Artigos Anteriores

CONSTRUINDO SOLUÇÕES - 1

ANO XIV - Nº 007/14 -

27º FÓRUM DA LIBERDADE

Como não quis arredar pé do Centro de Eventos da PUC/RS, local onde foi realizado o 27º Fórum da Liberdade (07 à noite, e ontem, 08, o dia todo), deixei de escrever o editorial de ontem. Pois, para compensar, escrevo dois editoriais analisando e interpretando o que vi e ouvi ao longo do importante evento.

MÚSICA

Antes, porém, uma confissão: o Fórum da Liberdade, independente da edição, é o ÚNICO evento realizado no RS no qual se fala, com total franqueza e enorme fluidez, o idioma LIBERAL. Como liberal convicto faço questão de salientar que as palavras ditas por aqueles que defendem a liberdade soa como música nos meus ouvidos. Mais: música da melhor qualidade. Do tipo que não se cansa de ouvir.

NEVERLAND

Ainda assim, por mais que palestrantes em geral, a despeito de tudo que estamos passando, façam questão de dizer que é preciso acreditar que uma mudança neste Brasil apodrecido pelo PT é possível, não me deixo levar pela ilusão. No fundo, liberalismo e/ou capitalismo, no Brasil, não passa de uma utopia e/ou sonho. Se não trilharmos o caminho do socialismo, que está se desenhando, voltamos ao velho mercantilismo. Somos, indiscutivelmente, em termos de liberdade, a Terra do Nunca. Neverland.

LIBERTAS

Já que estamos falando em Liberalismo e sua importância decisiva para o desenvolvimento, vejam só o que revela o Índice de Liberdade Econômica 2014 no Brasil, produzido pela Fundação Heritage (The Heritage Foundation), em parceria com o The Wall Street Journal: No estudo deste ano, o Brasil caiu da 100ª posição (em 2013) para 114ª, no ranking de liberdade econômica em 2014, com um índice de 56,9 - abaixo da média mundial de classificação (de 60,3), entre os 178 países avaliados. O resultado é 0,8 pontos abaixo do ano passado, com declínio em termos de liberdade de trabalho, liberdade monetária, liberdade fiscal e livre comércio. O destaque fica para países como Hong Kong (1º), Cingapura (2º), Austrália (3º), Suíça (4º), Nova Zelândia (5º) e Canadá (6º).

RENDA PER CAPITA

Os dados apontam que quanto maior for a liberdade econômica, maior será também o desenvolvimento do país. Segundo Ricardo Sondermann, presidente do Instituto Liberdade, os países que encabeçam o Índice, que são considerados livres economicamente, possuem uma renda (per capita) média de 45 mil dólares. Já o grupo onde encontra-se o Brasil, possui uma renda média de 5 mil dólares/ano. Que tal?

PRÊMIO LIBERTAS

O agraciado com o Prêmio LIBERTAS desta edição foi o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco. Entre várias considerações e ironias sobre a economia brasileira, Franco disse que a ilusão de poder econômico do País, tem sido compartilhada de forma equivocada pelo Governo. Mais: - O Brasil sempre teve um pensamento muito lúdico na economia. Achávamos que poderíamos nos endividar e, cedo ou tarde, um tesouro seria descoberto embaixo da terra, ironizou. Quanto à dívida pública brasileira, Franco entende que os valores são controversos. Enquanto o FMI indica um índice de 68% do PIB, para o Ministério da Fazenda não passa de 36%. Mesmo assim sentencia: é um percentual enorme para um país emergente. Da forma com que o Governo comunica esse tipo de informação para a população parece que a situação é confortável, concluiu.

REVOLUÇÃO DE 1964

Eis a contribuição do Pensador Ricardo Bergamini, sobre as causas da Intervenção Militar de 1964, que referi no editorial anterior:1) Cabe lembrar que que a Revolução foi pedida e apoiada por 100% da imprensa (vide editoriais no sítio abaixo): http://www.ricardobergamini.com.br/portal/index.php?option=com_content&view=category&id=29&Itemid=31 2) Havia racionamento de energia elétrica e alimentos. 3) Os marinheiros estavam insubordinados planejando a tomada dos quartéis. Atenção: Hoje a imprensa se coloca como se tivesse sido inimiga da Revolução, o que não foi verdade. Uma vergonha, completa Bergamini. Mais: para exemplificar a situação da Revolução em 1964 podemos comparar com os dias atuais vividos por Cuba, Venezuela, Bolívia, Equador, Argentina e do Brasil em 2015.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • NA RABEIRA
    No ranking de países com liberdade econômica em 2014, estão à frente do Brasil vários vizinhos latino-americanos ,como o Chile, em 7º lugar (com pontuação geral de 78,7), Uruguai, em 38º, (com índice de 69,3) e Peru, em 47º (com índice de 67,4).
  • CONSTRUÇÃO
    O Sindicato das Indústrias da Construção Civil no RS (Sinduscon-RS) apresentará nesta 5ª feira (10), durante café da manhã para a imprensa, os dados sobre o atual desempenho do mercado imobiliário e as perspectivas para este ano, tendo em vista, inclusive, as constantes especulações sobre a possibilidade de ocorrência de uma bolha.A análise da Entidade também abrangerá aspectos como as crescentes limitações enfrentadas pela indústria da construção em Porto Alegre, como drásticas restrições à ocupação do solo urbano na Capital e dificuldades no licenciamento dos empreendimentos.Na oportunidade também será apresentado o Boletim Econômico da Construção Civil Gaúcha - 2013, mostrando a evolução da atividade nos segmentos imobiliário, obras públicas, industriais e corporativas, bem como o comportamento do mercado de trabalho e dos custos do setor.
  • COPA
    A Secretaria de Turismo do Estado e o SINDPOA dividirão Centros de Atenção ao Turista (CATs), que ficarão localizados em pontos estratégicos de Porto Alegre e servirão de apoio aos mais de 60 mil visitantes que circularão pelo Estado durante o período da Copa do Mundo. Além dos CATs já existentes, na Estação Rodoviária e no Aeroporto Salgado Filho, alguns shoppings e bairros de Porto Alegre como Cidade Baixa, Centro Histórico e Moinhos de Vento, poderão receber pontos de atendimento. A ideia é que cada espaço tenha uma equipe treinada para oferecer informações e dicas turísticas e materiais que promovam a cultura do Estado. O projeto tem início previsto para o dia 10 de junho e se estenderá até 15 de julho.
  • NA ACADEMIA
    É com prazer que noticio, e peço que anotem nas suas agendas, que no próximo dia 24 de abril, às 18 horas, no Palácio do Ministério Público Estadual do RS (Praça Marechal Deodoro 110), em Porto Alegre, o Pensador, Percival Puggina, tomará posse na Cadeira nº 7 da Academia Rio-Grandense de Letras.

FRASE DO DIA

Sou um pessimista pela inteligência e um otimista por desejo.