Artigos Anteriores

A ECONOMIA EM DESTAQUE

ANO XIV - Nº 007/14 -

CRESCIMENTO DO PIB

Como o desempenho da economia é medido hoje quase que minuto a minuto, a divulgação do PIB brasileiro de 2010, cujo crescimento apresentou 7,5%, segundo o IBGE, ficou dentro do esperado. Portanto, mesmo que deva ser comemorada a taxa não surpreendeu.

MELHORES DO MUNDO

Há quem simplesmente fique radiante com o alto índice apresentado, imaginando que, a partir daí, já somos os melhores do mundo. Principalmente depois de comparar este nosso crescimento com o de países de primeiro mundo, fortemente atingidos pela crise de crédito mundial.

2011 DIFERENTE

Sem a mínima pretensão e/ou interesse de ser um estraga-prazer proponho aqui que observem o seguinte: neste ano de 2011 o Brasil não tem como repetir o mesmo desempenho de 2010. Por algumas razões básicas, como:

RITMO CHINÊS

1 - A taxa de investimento da economia brasileira no ano passado fechou em 18,4% do PIB. Para quem deseja crescer em ritmo chinês, a taxa de investimento precisa estar em torno 25% do PIB.

FATORES NEGATIVOS

2- A infra-estrutura e a carga fiscal e tributária são extremamente elevadas. Além disso a mão do Estado sobre a economia é extremamente pesada. Tais fatores contribuem sobremaneira para impedir um crescimento constante e sustentado.

TAXA DE INVESTIMENTO

Como a taxa de investimento foi insatisfatória, e a demanda (pelo efeito crédito acentuado) ficou bem acima do crescimento industrial, o resultado que já estamos colhendo neste início de 2011 é uma perigosa inflação, que já está sendo projetada para mais de 5,5%.

O TRISTE PAPEL DAS ENTIDADES

Em cima desta dura realidade, o COPOM só tinha um caminho a tomar: aumentar a taxa SELIC para 11,75% ao ano, como aconteceu ontem. Pois, o que mais espanta nisso tudo é que as entidades empresariais, como sempre fazem, saíram às ruas e ocuparam os microfones para criticar a decisão sensata do COPOM. Ora, ao invés de se organizarem para fazer protestos exigindo as necessárias reformas (que poderiam aumentar significativamente a taxa de investimento), os empresários, pela enésima vez, cometeram o mesmo erro de sempre: criticaram a consequência deixando as causas absolutamente intactas. Pode?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • GERDAU 1
    A Gerdau anunciou investimentos de R$ 2,47 bilhões na expansão da produção de aço e laminados em sua usina Cosigua, localizada no Distrito Industrial de Santa Cruz.
  • GERDAU 2
    Os Conselhos de Administração da Gerdau e da Metalúrgica Gerdau aprovaram o pagamento de dividendos relativos aos resultados do quarto trimestre de 2010. O valor a ser pago será de R$ 0,06 por ação ordinária e preferencial da Gerdau e de R$ 0,09 por ação ON ou PN da Metalúrgica Gerdau. O pagamento será no dia 24/03 levando em consideração a posição acionária observada no dia 14/03.
  • FESTEJANDO O ATRASO
    O último gargalo da duplicação da BR-101, no trecho gaúcho da rodovia, terá, finalmente, o tráfego de veículo liberado na tarde de hoje, 03. Precisamos, como sempre festejar o atraso.
  • CRESCIMENTO
    O setor metalmecânico e eletroeletrônico gaúcho fechou 2010 com umcrescimento em torno de 19% na comparação com 2009, correspondendo ao dobro da média da indústria do Estado, segundo balanço do SINMETAL.

FRASE DO DIA

Aquele que perde a reputação pelos negócios, perde os negócios e a reputação.

Francisco de Quevedo