Artigos Anteriores

UM COPOM TÉCNICO-POLÍTICO

ANO XIV - Nº 007/14 -

CONSTA EM ATA

A ata da última reunião do COPOM (Comitê de Política Monetária), divulgada na manhã de hoje, 24/01, confirma tudo aquilo que os editoriais do Ponto Crítico abordaram até a presente data. Diz, claramente, que houve enorme descaso por parte do governo Dilma com relação à inflação, que não para de crescer.

DE FORMA CLARA E TRANSPARENTE

Para facilitar a vida dos leitores/assinantes que não têm o costume de ler o que dizem as atas do COMPOM, eis o que consta, de forma pública e muito transparente, nesta última:

O balanço de riscos para a inflação apresentou piora no curto prazo.

Mais: houve, recentemente, uma maior dispersão no aumento de preços ao consumidor aliada à reversão de isenções tributárias. Junto com esses fatores, as pressões sazonais, entre outras, também contribuíram para que a inflação permaneça resistente.

GASOLINA

No entanto, para deixar claro que os membros do COPOM devem estar comprometidos, não só com a técnica, mas, principalmente, com a política do governo, resolveram colocar na ata que o preço da gasolina deve aumentar 5% em 2013. Foi a forma que colegiado encontrou quando se decidiu pela manutenção da taxa básica de juros da economia (Selic), na mínima histórica de 7,25% ao ano.

RATEIO

Oras, se combustíveis são consumidos por todos os cidadãos, e o governo resolve (de forma equivocada e criminosa) que deve intervir no mercado decidindo quais os preços que devem ser praticados, aí quem deveria arcar com o custo da encrenca é a sociedade (governo e/ou todos os consumidores). Todos devem participar do rateio, de acordo com o consumo.

SUBSÍDIO

Entretanto, para demonstrar que além de muito incompetente e injusto e que gosta mesmo é de safadeza, o governo resolveu que a pesada conta do subsídio dos combustíveis deve ser suportada, exclusivamente, pelos acionistas da quase falida Petrobrás.

POR APARELHOS

É notória e pra lá de escancarada que o caixa (coração) da Petrobrás está respirando por aparelhos. Pois, nem assim, o governo assume o problema que ele mesmo criou. Se fosse minimamente justo, permanecendo como incompetente (para não perder a identidade) deveria comprar combustíveis da Petrobrás à preços de mercado para vender a preços populares (mantendo inalterada a sua cara populista).

UM TRILHÃO DE REAIS

Enquanto este e tantos outros absurdos acontecem, diariamente, no nosso pobre país, ontem foi anunciado que, em 2012, o governo arrecadou mais de UM TRILHÃO de reais em impostos. É mole? Pois é gente. Sabem o que isto significa? Claramente significa que os brasileiros deixaram de consumir grande parte desse valor, que serviu para financiar, desde o desperdício do dinheiro público até os mais escabrosos atos de corrupção. Que tal?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ARRECADAÇÃO RECORDE
    Mesmo com incentivos fiscais para recuperar o Pibinho, a sociedade brasileira nunca pagou tanto imposto quanto no ano passado: a arrecadação federal atingiu R$ 1,029 trilhão. Com a renda maior, ou CRÉDITO ABUNDANTE, o brasileiro também nunca gastou tanto. Aqui e no exterior.
  • INFLAÇÃO SEM FIM
    O IPC-S de 22 de janeiro de 2013 registrou variação de 1,03%, 0,14 ponto percentual (p.p.) acima da taxa divulgada na última apuração. Todas as sete capitais pesquisadas registraram acréscimo em suas taxas de variação.
  • WORKSHOP
    O Sindilojas Porto Alegre promove, na próxima segunda-feira (28), na rua dos Andradas, 1234/9º andar, workshop ?Convenção Coletiva de Trabalho?, a partir das 8h30, na sede do Sindicato. O evento gratuito irá debater e tirar dúvidas sobre a convenção coletiva, firmada com o Sindicato dos Empregados no Comércio de Porto Alegre (Sindec) em 2012, que permite a abertura do comércio nos feriados com funcionários.
  • FERIADO
    Amanhã, 25, em função do feriado municipal de São Paulo, (aniversário da cidade) a BOVESPA estará fechada.

FRASE DO DIA

MEU MANDATO É DE OITO ANOS!!!!!!!!

Dilma Rousseff, ontem.