Artigos Anteriores

AINDA É CEDO PARA COMEMORAR

ANO XIV - Nº 007/14 -

O HERÓI DA SEMANA

Antes de tudo deixo registrado aqui os meus mais sinceros cumprimentos pelo ato de bravura e pelo afinco, do coordenador do Pacto pelo Rio Grande, deputado Cézar Busatto. Um verdadeiro herói. E estendo, também, aos demais deputados integrantes da comissão, a minha total admiração pelo denodo mostrado na perseguição dos objetivos propostos.

MUITO INSUFICIENTE

Mesmo convencido de que algo enfim foi feito é preciso entender que não é o suficiente. A situação caótica do RS está de tal ordem, que basta soprar uma leve brisa para que os festejos já aconteçam de forma impressionante. A vitória comemorada com lágrimas, ontem, na ALRS, ao ser aprovada a proposta prevista no Pacto Pelo Rio Grade, a qual pretende zerar o déficit estrutural do Estado em quatro anos, diz bem isto.

MUITA CALMA E COMPREENSÃO

Nesta hora é preciso ter calma e muita compreensão, gente. Por enquanto foram propostas aprovadas. E além de tudo sempre é bom lembrar que o orçamento de governo é uma peça meramente autorizativa, e não compulsória. Ou seja, o governo Executivo simplesmente pode não cumprir. O que, diga-se de passagem, não dá para entender.

FALTA MUITO

Embora os meios de comunicação, sempre muito afobados, preferiram afirmar que o Pacto foi aprovado, a coisa não é bem assim. Para que isto ocorra ainda falta muita coisa. E estas primeiras aprovações não foram o que as contas exigem. Foi o que deu para aprovar diante da enorme e descomunal força corporativa que domina o RS há muitos anos. Mas o RS exige mais. Muitíssimo mais. Uma destas coisas é privatizar urgentemente os serviços públicos.

VOLTO A INSISTIR

Como muita gente, inexplicavelmente, ainda adora empresas públicas, sem sequer entender o motivo desta paixão, volto a insistir no tema. E dou um recado claro para contribuir com uma melhor compreensão da necessidade de privatizar urgentemente as estatais gaúchas e brasileiras: a brutal elevação do custo da máquina pública, representado pelas empresas estatais e o poder público como um todo, sempre foram decididos e constantemente elevados por decisões das corporações, isto é, pelos seus funcionários e servidores.

MAU COMUNICADOR

A força que os servidores e funcionários ganharam ao longo dos anos acabou convertida em benesses extraordinárias às custas dos contribuintes. O curioso é que pouca gente percebe este absurdo. E ainda por cima me condenam por ser a favor da eficiência. Devo ser um péssimo comunicador,pois não é possível que eu continue como culpado quando é exatamente o contrário, uma vez que exijo mais justiça e menor custo público.

POSSEIROS

Uma privatização, aqui no Brasil, significaria tão somente tirar, definitivamente, o poder e a posse das mãos deles recebendo ainda algum dinheiro pelos ativos. Do jeito que estamos somos só proprietários. Sem poder mandar, sem os serviços adequados e com custos demasiadamente altos. É o fim da picada.

ENCONTRO

No dia 19 de julho, o Sindicato das Empresas de Informática do Estado (Seprorgs) promove o encontro TI Forte em Santo Ângelo, às 21h30, com representantes de empresas da área da tecnologia, de universidades e de entidades empresariais locais. O evento, que aborda o desenvolvimento do setor de TI na região, acontecerá na URI (Rua Universidade das Missões, 464 - Prédio 5 - Bairro Universitário).

CONVENÇÃO

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul ? FCDL-RS e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul, promovem a partir deste domingo, 16, até o dia 18 de julho, a 37ª Convenção Estadual Lojista. O evento acontece no Hotel Intercity, em Caxias do Sul. A expectativa é reunir mais de 600 lojistas durante os três dias de atividade.

DOAÇÃO

O total de mídia doada pelas emissoras de rádio e TV em 2005, para divulgação de projetos com foco assistencial, cultural, ecológico ou recreativo foi de R$ 38.395.516,76. O trabalho realizado pelas empresas de radiodifusão gaúcha no sentido de divulgar ações de responsabilidade social das associadas à AGERT, conta na segunda edição do Balanço Social 2005, divulgado ontem.

CONGRESSO

O XX Congresso Brasileiro de Medicina Física e Reabilitação, que acontece até o 15 de julho, em Belo Horizonte, terá como palestrante a gaúcha médica fisiatra e acupunturista, Rachel Godoy. Ela abordará o tema ?O status da Reabilitação Profissional no Brasil e no Mundo - visão da OIT - Organização Internacional do Trabalho-.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

O INTERESSE É APENAS A CHAVE DAS AÇÕES VULGARES.

N. Bonaparte