Artigos Anteriores

UM SILÊNCIO INEXPLICÁVEL

ANO XIV - Nº 007/14 -

DUPLA REALIDADE

O baixo índice de escolaridade do povo brasileiro revela uma dupla realidade: enquanto a educação técnica, extremamente necessária para garantir algum desenvolvimento, permanece praticamente estável, a educação ideológica cresce, de forma impressionante, dia após dia. Tal como prevê o programa estratégico deste governo.

DESINFORMAÇÃO

Daí a razão concreta para a compreensível desinformação e desinteresse do povo quanto à existência e aos objetivos do Foro de São Paulo, por exemplo, que a imprensa e vários partidos políticos se negam a expor e/ou discutir.

MANOBRAS PERIGOSAS

Desta forma o povo simplesmente deixa de ser minimamente informado sobre as perigosas manobras do governo, que estão levando, aos poucos, o Brasil a alcançar o estágio já atingido pela Venezuela, através das ações do ditador Chávez, de quem Lula não nega que é amigo e admirador.

LIBERDADE?

Embora o mundo esteja acompanhando a situação política e econômica da Venezuela, onde sobra autoritarismo e falta muita vergonha e democracia, principalmente, o presidente Lula consegue ser o único habitante deste planeta que ainda afirma, com toda convicção, haver liberdade total na Venezuela.

ALIENADOS

O mais espantoso, diante da incapacidade que o povo tem para enxergar e reagir aos propósitos do governo Lula, é o fato da imprensa aberta estar absolutamente calada. E calado também está o PMDB, junto com os demais partidos governistas, que se recusa a admitir que o Brasil corre sério risco. Não é possível que gente atuante na política e na comunicação fique tão alienada.

SÓ ESQUERDA

A bem da verdade, o único partido que de alguma forma está reagindo embora muito distante do necessário é o PSDB, que, diga-se de passagem, também é um partido de esquerda. Como a direita não mais existe no país, porque os simpatizantes crêem que serão confundidos com os militares da revolução de 64, a guinada à esquerda é total.

SÓ NA ECONOMIA

E os liberais, cujo posicionamento não está nem à direita e nem à esquerda, mas acima, ainda existem? Infelizmente, não. Depois da morte de Roberto Campos, os liberais simplesmente sumiram da política brasileira.Aliás, para falar bem claro tem gente que às vezes até gosta de posar de liberal. Mas só na economia. Ainda assim não resistem por muito tempo. O puxa-saquismo impede.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • MAIS ESSA
    A cúpula do PT quer ampliar a influência do partido sobre a política externa brasileira com a criação de um conselho federal dedicado ao tema. O órgão teria caráter oficial e funcionaria paralelamente ao Ministério das Relações Exteriores, que sempre foi o único responsável por formular e executar a política externa do país.Pela proposta, o conselho seria integrado por representantes de ONGs, sindicatos e movimentos sociais ? redutos tradicionais da militância do partido.Sua criação é um dos itens do documento: A política internacional do PT, que será votado no IV Congresso Nacional da legenda, entre os dias 18 e 21.Elaborado pela Secretaria de Relações Internacionais do PT, o texto sugere o nome do órgão: Conselho Nacional de Política Externa. Ele é apresentado como um Organismo Consultivo com participação social, a exemplo dos que já existem em áreas como saúde e educação.O documento afirma que o Itamaraty já estaria abrindo espaço, no governo Lula, para a atuação de ONGs e centrais sindicais. E a aproximação incluiria convites a representantes das entidades para acompanhar diplomatas de carreira em eventos no exterior.Responsável pela redação do texto, o secretário de Relações Internacionais do PT, Valter Pomar, disse que não poderia revelar detalhes sobre composição e funcionamento do conselho. O interessante é que o documento elogia governos de Cuba e Venezuela. Se seguir os moldes de órgãos já existentes em outras áreas de governo, o Conselho Nacional de Política Externa terá presença maciça de ONGs e sindicatos.Um exemplo é o Conselho Nacional de Meio Ambiente, cujas resoluções têm força de lei e são publicadas no Diário Oficial. O órgão tem 22 representantes da sociedade civil, incluindo entidades pouco conhecidas como Sócios da Natureza e Instituto O Direito por um Planeta Verde.Além de propor a criação do conselho e atacar a atuação do Itamaraty no governo Fernando Henrique Cardoso, o documento afirma que o PT deve acompanhar a política externa de Lula, defendendo-a dos ataques da oposição de direita.O texto elogia os governos de Cuba e da Venezuela e prega a intervenção do partido na política de países vizinhos: Do ponto de vista regional, o PT contribuirá para que a esquerda latinoamericana não perca nenhum governo para a direita; e também para acelerar o processo de integração regional. Que tal?
  • BALANÇO BANRISUL
    O Banrisul divulgará amanhã, 10, às 10h30, o balanço de 2009. Na oportunidade, o presidente do Banrisul, Fernando Lemos e diretoria, acompanhados da governadora do Estado, Yeda Crusius, receberão a imprensa no Salão Nobre da instituição.
  • TEDESCO
    Amanhã, 10, acontece a tradicional reunião anual da Construtora Tedesco com a imprensa. Um debate informal e uma troca de idéias sobre o que nos espera neste 2010, com uma pauta que envolve desde o processo sucessório até o aparente retorno do crescimento da economia.
  • BALANÇO
    Seguindo a temporada de resultados dos principais bancos brasileiros, o Itaú Unibanco apresentou hoje seus números referente a 2009. O lucro líquido do ano somou R$ 10,49 bilhões, com queda de 0,8% em relação a 2008. No quarto trimestre, o lucro líquido totalizou R$ 2,81 bilhões, 4,7% superior ao terceiro trimestre de 2009.

FRASE DO DIA

O PODER TEM DOIS ASPECTOS: É UMA NECESSIDADE SOCIAL E É TAMBÉM UMA AMEAÇA SOCIAL.

B. de Jouvenel