Artigos Anteriores

ENCONTRO SÓ PARA APOIADORES

ANO XIV - Nº 007/14 -

FORA DA LISTA

Ontem, o governador Rigotto promoveu um café da manhã com a imprensa no Palácio Piratini. Com certeza, deve ter tomado bastante cuidado para que este comunicador não fosse convidado. Coisas que Rigotto aprendeu com o ex-governador Olívio Dutra, que também procedeu assim durante todo o seu governo. Vide, por exemplo, a atitude que teve com retirada da publicidade do Banrisul do Ponto Critico.

COM CONVENCIMENTO

Lamento que Rigotto não suporte críticas, a ponto de não querer também a minha participação nas coletivas. Mas, mesmo assim, entendo que as coisas que acabou dizendo na reunião não me fariam mudar de idéia sobre o que escrevo e penso de seu governo.

SEM CRÉDITO

Aliás, se for para acreditar em alguém, entre Vicente Falconi, do Instituto de Desenvolvimento Gerencial, e o pobre Rigotto, fico indiscutivelmente sempre com Falconi. O consultor, como todos sabem, foi o responsável pelo choque gerencial em Minas Gerais, de Aécio Neves, cujos resultados são muito festejados.

ALGUÉM DUVIDA?

Falconi, que já tive o prazer de entrevistar, não é político nem fofoqueiro. Quando afirma que faltaram fé, dedicação e vontade para conduzir o projeto gaúcho, concordo plenamente. Ele afirma também que muitos dos planos de ação não foram executados no RS e que muitos funcionários estão fazendo 50% do que poderia ser feito. Alguém duvida disto?

ELE É O BOM !

Quando Falconi diz que a nossa liderança é fraca, não há quem possa duvidar. Aliás, as duas únicas coisas que Rigotto vem afirmando em todas as suas aparições públicas, que impediram de melhorar o RS, foram: a estiagem e o câmbio. Ele, no entanto, foi maravilhoso. Não o suficiente para compensar o clima e a moeda. Fantástico, não?

POBREZA

A minha presença no café com a imprensa, obviamente implicaria em perguntas que faria ao governador. Como ele se aborrece sempre com as minhas indagações, entendo a razão do seu cuidado para que não me fosse enviado convite. Tem gente que ainda acredita que matando o carteiro se livra das más notícias. Pobre Rigotto.

PGQP

A 7ª edição do Congresso Internacional da Qualidade para Competitividade, promovido pelo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP), será realizada nos dias 3 a 5 julho, no Teatro do Sesi/Fiergs, em Porto Alegre/RS, e contará com a participação de palestrantes nacionais e internacionais. Durante o evento serão realizados cursos, workshops, palestras, apresentações de cases e visitas técnicas. Nesta edição, o tema em destaque no evento será a Inovação. As inscrições podem ser feitas pelo site www.portalqualidade.com. Mais informações pelo telefone (51) 3221.2663 ou pelo e-mail eventos@qualidade-rs.org.br.

PERÍCIAS E AVALIAÇÕES

A partir de agora, também os corretores de imóveis poderão realizar perícias e avaliações imobiliárias. A conquista está sendo comemorada pelo Sindimóveis/RS, que vinha defendendo a idéia com base na lei federal 6.530/78, segundo a qual \"Compete ao corretor de imóveis exercer a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis, podendo, ainda, opinar quanto à comercialização imobiliária\".

MPS.BR

Os parceiros do Projeto Cooperativa MPS.BR no Rio Grande do Sul, SOFTSUL, PUCRS e Software Process realizam, dia 07 de julho (sexta-feira), das 14h às 18h, no prédio 40 da PUCRS, evento de apresentação do Projeto para empresas que tenham interesse na melhoria de seus processos. Será apresentado o Modelo MPSBR e sua melhoria de processos, além do relato de uma empresa com projeto de implantação em andamento. O MPS.BR é um modelo de referência para melhoria de processos de software brasileiro.

PALESTRA

A Câmara da Indústria, Comércio e Turismo Brasil-Uruguai promove a palestra de Carlos Borba, Sócio-Diretor da Deloitte Uruguai, com o tema: \"O Impacto da Reforma Tributária Uruguaia nos Investimentos Internacionais e nas Sociedades Off Shore\". Dia 28 de junho, às 8:30h no Centro de Eventos do Sheraton Porto Alegre Hotel.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

De nada adianta a liberdade se não temos liberdade de errar.

Gandhi