Artigos Anteriores

A RESSACA DE CORPUS CHRISTI

ANO XIV - Nº 007/14 -

RESSACA

O que mais marcou o feriado de Corpus Christi, não foram os festejos religiosos, celebrados anualmente pelos fiéis da Igreja Católica. Desta vez, a folga foi usada por todos aqueles que produzem, para  fazer os cálculos dos enormes prejuízos que tiveram com o forte DESABASTECIMENTO e encontrar formas para tentar sair desta brutal encrenca no menor prazo possível. 

 

RECEIOS

Como o sentimento de CONFIANÇA foi extremamente abalado, ninguém esconde o quanto esta greve já foi capaz de produzir receios. Enquanto os empresários transparecem o receio que têm para investir e produzir, os consumidores, por sua vez, dão mostras que vão mudar de hábitos, ou seja, avaliar melhor aquilo que devem e podem comprar.

 

ESCLARECIMENTOS OPORTUNOS E NECESSÁRIOS

Enquanto rolam estes receios e outras dúvidas na cabeça da sociedade, não posso me omitir quanto aos oportunos e necessários esclarecimentos, isentos de ideologia, emoções ou fantasias, para explicar, e, principalmente, MOSTRAR onde residem as  verdadeiras CAUSAS das tragédias econômicas que o Brasil volta e meia teima em repetir.

 

POR UM LADO, FELIZMENTE...

Por um lado, através de tudo que se vê, lê e assiste a todo momento nos meios de comunicação e nas redes sociais, percebe-se, felizmente, que milhares de brasileiros já conseguiram abrir os olhos para se dar conta, enfim, de que a CARGA TRIBUTÁRIA é muito alta no nosso país. Mais: muitos até já se conscientizaram de que esta cavalar apropriação feita pelo PAQUIDÉRMICO ESTADO representa algo como 40% de tudo que produzem e consomem.

POR OUTRO LADO, INFELIZMENTE...

Já por outro lado, e aí infelizmente, ainda é insignificante o universo de brasileiros que se conscientizaram quanto ao DESTINO que os governos dão (a maior parte por força CONSTITUCIONAL) para esta fantástica e monstruosa arrecadação de impostos, obtida em todas nas esferas quanto estaduais e municipais. 

DESTINO CRUEL

Ou seja, enquanto a sociedade não perceber que a MAIOR parte dos recursos tirados do povo, via CARGA TRIBUTÁRIA, são TRANSFERIDOS diretamente para as contas bancárias dos -SERVIDORES PÚBLICOS-, notadamente para os INATIVOS, que gozam de fantásticos e nojentos PRIVILÉGIOS, aí não há como esperar em mudanças significativas. O que seguirá acontecendo é que ao mesmo tempo que GRITA, o povo também continuará sendo obrigado a PAGAR a ALTA CARGA TRIBUTÁRIA, que certamente vai crescer ainda mais. 

ONDE RESIDE A CAUSA

Aí, meus caros, como tenho repetido diversas vezes, é que reside o problema, ou a CAUSA. Tomem nota: só tem algum sentido pedir para baixar a CARGA TRIBUTÁRIA desde que os GASTOS PÚBLICOS, carregados de PRIVILÉGIOS, diminuam. Mas, não esqueçam: o que este e outros governos podem fazer, principalmente os atuais e/ou novos deputados e senadores, é tratar de aprovar as REFORMAS, principalmente a da Previdência. Mesmo quando aprovada, não esqueçam que ela só pode alterar o quadro a partir de então. 

DIREITOS ADQUIRIDOS

A razão para isto, prestem atenção, é que nenhum dos PODERES constituídos (EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO)  pode mexer em qualquer -DIREITO ADQUIRIDO- (todos estão plenamente garantidos por cláusulas pétreas).

Em palavras muito claras e diretas, isto significa que a conta dos atuais privilegiados só deixará de ser paga quando  todos os beneficiados e dependentes alcançarem a morte. De novo: mesmo com REFORMAS bem feitas, a CARGA TRIBUTÁRIA não tem como cair rapidamente. Sem elas, no entanto, só têm como AUMENTAR. 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • DÍVIDA PÚBLICA

    A propósito do editorial de hoje, vejam que nem mesmo esta ALTÍSSIMA CARGA TRIBUTÁRIA, que assola o povo brasileiro dos pés à cabeça, faz com que o governo atenda as DESPESAS PÚBLICAS. Assim, os ROMBOS precisam ser financiados através de emissões de títulos da dívida pública. Para que fique bem claro em que pé está o nosso endividamento, eis aí os números oficiais informados pelo economista Ricardo Bergamini:

    1- em dezembro de 2010, o estoque da dívida líquida da União (interna e externa) era de R$ 2.388,0 bilhões (61,46% do PIB).

    2- em abril de 2018 o estoque atingiu R$ 5.398,8 bilhões (81,28% do PIB). Crescimento real em relação ao PIB de 32,25%. Que tal?

  • ONDE ESTÁ O PROBLEMA

    Ah, só para lembrar: os caminhoneiros e quase todos os brasileiros ainda não se deram conta de que nem mesmo -zerando- o preço do diesel vai fazer com que todos tenham carga para transportar. O que acontece é que há caminhão demais para carga pouca. Em síntese: doa a quem doer, o problema não está no preço do diesel, mas no excesso de transportadores. Com isso muita gente não vai ter como se manter no ramo.

  • POBREZA NOS CÁLCULOS

    O forte dos governos, mais do que já mostraram desde 1500, é não saber fazer cálculos. A mídia em geral, idem. Ambos dizem a cada minuto que o rombo do governo, para poder atender os pleitos dos caminhoneiros, aumentou em R$ 10 bilhões. Bobagem, pois só a paralisação já provocou, e vai continuar provocando, menor arrecadação de impostos. O que eleva o rombo para mais de quilômetro. 

  • DIA DOS NAMORADOS

    Para celebrar o Dia dos Namorados, a rede Bourbon Shopping vai trazer à Porto Alegre o grupo argentino de teatro Fuerza Bruta. A promoção, que ocorre de 28 de maio a 13 de junho, dará ingressos para os clientes da rede curtirem uma performance exclusiva do grupo. Internacionalmente reconhecido, o Fuerza Bruta já se apresentou em países como Inglaterra, Alemanha, Rússia, México, Taiwan e Grécia, para mais de cinco milhões de pessoas. Somente em Nova York, o espetáculo do grupo foi visto por mais de 500 mil pessoas ao longo dos nove anos em que cumpriu temporada na off-Broadway.

    Para participar da campanha, os clientes da rede devem trocar R$ 500,00 em notas fiscais por uma entrada para a apresentação exclusiva, que será realizada em novembro, com data e local a serem confirmados. O espetáculo é destinado aos clientes que realizarem suas compras no Bourbon Ipiranga, Country, Wallig, Assis Brasil, São Leopoldo e Novo Hamburgo, além do Porto Alegre CenterLar. O espaço promocional para a troca funcionará de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 14h às 20h. A promoção é válida para maiores de 18 anos. O regulamento completo da promoção pode ser acessado pelo site do www.bourbonshopping.com.br.

FRASE DO DIA

No Brasil, sucesso é ofensa pessoal

Tom Jobim