Artigos Anteriores

VIVER NO PANAMÁ

ANO XIV - Nº 007/14 -

MOTIVO DA VIAGEM

Antes de abordar o assunto que prometi para hoje deixo bem claro que o propósito da minha viagem ao Panamá não foi de fazer turismo. Até porque só estive na capital, Cidade do Panamá, onde o clima é muito desconfortável, por ser muito quente e úmido. Aliás, o bom mesmo para quem quer fazer turismo são as praias do Caribe, certamente. Esta constatação, porém, ficou para a próxima viagem.

CANAL

Desta vez, portanto, dois motivos me levaram ao Panamá: o interesse de conhecer as vantagens econômicas que o país oferece, e a visita ao importante Canal, que em 2014, quando estará completando 100 anos, vai estar bem mais largo, o que permitirá a passagem de navios maiores.Atualmente, o Canal fatura entre 7 e 8 milhões de dólares por dia, com a passagem de aproximadamente 40 navios/dia.

SISTEMA FINANCEIRO

Quanto ao sistema financeiro, desde 1904, quando o governo do Panamá assinou um importante acordo monetário, o dólar americano se tornou a moeda corrente, com curso forçado, do país. Entretanto, em 1971, o governo aprovou uma lei abrindo e liberalizando o sistema bancário. Assim, não EXISTE agência governamental supervisionando o setor. Também não incide imposto algum sobre juros ou transações originadas no sistema financeiro. Esta decisão fez com que o número de bancos se multiplicasse de forma impressionante. A maioria formada por bancos estrangeiros. Isto fez com que o Panamá se transformasse no maior centro financeiro da América Latina.Esta lei bancária estimulou empréstimos internacionais e, pelo fato do Panamá ter um sistema tributário restrito apenas ao seu território, os lucros obtidos com transações ou empréstimos feitos no exterior são ISENTOS.

VIVER NO PANAMÁ

Quanto aos estrangeiros que decidiram morar no Panamá, até agora, a maioria é formada por colombianos. Logo atrás estão os venezuelanos, que não param de fugir de seu país, pressionados pelas decisões absurdas tomadas, constantemente, pelo ditador, Hugo Chávez. Dentre as razões que levam muita gente a viver no Panamá, eis algumas que anotei de forma rápida e simples: 1- O Panamá é um REFÚGIO SEGURO em caso de qualquer distúrbio civil;2- No Panamá, os ingressos gerados no estrangeiro, o ingresso de capital e demais interesses não são tributados.3- No Panamá é possível iniciar negócios sem restrições, regulamentos e impostos.4- Os preços de imóveis urbanos, rurais e nas praias ainda estão baixos.

VISTO DE APOSENTADO

O Departamento de Imigração do Panamá oferece várias opções diferentes de permissão para quem deseja viver no país. Eis: 1- VISTO DE APOSENTADO ? Qualquer estrangeiro que prove estar recebendo 1000 dólares/mês, no mínimo, mais 100 dólares por dependente, está habilitado a receber o visto;Idem qualquer estrangeiro que adquirir um imóvel no valor de 100 mil dólares, no mínimo, e prove estar recebendo uma pensão de 750 dólares/mês;Quem obtém o VISTO ganha o direito de importar (uma única vez) artigos até o valor de 10 mil dólares com total isenção de impostos. Mais: pode comprar, em qualquer lugar do mundo, com isenção tributária, um automóvel a cada dois anos. Que tal? Além disso, o aposentado detentor do VISTO passa a ter direito a receber descontos especiais em restaurantes, hotéis, cinemas, teatros e outros produtos e serviços oferecidos no Panamá. Mas, atenção: o Visto não dá ao portador a cidadania panamenha.

VISTO DE RESIDENTE

Este tipo de visto é concedido a qualquer estrangeiro que se disponha: a adquirir, EM SEU NOME, um imóvel residencial de, no mínimo, 300 mil dólares; ou um certificado de Depósito Bancário por no mínimo três anos; ou, ainda, uma combinação entre valor de compra de imóvel e aplicação financeira totalizando 300 mil dólares.

VISTO DE INVESTIDOR

O estrangeiro que investir num negócio ou corporação, no valor de 160 mil dólares, e prove empregar no mínimo 5 pessoas além do registro na Previdência, obtém visto temporário de dois a três anos recebe o Visto de Investidor.INVESTIDOR AGRÍCOLA E/OU FLORESTAL ? Este visto requer investimento de 60 mil dólares. Esses investidores recebem visto por seis anos, renovável a cada dois anos. No caso do Investidor Florestal é exigida a compra de área de, no mínimo, 3 hectares, além do capital de 60 mil dólares.Se alguém está pensando seriamente no assunto deve aproveitar o momento. Afinal, o Panamá, por ser um país pequeno, não tem espaço suficiente para tanta gente frustrada, como é o caso dos latinoamericanos que têm cérebro.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • IGP-M
    O Índice Geral de Preços ? Mercado (IGP-M) variou 1,02%, em maio, taxa superior à registrada em abril, de 0,85%. A variação acumulada em 2012, até maio, é de 2,51%. Em 12 meses, o IGP-M registra alta de 4,26%. Os três componentes do IGP-M apresentaram as seguintes trajetórias, na passagem de abril para maio: IPA, de 0,97% para 1,17%, IPC, de 0,55% para 0,49%, e INCC, de 0,83% para 1,30%.
  • PAIXÃO E ÓDIO
    O PP não conseguirá deter o ímpeto comunista que se instalou na cabeça da senadora Ana Amélia. Ela está com dois sentimentos: está APAIXONADA pela comunista Manoela; e cheia de ÓDIO de seus eleitores.
  • RICS
    Do jeito que o Brasil está definhando, Jim O\'Neill já deve estar refazendo seus estudos sobre o BRICS: o bloco passará a ser RICS. Ou seja, o Brasil deve cair fora. Motivo? Mentiu demais.
  • ENCONTRO FEDERALISTA
    Se você é de Curitiba e Região Metropolitana, ou de cidades próximas no Paraná, Santa Catarina e São Paulo, participe do ENCONTRO FEDERALISTA EM CURITIBA, neste sábado, dia 02/06, às 14:30h na Faculdade FACET Rua Mal. Floriano, 450 a meia quadra da Praça Carlos Gomes. A recepção se iniciará às 14:00h e o Encontro será encerrado às 16:30h.

FRASE DO DIA

Sob a mais livre das constituições, um povo ignorante é sempre escravo.

Marquês de Condorcet