Artigos Anteriores

CAMPANHA PELO ARMAMENTO

ANO XIV - Nº 007/14 -

ALERTA EQUIVOCADO

Estou pra lá de convencido de que é extremamente equivocado o alerta que a maioria dos comunicadores, e autoridades em geral, pregam ao dizerem que diante de um assalto a ordem é não reagir.

COVARDIA

Ora, tal alerta (que soa como imposição covarde), ao invés de salvar vidas, mentes e patrimônio, só tem contribuído, de forma efetiva, para o aumento da criminalidade. A prova aí está, uma vez que os bandidos nunca se sentiram tão à vontade para roubar e matar.

CAMPANHA

Estou absolutamente convencido (e não é de hoje) que, diante do ingresso de tantos criminosos no mercado, o que esses comunicadores e autoridades deveriam propor, com a máxima urgência, é uma bem orientada campanha de armamento que contemplasse, também, um correto curso de tiro e/ou uso adequado de armas de uso pessoal, com ênfase defensiva. Detalhe: pelo estado das coisas é impossível não admitir que a Campanha pelo Desarmamento foi um grande equívoco. Hoje já se sabe, perfeitamente, o quanto aquela Campanha foi decisiva para o aumento da criminalidade no país.

CANSADOS

Recentemente, como estamos assistindo, inúmeros brasileiros, cansados de serem roubados e assaltados (à mão livre ou armada), e conscientes de que a segurança pública não tem forma nem propósito de fazer justiça, passaram a amarrar os bandidos em árvores e/ou postes.

ATO DE JUSTIÇA

Este neo-procedimento, que no meu entender leva o equivocado nome de BARBÁRIE, passou a ser visto (e combatido) por boa parte da mídia, como -justiça feita com as próprias mãos-, quando deveria ser entendido (e elogiado) apenas como ato de JUSTIÇA.

OS LEGÍTIMOS BÁRBAROS

Pois, digam o que quiserem, mas o fato é que os únicos que vem fazendo, sistemática e impunemente, o CRIME COM AS PRÓPRIAS MÃOS são os bandidos, que agem contra todos com armas de todo tipos. Mais: mesmo assim nunca são chamados de BÁRBAROS.

DIREITOS DE QUEM?

É, portanto, mais do que urgente uma mudança de postura. Como a sociedade brasileira precisa ser protegida, a melhor forma é ensiná-la a se defender. Tem mais: todos já se deram conta de que as COMISSÕES DE DIREITOS HUMANOS, na sua maioria, só existem para dar força aos bandidos.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • IPCA
    O IPCA-15 subiu 0,73% em março ante 0,7% em fevereiro. O indicador de inflação acumula altas de 2,11% no ano e de 5,9% em 12 meses.Já o índice de confiança da indústria nacional (ICI) ficou em 96,8 pontos na prévia da sondagem de março, recuando em relação ao resultado de fevereiro.
  • THE ECONOMIST
    Na edição deste final de semana, a revista britânica -The Economist- publica uma matéria na qual defende mudança na política externa brasileira e analisa a atuação do Brasil diante do conflito partidário na Venezuela e afirma que o governo da presidente Dilma Rousseff tem se comportado como um aliado leal à gestão do presidente Nicolás Maduro. Alguma novidade?
  • LEITE COMPENSADO
    A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) está orientando seus associados a interromperem imediatamente a comercialização dos leites das marcas envolvidas na nova fase da Operação Leite Compensado, deflagrada pelo Ministério Público Estadual.
  • FIERGS
    Encerrou ontem o período de inscrição de chapas para concorrer à próxima eleição da FIERGS. A chapa da Diretoria inclui seis vice-presidentes, 38 integrantes e seis conselheiros-fiscais. A eleição está marcada para 20 de maio. O colégio eleitoral da entidade possui 115 sindicatos industriais filiados.
  • POSSE
    No próximo dia 28/03, o Sindiatacadista promove jantar de posse da nova diretoria. Às 20h, no Country Club de Porto Alegre.

FRASE DO DIA

em uma infraestrutura muito importante para o Brasil, que é também a infraestrutura relacionada ao fato de que nosso país precisa ter um padrão de banda larga compatível com a nossa, e uma infraestrutura de banda larga, tanto backbone como backroll, compatível com a necessidade, que nós teremos para entrarmos na economia do conhecimento, de termos uma infraestrutura, porque no que se refere a outra condição, que é a educação, eu acho importantíssima a decisão do Congresso Nacional do Brasil em relação aos royalties. (84 palavras em busca de um sentido.)

Dilma Rousseff