Artigos Anteriores

A FALTA DO BOM SENSO

ANO XIV - Nº 007/14 -

PRODUTO ESCASSO

Entre tantas coisas que sempre estiveram em falta no Brasil, o BOM SENSO é uma delas, infelizmente. É certo que a educação poderia contribuir para aumentar a oferta desse necessário produto, mas é pra lá de sabido que ensinar e aprender nunca foi prioritário para governo algum do nosso pobre país. Como revelam, aliás, os registros históricos do Brasil, desde o momento em que os portugueses chegaram aqui para ficar.

BOA ÍNDOLE E EQUILÍBRIO EMOCIONAL

Arrisco a dizer, no entanto, que mesmo com um baixo grau de educação, o BOM SENSO ainda teria boas chances de prevalecer. Para tanto, os indivíduos só precisariam ser portadores de uma ponta de boa índole e uma dose razoável de equilíbrio emocional. Isto bastaria para tornar apto qualquer indivíduo para decidir entre o bom do ruim e/ou o necessário do não tão importante.


ECONÔMICO E SOCIAL

Esta escassez total desses princípios fica ainda mais clara e patente quando os nossos governantes precisam tomar decisões. É quando eles tomam a iniciastiva de agir com absoluta e relativa falta de equilíbrio emocional e racional. Isto vale tanto para a decisões na área econômica quanto nas de cunho social.

DIREITOS PÉTREOS

É sabido pelos mais esclarecidos que a oportunidade para acertar e/ou corrigir equívocos que emprerram o desenvolvimento de qualquer país, só acontece quando o povo se decide pela revisão da Constituição.
Pois, o povo brasileiro, para demonstrar a sua total falta de BOM SENSO, decidiu, através de seus repressentantes, colcocar na sua última Carta Magna, de 1988, exagerados direitos PÉTREOS (irremovíveis) os quais tornaram a nossa Carga Tributária estupidamente alta. 



MANIFESTAÇÕES DOS LÍDERES

Esta terrível e comprovada falta de BOM SENSO se torna ainda mais triste e evidente quando nos deparamos com as frequentes manifestações dos líderes das mais diversas entidades e instituições, gritando contra o elevadíssimo CUSTO-PAÍS. 



CONSTITUIÇÃO DE 1988

Ora, tal comportamento, além de mostrar uma falta absoluta de BOM SENSO dos líderes, e do povo em geral, deixa claro que falta também um mínimo de conhecimento. É preciso que saibam, de uma vez por todas, que a Consituição de 1988 (vontade do povo brasileiro) foi quem tornou legal a nossa baixa competitividade internacional.

REFORMAS

É esta mistura explosiva, portanto, representada pela falta de escolaridade com inexistência de equilíbrio racional, nos coloca diante do seguinte dilema: ou mudamos a Constituição (FAZENDO REFORMAS), ou vamos continuar padecendo no inferno da burrice, do atraso e da falta de competitividade.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • EM PORTUGAL
    Milhares de portugueses foram às ruas, no último sábado, para pedir a renúncia do governo cujas políticas de austeridade, na opinião deles, exacerbam a recessão no país. Pelo visto querem a volta da gastança e do Welfare Satate. Pode?
  • NA VENEZUELA
    A Venezuela, por sua vez, vive um momento de grande FARTURA, ou seja, está -FARTANDO- TUDO POR LÁ. Vergonha e democracia não existe há muito tempo. Além disso falta papel higiênico e, mais recentemente passou a faltar vinho e hóstias, para a celebração de missas. O mais interessante é que o governo venezuelano não admite que a razão para o forte desabastecimento está no controle estatal sobre a produção. Para o ditador Maduro trata-se de uma conspiração liderada pela oposição e/ou especulação de preços. Viva!
  • NA ESPANHA
    Já na Espanha, a crise econômica fez aumentar o número de pessoas que decidem abrir mão de heranças. tudo porque, em muitos casos, elas trazem mais dívidas do que patrimônio.De acordo com um relatório do Conselho Geral de Tabeliões da Espanha, entre 2007 e 2012 as renúncias a heranças subiram mais de 110% no país. Apenas no ano de 2012, o aumento em renúncias a heranças chegou a 23%. Na Espanha, ao aceitar uma herança, o beneficiário precisa arcar com todas as obrigações que os parentes arcaram durante a vida. De acordo com a lei espanhola, uma aceitação de herança (sem condições) implica na aceitação de suas dívidas.(Exame)
  • NA AUSTRÁLIA
    Pois, a Austrália foi eleita, pela terceira vez, como o país mais feliz do mundo em um ranking da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). O Brasil ficou em 33º lugar, ou seja, uma posição acima do resultado do ano anterior. Que tal?

FRASE DO DIA

Se você escolhe não decidir, você já tomou uma decisão.

Neil Peart