Artigos Anteriores

CORRUPÇÃO, ESPERTEZA E INCOMPETÊNCIA

ANO XIV - Nº 007/14 -

PREFIRO OS CORRUPTOS

Já afirmei em oportunidades anteriores que, em não havendo outra possibilidade de escolha, é sempre preferível eleger políticos corruptos do que ficar com os incompetentes. Já no quesito de esperteza estou convencido de que aí não há possibilidade de escolha. Esta já é uma característica comum em todos eles.

SENTIDO CONTRÁRIO

Vejam que quanto mais crescem os movimentos de indignação contra tanta falta de moral e ética, maior tem sido a resposta dos políticos. Sempre, porém, no sentido contrário. E aí, tanto pelos corruptos quanto pelos incompetentes.

O PERIGO

O pior de tudo é que tem muita gente que, por questão de princípios e cultura, acaba se apaixonando por aqueles revelados como honestos. E assim já não percebem que a incompetência dos mesmos acaba promovendo prejuízos muito, mas muito maiores, para os cofres públicos. É aí que mora o perigo, gente.

PROGRESSIVO E PERMANENTE

Os casos de corrupção, se bem fiscalizados, podem sempre ser estancados. E o prejuízo causado, em caso de não haver restituição dos valores roubados, é mais limitado. Já nos casos de incompetência é o contrário. Os custos acabam se perpetuando e representam prejuízos constantes e repetitivos, ano após ano. Aí o rombo acaba sendo muito maior, por ser progressivo e permanente.

TREM DA ALEGRIA

Prestem atenção no caso do novo Trem da Alegria que está para ser votado, e com boas chances de ser aprovado. Os quase 300 mil funcionários que serão alcançados pelas vantagens, com a aprovação do monstrengo, é um rombo perpétuo. Não acaba nem com a morte dos beneficiados, pois os pensionistas ficarão recebendo.

DESDE SEMPRE

Sendo assim desde sempre no Brasil, o que explica bem a situação da nossa arrombada previdência social, dos fóruns privilegiados concedidos e outras inúmeras mamatas existentes no setor público, prefiro, indiscutivelmente, os corruptos. Sem a menor dúvida, já que não há outra possibilidade de escolha.

LADAINHA

O curioso é que, entra ano e sai ano, o povo repete uma velha ladainha: a carga tributária está alta. Pudera. Com tantos benefícios concedidos, alguém imagina outra forma de financiamento das mesmas? Saibam que tais benefícios tão caros são, na gigantesca maioria, para satisfazer uma parcela diminuta da sociedade. Os privilegiados.

CPMF

Assim, não há como não tornar a CPMF permanente. E com alíquotas cada vez maiores. Os movimentos estão equivocados, gente. Estão atacando as conseqüências enquanto as causas continuam intactas.

RENDA FIXA

Chamo a atenção, principalmente àqueles que equivocadamente imaginam que investir em papéis de renda fixa não há risco, de que os titulos que lastreiam as hipotecas são titulos de renda fixa. O preço das ações podem flutuar. E papéis de renda fixa podem não ter resgate por inadimplência dos devedores.

CRIAS

Amanhã, 16, inicia o VI Congresso Internacional das Rotas de Integração da América do Sul, quando serão debatidos temas relevantes para a efetiva integração da América do Sul, como companhias aéreas, a infra-estrutura aeroportuária, recursos na América do Sul para investimentos em infra-estrutura física, energética e de comunicações, concessões, fundos de investimentos nacionais e internacionais, recursos orçamentários governamentais, vias rodoviárias. O evento será nos dia 16 e 17 de agosto de 2007, na FIERGS, em Porto Alegre.

CASE

Com um dos melhores modelos de gestão entre organizações sociais do mundo, a ONG Parceiros Voluntários é uma das 20 escolhidas para apresentar seu case na Conferência Internacional Evolução para o Terceiro Setor: Sustentabilidade e Impacto Social, que acontece de 16 a 18 de agosto em São Paulo. Iniciativa dos institutos GESC (Gestão para Organizações da Sociedade Civil) e WDI (William Davidson Institute), da Universidade de Michigan, o evento será realizado com o objetivo de discutir e compartilhar as melhores práticas de gestão aplicadas por organizações sociais de todo o planeta. A Conferência tem o apoio da Microsoft, Roche, Instituto C&A, Serasa e Petrobrás.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

UM GOVERNO SÓ PODE VIVER DE SEU PRINCÍPIO.

N. Bonaparte