Artigos Anteriores

SETE REFORMAS NECESSÁRIAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

ONDA DE DESENVOLVIMENTO

Por tudo que leio, ouço e assisto, a impressão que está sendo passada para o mundo todo é que a CREDENCIAL para que o Brasil possa entrar, definitivamente, numa fantástica e promissora ONDA DE DESENVOLVIMENTO depende apenas da aprovação da REFORMA DA PREVIDÊNCIA.  Até aí tudo bem.

CREDENCIAL E CAPACIDADE

No entanto, por mais que deva ser festejado aquilo que os deputados e senadores aprovarem, é sempre bom lembrar que apenas a REFORMA DA PREVIDÊNCIA não fará do nosso empobrecido Brasil um bom competidor. Uma coisa é CREDENCIAL, que dá o direito de competir; outra é a CAPACIDADE para fazer a economia crescer e se desenvolver.

REGIME E LIBERDADE

Sugiro, portanto, que não se empolguem além do que manda a prudência. Até porque, diante da inegável situação de penúria que se encontra a nossa paupérrima economia, a possibilidade de enfrentar os desafios, que a REFORMA DA PREVIDÊNCIA abre para um futuro realmente promissor, depende de 1- um poderoso regime (diminuição do peso do Estado); e 2- total liberdade para empreender.

DEVANEIO

Ainda que o REGIME, representado pela VENDA E/OU FECHAMENTO DE ESTATAIS e OFERTA DE CONCESSÕES À INICIATIVA PRIVADA, já esteja sendo operado, o fato é que enquanto o peso do Estado não atingir a medida necessária, as chances do Brasil vir a ser considerado como bom competidor não passam de um devaneio.

SETE REFORMAS

A propósito, a condição necessária para que o nosso Brasil se torne um país realmente saudável e sustentável economicamente, com efetivo reflexo no social, depende de -SETE REFORMAS-:

1- REFORMA DA PREVIDÊNCIA - pública e privada;

2-REFORMA TRIBUTÁRIA - com grande simplificação 

3- PRIVATIZAÇÃO DE EMPRESAS E CONCESSÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA;

4- REFORMA ADMINISTRATIVA - diminuição de burocracia;

5- REVISÃO E REDUÇÃO DE SUBSÍDIOS FISCAIS, CREDITÍCIOS E MONETÁRIOS;

6- AUTONOMIA DO BANCO CENTRAL;  e, 

7- AMPLIAÇÃO DA LIBERDADE COMERCIAL, com maior abertura internacional. 

ACOMPANHAMENTO

Aqueles que acompanham o que foi prometido com o que está sendo feito, aí está o resultado:

1- a REFORMA DA PREVIDÊNCIA (ainda que incompleta) está na reta final;

2- as PRIVATIZAÇÕES estão bem encaminhadas;

3- a AUTONOMIA DO BANCO CENTRAL, idem;

4- a REFORMA TRIBUTÁRIA é a próxima;

5- o ACORDO MERCOSUL -UNIÃO EUROPEIA foi lançado recentemente;

6- a MP 881, batizada de LIBERDADE ECONÔMICA, está em vigor, mas precisa do apoio URGENTE da sociedade para que vire lei; e,

7- na carona desta MP 881, a REFORMA ADMINISTRATIVA está sendo urdida.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • RISCO BRASIL

    A melhor instrumento para tirar a febre da economia de qualquer país  é a TAXA DE RISCO. Hoje, 9 de julho, o CDS - Credit Default Swap - registra 143,1 pontos, ou seja, a menor pontuação da história recente do nosso Brasil. Em julho de 2018, a pontuação era de 307,2; em janeiro deste ano, quando o governo Bolsonaro assumiu, estava 187,1. Agora, repito, está em 143,1. É um bom sinal, não? 

FRASE DO DIA

O socialismo é um sistema que só funciona no Céu, onde não precisam dele, e no Inferno, onde ele já existe.

Ronald Reagan