA

Saber o que é certo e não o fazer é a pior covardia.

Confúcio