Artigos Anteriores

ESTRAGO MONUMENTAL

ANO XIV - Nº 007/14 -

VAI LEVAR TEMPO

Pelo visto ainda vai levar um bom tempo para que se tenha uma ideia, apenas aproximada,  do tamanho da roubalheira promovida no nosso empobrecido Brasil ao longo dos 13 anos de governo petista, comandados por Lula e Dilma Neocomunistas.

LONGE DE SER CONHECIDO

Como a empresa mais assacada pelos bandidos foi a Petrobrás, ainda que todas as estatais tenham sido alvos de grossa roubalheira, quem acompanha os balanços contábeis da estatal nos últimos anos, percebe, com muita tristeza, que o montante do roubo ainda está longe de ser conhecido.

LEGADO

Hoje, por exemplo, quando todos esperavam um balanço enfim positivo, a Petrobrás -surpreendeu- o mercado ao divulgar um majestoso prejuízo de R$ 5,477 bilhões no QUARTO TRIMESTRE de 2017. Este é o legado -ainda parcial- deixado pelos governos Lula/Dilma.

MISTURA TÉTRICA

Não é preciso ser iniciado em finanças ou contabilidade para perceber que os intermináveis ROMBOS produzidos em todas as estatais, notadamente na Petrobrás, são frutos de uma mistura tétrica de dois componentes destruidores: 1-escancarada índole criminosa; e, 2- extrema incompetência administrativa.

ANALISTAS EQUIVOCADOS

De novo: o anunciado prejuízo líquido da Petrobrás, de R$ 5,477 bilhões no quarto trimestre de 2017, se deu depois de um prejuízo contabilizado de R$ 2,51 bilhões um ano antes. Que tal? Pois, o que mais chama a atenção é que os analistas de mercado previam, em média, que desta vez a estatal mostraria LUCRO, na ordem de R$ 662 milhões.

ENDIVIDAMENTO E AÇÃO COLETIVA

Como se não bastasse esse legítimo container de água fria, observem que o endividamento total da companhia somou R$ 361,483 bilhões no fim do quarto trimestre.  Mas, o que realmente impactou o resultado foi o acordo fechado nos Estados Unidos para encerrar a ação coletiva no valor de R$ 11,1 bilhões. Além disso, a adesão aos programas de regularização de débitos federais, no valor de R$ 10,433 milhões, também ajudou no resultado negativo.

Com tudo isto, tanto Lula quanto Dilma estão livres, leves e soltos. Pode?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESPAÇO PENSAR+

    A pensadora Fernanda Barth, que participou, como professora convidada, na reunião da Diretoria da Federasul, nesta quarta-feira, na qual estavam presentes os presidentes das Associações Comerciais e Industriais de diversos municípios do Estado do RS, para divulgar a abertura da segunda turma da Escola de Líderes, importante inciativa da Federasul em parceria com a La Salle, fez um breve relato do que ouviu. Eis:


    - A presidente Simone Leite propôs aos participantes que externassem o que esperavam deste ano e vários dos presentes verbalizaram a preocupação em relação às ELEIÇÕES 2018. Resumindo, para quem vive as dificuldades do dia a dia de quem empreende e sustenta a economia do RS, é preciso construir uma agenda de pautas e posicionamentos a serem apresentados aos pré-candidatos, tanto ao Governo do Estado quanto para as cadeiras do legislativo.

    A preocupação é que exista um alinhamento maior dos futuros eleitos e uma compreensão em relação aos problemas que afetam os diversos setores produtivos e os gargalos que dificultam a competitividade de quem empreende, gera renda e empregos.

    Tal preocupação faz todo sentido, pois o que não podemos mais é ter políticos que se comportam de forma alheia à realidade do estado, pois vivem em uma bolha que não é afetada por qualquer crise. A verdade é que o RS -QUE PRODUZ- não aguenta mais pagar a conta do Estado que carrega nas costas, enquanto as reformas necessárias sofrem derrotas sucessivas na Assembleia Legislativa.

    Uma constatação que não pude deixar de fazer é que se todas associações se unissem, se as Federações se unissem, também em torno de uma pauta mínima, pró-desenvolvimento do RS, teriam maior poder de sensibilização e talvez conseguíssemos eleger uma boa bancada liberal. Algumas das demandas são históricas e já foram detectadas por diversos estudos. O que não podemos mais ter é candidatos que botam a mão sobre trabalhos muito bem elaborados como uma Agenda 2020, se dizendo apoiadores e compromissados, mas que depois que se elegem deixam muito a desejar. 

  • FÓRUM DA LIBERDADE

    O Fórum da Liberdade (WWW.FORUMDALIBERDADE.COM.BR) proporciona debates entre grandes palestrantes e fomenta alternativas objetivas e viáveis para equacionar os problemas do Brasil e da América Latina. Em consequência disso, como resultado da qualidade e riqueza dos temas, dos debates, dos palestrantes e do evento em si, o Fórum da Liberdade ganha a cada ano maciça cobertura da mídia nacional.

    Na 31° edição, nomes como Sérgio Moro, Bernardinho, Antonio Di Pietro estão entre os palestrantes.
    Inscreva-se e Utilize o nosso código de desconto: pontocritico e ganhe 10% off.
    Estamos te esperando neste grande debate de ideias.

FRASE DO DIA

A ocasião faz o roubo, o ladrão já nasce pronto.

Machado de Assis