Artigos Anteriores

COISAS QUE SÓ A IMBECILIDADE EXPLICA

ANO XIV - Nº 007/14 -

ABSURDOS INCRÍVEIS

Muitas coisas incomodam bastante o cotidiano dos brasileiros. Algumas delas bem mais do que outras, como podem ser medidas pelo número de vezes que estão nos noticiários. As mais graves, e que não se entende como é possível que ainda não tenham criado uma revolução armada neste país, são: 1- o nosso único e incrível sistema tributário, com a carga insuportável que representa; e, 2- a reforma agrária escolhida, cujos resultados são extraordinariamente péssimos pelos estudos realizados.

DOIS INFERNOS

São dois infernos que só se justificam pela imbecilidade do povo. Com um ponto a menos na medição da idiotice brasileira, já teria havido uma guerra contra estas duas burrices clássicas só adotadas por enorme irresponsabilidade dos administradores públicos. E a parcela do povo que não pode sonegar impostos ou impedir invasões de terras parece satisfeito em ficar criticando e lamentando o que está acontecendo. Já os espertos e apadrinhados de governos se divertem sem parar. Isto explica a campanha do desarmamento, certamente.

ADMISTRADORES

Gente, quando elegemos nossos representantes públicos precisamos estar certos e convencidos de que elegemos administradores do Estado em qualquer esfera ou nível de poder. E até os imbecis de nível mais elevado sabem que para ser um administrador razoável é preciso ter consciência daquilo que precisa ser planejado, dirigido e controlado. As práticas, formas, normas e métodos escolhidos para o sucesso da administração são, em geral, aqueles que os países mais antigos e promissores entenderam como melhores e cujos resultados já puderam ser testados.

FESTIVAL DE BURRICES

Diante desta possibilidade de comparação com outras administrações públicas é interessante observar o constante estado de desespero que o povo brasileiro vive com estas duas grandes questões que só nós insistimos neste planeta. A enorme carga tributária, mais eleva o nível de sonegação do que de arrecadação. E a Reforma Agrária adotada, nada mais é do que um festival de invasões com apoio governamental. Os assentamentos realizados até agora provam ser uma forma evidente e já medida como burra, pífia e cara demais para o país. Estes dois absurdos, que não os únicos, só existem porque os brasileiros são mais do que idiotas. São dotados da maior estupidez jamais encontrada nos seres humanos.

TRIBUTAÇÃO ESTÚPIDA

Na questão tributária, como se explica que o Brasil prefere adotar um sistema tributário maluco e único no mundo todo? Exemplos de tributação nos mais diversos países estão aí para serem analisados, escolhidos e até adaptados. A União Européia, por exemplo, para reunir seus inúmeros países, entendeu que o sistema tributário ideal deveria ser o IVA para simplificar as relações comerciais entre as nações. E, assim como todos os demais países do mundo, jamais imaginou que uma CPMF poderia existir. Isto só seria possível para os dementes como é o nosso caso. Os EUA também poderiam ser copiados, onde o imposto é cobrado na hora de realização da venda ao consumidor, dando total transparência aos valores da mercadoria e do tributo.

MAIOR DO MUNDO

Já a estupidez brasileira, advinda da cabeça dos nossos péssimos administradores, contempla sistema e tipos de impostos absurdos que nenhum país do mundo ousa adotar. O mesmo acontece com o tamanho da carga, das alíquotas. Nem desenvolvidos nem emergentes taxam em 38% do PIB. Os primeiros porque preferem ser sérios e sabem que serviços públicos precisam ser de boa qualidade. Já os em desenvolvimento têm peso menor ainda sobre o PIB porque querem crescer para poder prestar um melhor serviço público. Nós, além de termos a carga mais alta, não temos sequer serviços públicos. Temos, em última análise, além da corrupção estimulada pela alta carga, só folhas de pagamento de servidores públicos. Vamos continuar chorando?

PIRATARIA

O esforço que o governo vem fazendo para fechar acordos internacionais pode ir à breca. A Comissão Européia, órgão executivo da União Européia, lançou ontem, uma nova estratégia para combater pirataria e falsificação no mundo e incluiu o Brasil na lista dos seus principais alvos. E até ações na OMC contra os países em questão deverão ser apresentadas. Os principais setores de pirataria no Brasil são música (CDs e DVDs) e software. De acordo com uma pesquisa encomendada pela Comissão Européia, os produtos pirateados representam metade das vendas desses setores no Brasil. Além deles, produtos como roupas, perfumes, brinquedos e tabaco também seriam falsificados no país. Sabem por quê? Porque temos uma carga tributária indecente.

CAMPANHA

Usando a figura de Hitler, que usou o expediente de desarmar o povo para depois fazer o que todos já sabem, a Ass. Nacional dos propritériose fabricantes de armas criou uum belo panfleto com a advertência: Quem quer o desarmamento levante a mão direita! Antes de mandar matar judeus, comunistas, ciganos e todos seus opositores, Hitler fez o que era lógico: desarmou a população. Sem armas não há como resistir à tirania. Não arrisque o futuro do Brasil. Diga NÃO ao desarmamento! Participe desta campanha: (21)2662-7614 - www.anpca.org.br.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

QUEM PENSA QUE PDOE DISPÕE DE PODER...

Autor desconhecido