Artigos Anteriores

VAI FICAR POR ISSO MESMO?

ANO XIV - Nº 007/14 -

ANÁLISE NUA E CRUA

Fazendo uma análise nua e crua das contas públicas, tanto da União quanto do RS, a realidade mostra, claramente, que a arrecadação de impostos é absolutamente insuficiente para cobrir as despesas. Quanto a isto não há o que contestar, pois os números e a situação estão aí para esclarecer.


 

DÉFICIT

Considerando que ambos (União e Estado do RS) já aumentaram a carga tributária neste ano, vejam que no caso do Estado gaúcho, mesmo depois de aumentar de forma escandalosa o ICMS, o déficit orçamentário previsto para 2016 é de mais de R$ 4,6 bilhões.

Como o governo do RS já sacou 95% dos depósitos judiciais (máximo permitido por lei), e já estão esgotadas todas as fontes para financiar gastos públicos, a situação merece muita atenção e decisão.

CALADOS

O que mais preocupa é que em nenhum momento os dois  governos -federal e estadual- vieram a público para anunciar REFORMAS, CORTE DE GASTOS e, principalmente, a necessidade de cortar, DEFINITIVAMENTE, os inúmeros privilégios que beneficiam apenas os cidadãos de 1ª Classe (funcionários públicos).
 

INJUSTA E ENERVANTE

Esta demora em atacar as verdadeiras CAUSAS dos problemas financeiros do país e do Estado do RS, além de ser injusta é enervante. - Como é possível que trabalhadores da iniciativa privada precisem ser demitidos para que o setor público atenda os interesses dos servidores -ativos e inativos-?
 

EVIDÊNCIA

Pois, para evidenciar o quanto os governantes não estão nem aí para o povo, vejam, por exemplo, o que afirma e escreve (está na página 19 de Zero Hora de 6/10), o presidente do Tribunal de Contas do RS, Cezar Miola, ao se referir ao bloqueio das contas do RS pela União:

" Contratos devem ser cumpridos, mas também é verdade que ajustes desequilibrados podem ser revistos a qualquer tempo". Mais: "Não se pode admitir que encargos de uma dívida inviabilizem o pagamento em dia dos salários dos servidores além de outros compromissos essenciais".
 

ATENDER PRIVILÉGIOS

Ou seja, para atender às inúmeras vantagens e privilégios que jamais poderiam ser concedidos aos trabalhadores da iniciativa privada, vale tudo. A estes cabe, exclusivamente, pagar impostos, cada vez mais altos, para que tais recursos sejam creditados nas contas dos funcionários públicos -ativos e inativos-. Pode?
 

MAIOR DESPESA E A MAIOR INJUSTIÇA

Como pode alguém que demonstre tamanho senso de INJUSTIÇA ocupar o cargo de presidente do Tribunal de Contas do Estado? Enquanto se coloca, publicamente, como defensor da RENEGOCIAÇÃO DA DÍVIDA DO ESTADO, o dito silencia totalmente quanto aquilo que realmente importa: o FIM DOS PRIVILÉGIOS DO SETOR PÚBLICO, que representa a maior DESPESA PÚBLICA e a maior INJUSTIÇA SOCIAL DESTE MUNDO. Pode?
E aí? Vai ficar por isso mesmo? 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FALANDO EM PRIVILÉGIOS....

    Já que estamos falando de privilégios absurdos, vejam este:

    Hoje são gastos só com ex-governadores R$ 27,8 milhões por ano com suas respectivas aposentadorias vitalícias, que podem chegar a 25 mil reais, segundo reportagem da Folha de São Paulo. Muitos dos beneficiados não ocupam mais cargos públicos, os quais tratam como emprego. Mesmo depois de um único mandato, ou de uma vida política curta, se comparada a uma vida inteira de um trabalhador contribuinte, os EX - políticos ainda têm direito aos vencimentos. O caso com os ex-governadores é só um exemplo.
    A ocupação de um cargo deve ser tratada como uma prestação de serviço à república, a qual já é muito bem remunerada durante o mandato, e precisamos exigir o fim de vencimentos vitalícios por serviços muito mal prestados durante pouco tempo de serviço.

  • ANIVERSÁRIO DO PONTO CRITICO

    Agradeço as manifestações enviadas pela passagem dos 14 ANOS DO PONTO CRITICO, ocorrido ontem, 11/10, cujo editorial comemorativo publiquei na última sexta-feira, 09/10. Sou muito grato aos leitores, colaboradores e anunciantes. Vamos em frente!

  • FEDERALISTA

    Sugiro que conheçam o MOVIMENTO FEDERALISTA, que em breve deverá se constituir em partido político - Partido Federalista-. Vale a pena. Para tanto aí estão os links:

    Filiação: (http://federalista.org.br/filie.php )

    Apoio ao registro: (http://www.movimentofederalista.org.br/files/ficha.pdf )

    Endereço para envio: Partido Federalista - Cx Postal 1879 CEP 80011-970
     

FRASE DO DIA

Chega-te aos bons, serás um deles, chega-te aos maus, serás pior do que eles.