Artigos Anteriores

SAÍDA OU DESTINO?

ANO XIV - Nº 007/14 -

DESTINO!

Quando alguém se dispõe a viajar, ou se locomover, certamente tem na cabeça o destino. Quem não tem destino definido é porque resolveu andar à toa, sem se preocupar com que encontrará pela frente desde o ponto de partida.

SAÍDA???

Pois, o que mais chama a atenção neste nosso cada dia mais pobre Brasil, é que muita gente, quando percebe que estamos em maus lençóis, só faz uma pergunta: - QUAL É A SAÍDA? Ora, não estamos em busca de uma SAÍDA, mas de um DESTINO.  

DANOS ECONÔMICOS

Vejam, por exemplo, o que neste momento em que a crise política atingiu um novo patamar, produzindo DANOS ECONÔMICOS ainda mais sérios (como se isto fosse possível depois de uma queda de quase 9% do PIB nos últimos três anos), são raros os brasileiros que têm mostrado preocupação com o DESTINO a ser alcançado.

TRÁGICO

Volto a afirmar, por pura reflexão técnica e matemática, carregadas de total bom senso e muito discernimento, que a viabilidade econômica no nosso país (mesmo que muito tímida) depende das REFORMAS que estão tramitando no Congresso. 

REFORMAS

Isto significa, para maus e bons entendedores, de forma absolutamente irrefutável, que sem estas REFORMAS (Trabalhista e Previdenciária) o destino do Brasil é TRÁGICO. Em termos comparativos, é o mesmo que a VENEZUELA experimentou, cujos resultados (lamentáveis) estão aí para serem vistos e muito bem compreendidos.

PASSO IMPORTANTE

Deixo bem claro que não defendo governos e muito menos governantes. Defendo planos econômicos decentes e promissores. O fato é que presidente Temer, ainda que esteja numa situação complicadíssima politicamente, deu um passo importante ao livrar o Brasil da Matriz Econômica Bolivariana e, a partir daí encaminhar REFORMAS mínimas para tentar uma recuperação econômica.  

FUTURO DO BRASIL

Como as forças contrárias às REFORMAS (notadamente o exército formado por 15.007 sindicatos, que não querem apenas a saída de Temer mas, principalmente, a volta de Lula) resolveram entrar de cabeça nesta luta política, visando, objetivamente, restaurar a MATRIZ DO ATRASO.  Caso saiam vitoriosos o futuro do Brasil é NEGRO.

 

COMPRA DO INGRESSO

Gostem ou não, o fato é que os brasileiros que estão sendo seduzidos pelas propostas arquitetadas pelo Foro de São Paulo, que apoia a volta de Lula e seus parceiros, o que menos querem é uma SAÍDA. Estão, isto sim, adquirindo o ingresso para o MESMO DESTINO escolhido pela Venezuela. Será um encontro e tanto, não? 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FOCUS

    Na pesquisa Focus, divulgada hoje,:

    1- a projeção para o IPCA ao final de 2017 recuou de 3,93% na semana anterior para 3,92%, e para o final de 2018 caiu de 4,36% para 4,34%. Para 2019 e 2020, as projeções permaneceram em 4,25%.

    2- a expectativa para a taxa de câmbio recuou de R$ 3,25/US$ para R$ 3,23/US$ ao final de 2017, e permaneceu em R$ 3,36/US$ em 2018.

    3- a projeção para a taxa de crescimento do PIB permaneceu estável em 0,50% e em 2,50% ao final de 2017 e 2018, respectivamente.

    4- a estimativa para a taxa Selic, por sua vez, manteve-se em 8,50% ao final de 2017 e de 2018.

  • CONFIANÇA

    A leitura prévia do índice de confiança da indústria, calculado pela FGV, mostrou alta de 1,2 ponto frente à leitura final de abril, chegando a 92,4 pontos. A continuidade do movimento de alta do indicador contou com avanço dos índices de situação atual (+1,3 ponto na comparação com abril, para 89,6) e de expectativas (+0,8 ponto, chegando a 95,2 pontos).

    O NUCI, que mede o nível de utilização da capacidade instalada da indústria, apresentou queda de 0,2 p.p para 74,5 pontos.

FRASE DO DIA

A sociedade que coloca a igualdade à frente da liberdade irá terminar sem igualdade e liberdade.

Milton Friedman