Artigos Anteriores

TUDO VELHO

ANO XIV - Nº 007/14 -

TODOS FORAM OUVIDOS

Os representantes das empresas que produzem a maior quantidade de produtos e serviços brasileiros, que por sinal também são as que mais empregam pessoas e mais geram impostos, já foram ouvidos pela imprensa, um a um, sobre o que esperam sobre as prioridades do governo para 2007. Tudo o que eles falaram e sugeriram não é novo. É uma mera repetição daquilo que já vem sendo sugerido nos últimos dez anos.

ESTAMOS DESCRENTES

Assim como se comportaram os governos anteriores, o governo atual também não deu a mínima importância para as sugestões e propostas. Mais: no primeiro mandato, nada fez daquilo que foi proposto. E, por conseguinte, também não fará coisa alguma no segundo. Todos nós gostaríamos que ao menos alguma coisa fosse feita, mas todos estamos descrentes.

FOMOS ENGANADOS

Já sei: alguns dirão que o momento natalino exige otimismo e fartas mensagens de esperança. É verdade. Só que, nos anos anteriores o governo, com muita esperteza, abusou deste sentimento de otimismo e deixou tudo como está. Fomos enganados. Chega, pois, de ficar no otimismo. Só a pressão resolve. E com muita disposição.

BRIC

Tenho repetido e vou continuar fazendo isto enquanto puder: - Sem reformas profundas, e para valer, vamos afundando cada vez mais. O BRIC (sigla que identifica os países: Brasil, Rússia, Índia e China), que mereceu a atenção do mundo como alvos de novos investimentos, já não é mais BRIC. Passou a ser só RIC. O Brasil está sendo descartado como alvo.

RIC

O Brasil, pelo seu continuado crescimento pífio tem comprometido e até puxado para baixo os números dos demais países (Rússia, Índia e China). Nem eles nem os investidores querem a formação do quarteto. Preferem só o trio. Aliás, BRIC lembra diminutivo de brincadeira, enquanto RIC lembra progresso, riqueza. RIC é mais uma abreviação de rico.

BALANÇOS

Segundo as projeções da FIERGS, o Brasil cresce 3,5 em 2007. A Fecomércio também não acredita nos 5% que só Lula e Mantega estão convencidos. As entidades acima mudaram o discurso. Preferem dizer que vão continuar pressionando para que as coisas boas aconteçam no Brasil e no RS. E a Agenda Estratégica, que estão apoiando, é o instrumento a ser utilizado para que o tema seja feito. Passo a passo.

NO SISTEMA

A indústria gaúcha de móveis Florense inova mais uma vez com a implantação do novo sistema Concept 24/7: propostas de decoração que acompanham o cliente nas 24 horas do dia durante os 7 dias da semana em casa ou no escritório. O mobiliário contemporâneo da marca, reconhecido mundialmente, contempla acima de tudo os móveis planejados, onde o minimalismo, as linhas retas, a matéria-prima nobre, a alta tecnologia e o design europeu, estão reunidos em só espaço. A coleção 2006-2007 está sendo lançada simultaneamente nas 90 franquias e, também, nas sete lojas do exterior- EUA (Nova Iorque e Miami), Uruguai e Paraguai. Essa coleção propõe soluções integrais para todos os ambientes de uma residência ou de um local de trabalho. Os projetos oferecidos são exclusivos para cada cliente dentro do conceito custom made: os móveis são projetados a partir do jeito de vida de cada pessoa e observa, não apenas os aspectos dimensionais de um determinado cômodo, mas também a avaliação do dia-a-dia de cada cliente. É importante conhecer suas necessidades específicas, preferências pessoais e gostos, entre outros aspectos. Outra proposta de praticidade esta na linha de estofados; qualquer produto da linha chega à casa ou ao escritório do cliente totalmente desmontado para facilitar o transporte e evitar o içamento.

A ESCOLHA DO RIO

A cidade foi escolhida para receber a primeira flag ship store de toda a rede exatamente para abrigar o novo Concept 24/7. Segundo o vice-presidente da Florense, Gelson Castellan, o maior show-room da rede é ?mais um ponto de sedução para exibir toda a qualidade de nossos produtos de uma só vez?. O franqueado da loja, Adolfo Fuzinatto, também responsável pelo investimento de R$ 1.800.00,00 , ressalta, ainda, que essa escolha se deveu também ao ?valor que o carioca dá à arte e à cultura e ao reconhecimento de um produto sofisticado e de vanguarda?. São 2 mil m² em dois andares com pé direito de 9 metros e vãos livres de 50 metros, o que configura o maior show room de decoração do país projetado nos moldes de museus e galerias de arte. Todos os produtos estão organizados por linhas em um só espaço integrado e unificados sob uma única concepção arquitetônica.

CRP

A CRP - Cia de Participações está comemorando 25 anos de criação. Pioneira no país na atividade de investimentos de risco, a CRP promove, no dia 12, às 9h, um café da manhã com a imprensa no Sheraton Hotel Porto Alegre, quando será anunciado o novo investidor do Fundo CRP VI Venture, além de fazer um balanço das atividades da Companhia em 2006 e as projeções para 2007.

ENTREGA

A ALTUS S.A. entrega o primeiro lote de equipamentos que vai automatizar o complexo energético de Paulo Afonso para a Chesf - Cia Hidro Elétrica do S. Francisco.

MAÇONARIA

A Maçonaria, ordem cuja origem remonta à Idade Média e que possui membros em todo o mundo, recebe uma grande homenagem na sexta-feira, 08, às 21h, no Sheraton Porto Alegre Hotel. A cerimônia marca o ?Dia da Maçonaria Gaúcha?, com um jantar. A data, que passou a integrar o Calendário Oficial do RS. O dia 08 de dezembro foi escolhido por coincidir com a data de assinatura, em 1988, do ?Tratado de União, recíproca amizade, fraternal convivência, estreita colaboração e mútuo socorro?, firmado entre a grande loja maçônica do RS, o grande oriente do RS e o grande oriente do Brasil ? RS, estabelecendo a ?Maçonaria Unida do Rio Grande do Sul?.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

O SUCESSO É UMA PARADA, NÃO O PONTO FINAL.

Richard Sacks