Artigos Anteriores

UMA MULHER IMPORTANTE, MAS...

ANO XIV - Nº 007/14 -

MOMENTO OPORTUNO

A propósito da badalada visita da blogueira cubana, Yoani Sanches, ao Brasil, nada me parece mais oportuno neste momento do que o texto escrito pelo Pensador (Grupo PENSAR!), Léo Iolovich, com o título: UMA MULHER IMPORTANTE, MAS... Confira:

AYAAN HIRSI ALI

Em julho de 2008 esteve em Porto Alegre a escritora Ayaan Hirsi Ali, nascida na Somália, perseguida e ameaçada, por ter denunciado os horrores do fundamentalismo islâmico em relação às mulheres. Entre outras coisas há os que mutilam as meninas extirpando o clitóris e não é preciso dizer muito mais. O cineasta que divulgou sua luta foi assassinado na Holanda e ela está jurada de morte, andando sempre com esquema de segurança pessoal.É uma mulher importante do nosso tempo. Ela teve a coragem de defender mulheres submetidas a estes bárbaros preconceitos e sofrimentos, portanto seria justo receber manifestações de solidariedade de outras mulheres que têm o privilégio de desfrutar de plena liberdade.

VÍTIMA DO FUNDAMENTALISMO

Porto Alegre tinha, então, vários candidatos a prefeito, entre eles três mulheres. Todos eles e, especialmente, as candidatas, silenciaram sobre sua presença entre nós e tampouco se solidarizaram com ela. Ayaan Ali não é -de esquerda-, nem da turma do Fórum Mundial, é apenas uma vítima do fundamentalismo.

MAS

Por ocasião do atentado de 11 de setembro houve quem dissesse não aprová-lo, mas... Exatamente aí, é esse -mas- que libera geral, que permite tudo: -mas- o Bush... -mas- o imperialismo...e por aí vai. Assim o Bin Laden e a Al Qaeda são relativizados, coloca-se um -mas- e vale tudo.

ESQUECIDAS PELOS ADEPTOS

Por essas e outras que a sofrida mulher africana foi esquecida pelos adeptos do -mas-, enquanto seus algozes radicais e terroristas de todo gênero ganham um generoso -mas-, para que seus atos sejam tolerados. Nada pode ser mais reacionário que o fundamentalismo.Quando o Bové, sob aplausos, arranca uma plantação, ou grupo de mulheres destrói mudas de pesquisa vegetal, ou há atentados na área de biotecnologia da UFRGS, ou o relógio dos 500 anos é incendiado, ou quando o avanço genético e a evolução da ciência são contestados e atacados com violência, estamos assistindo a forma mais típica de uma ação de elementos reacionários.Os centros de pesquisa e os laboratórios fizeram muito mais contra a fome, do que a maioria os inúmeros discursos sobre o tema. Porém, contra o progresso e o avanço científico, reacionários e reacionárias estão em luta feroz.

DIREITA E REACIONÁRIO

Não faz muito tempo, quando se dizia que alguém era -de direita- e -reacionário-, significava ser contra os avanços sociais e científicos, enfim, o conservador empedernido inimigo do progresso.Passaram-se os anos, terminou a ditadura, caíram o muro de Berlim e o comunismo e, no Brasil, vivemos a democracia plena. Os conceitos de direita e esquerda ficaram superados e mudaram muito; no campo ideológico, deixaram de ser um referencial, talvez sirvam ainda como indicação de sinais de trânsito.

DITADURA NA AMÉRICA

Os que defendem a mais antiga ditadura da América, onde há censura à imprensa e as pessoas fogem do país, se proclamam de esquerda; enquanto os que defendem a liberdade e eleições livres, ou alertam para o ataque à democracia na Venezuela, são chamados de direita.Hoje muitos dos reacionários são jovens e também mulheres, que pena. Os talibãs também são jovens. Seria bom que nossa juventude lesse sobre a Ayaan e seus livros, usassem o Google. Não basta andar de roupa e cabelo moderno, o importante é não deixar o cérebro enclausurado numa burca.O texto acima foi extraído do livro NA NUVEM ( www.olivronanuvem.com.br)

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • BALANÇO GERDAU
    Faturamento em queda e custos em alta levaram a siderúrgica Gerdau a registrar redução de 70,1% em seu lucro líquido atribuível aos acionistas controladores durante o quarto trimestre do ano passado, frente ao mesmo período de 2011. O resultado foi de R$ 131 milhões.(Valor)
  • DEFINIÇÃO
    O economista Alexandre Schartzmann definiu a condução do Brasil pelo governo Dilma, da seguinte forma: - A política econômica é conduzida nesta ordem: câmbio a R$ 2; crescimento de 4%; juros de 7%; e a inflação que seja o que Deus quiser. Que tal?
  • ESTABILIDADE TOTAL
    Ontem, a presidente Dilma Rousseff afirmou que os fundamentos brasileiros são cada vez mais sólidos e que a estabilidade é um dos -compromissos inegociáveis- que o governo federal saberá manter. Disse mais: - Ninguém duvide de nossa disposição e capacidade para garantir a estabilidade macroeconômica do País. Dilma tem total razão. A nossa economia está estável, sem crescer coisa alguma, já faz tempo.
  • RENAN CALHEIROS
    Em menos de um mês, mais de 1,2 milhão de brasileiros assinaram pela saída de Renan Calheiros. Pergunto: isto vai adiantar? Renan será destituído? Com a democracia reinante, isto jamais vai acontecer.

FRASE DO DIA

O que certamente nunca houve no Brasil foi um choque liberal. O liberalismo econômico assim como o capitalismo não fracassaram na América Latina. Apenas não deram o ar de sua graça.

Roberto Campos