Artigos Anteriores

RECUPERAÇÃO ECONÔMICA OU RECUPERAÇÃO JUDICIAL?

ANO XIV - Nº 007/14 -

MODO REVERSÃO

O botão que aciona os motores da economia brasileira segue -OUT OF ORDER-. Entretanto, quando, eventualmente, acende a luz do painel de controle, informando que os motores entraram em funcionamento, aí o movimento é de -REVERSÃO-.

IBC-Br DECEPCIONANTE

Este é o triste retrato da economia do nosso empobrecido Brasil, como revela o IBC-Br -Índice de Atividade Econômica do Banco Central-, divulgado na manhã de hoje, o qual mostra uma preocupante  QUEDA DE 0,73% em fevereiro ente janeiro.

PIB NEGATIVO NO PRIMEIRO TRIMESTRE

Considerando que o IBC-Br é uma PRÉVIA do resultado do PIB, basta somar a queda de 0,73% em fevereiro ante janeiro com a queda de 0,31% em janeiro ante dezembro, para admitir, de forma inequívoca, que o PIB DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2019 será NEGATIVO. 

REFORMA DA PREVIDÊNCIA AINDA EM ABRIL

Ora, se todos os deputados federais fossem dotados de um mínimo de discernimento, esta notícia bastaria para fazer com que a PEC da REFORMA DA PREVIDÊNCIA fosse aprovada, assim como está posta, ainda neste mês de abril.

MOTORES PARADOS

O fato é que, gostando ou não, quanto mais a REFORMA DA PREVIDÊNCIA é adiada mais os motores da economia brasileira permanecem parados ou, quando funcionam, entram em modo -REVERSÃO-, como atesta o índice negativo de 0,73% do IBC-Br. 

FOCUS

Vejam que as projeções que, semanalmente a pesquisa Focus divulga, mostram uma contínua queda da  taxa de crescimento do PIB 2019. Hoje, por exemplo, a projeção do crescimento do PIB para 2019 caiu de 1,97% para 1,95% e para 2020 recuou de 2,70% para 2,58%.

Se levarmos em conta que o ano começou com estimativa de crescimento de 3% (motivada pela certeza da aprovação da Reforma da Previdência), de lá pra cá os motores (PIB) seguem em -modo- REVERSÃO DA TAXA DE CRESCIMENTO.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESPAÇO PENSAR+

    A propósito da intervenção do governo na economia, eis o texto do pensador e economista Ronald Hillbrecht:

    Dois princípios liberais para que uma sociedade não empobreça: 

    I) Não pode ter controle de preços. Controle de preços piora a alocação de recursos e leva a empobrecimento da sociedade. Por maior que seja a tentação política, por mais sofisticada que seja a estratégia e a racionalidade política, pense mil vezes antes de ousar controlar qualquer preço. É simplesmente a maior fonte de ruína econômica de uma nação. Na dúvida, lembre o que aconteceu no governo Dilma.

    II) Governo não pode ser arbitrário e deve se submeter à regra da lei. Em outras palavras, o governo deve ser limitado constitucionalmente. O executivo não pode executar, como regra, gastos não autorizados pelo legislativo. Governos arbitrários são a segunda grande fonte de empobrecimento de uma sociedade, pois criam insegurança de direitos (em particular de direitos à propriedade) e provocam uma percepção na sociedade de injustiça, levando a conflitos políticos e divisão social.

  • COLETIVA AGAS

    O presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, convida a imprensa para a coletiva de apresentação do levantamento Ranking Agas 2018. A divulgação ocorrerá no dia 16 de abril, terça-feira, às 10h, na sede da entidade – Rua Dona Margarida, 320, Porto Alegre/RS.

    Longo anunciará os resultados do tradicional estudo promovido pela Agas, abordando tópicos como:

    - O balanço das vendas no ano passado e a representatividade dos supermercados;
    - Quem cresceu mais: as grandes ou as pequenas empresas;
    - A concentração de mercado;
    - Os meios de pagamento e o tíquete médio: como os gaúchos estão pagando as contas de supermercado;
    - A mão de obra: o que mudou no perfil dos funcionários do setor;
    - As primeiras impressões de 2019, o que o setor está sentindo com as vendas de Páscoa e as previsões de investimentos;
    - Hábitos de consumo: categorias de produtos em destaque nas vendas
    - O prêmio Ranking Agas 2018: personalidades e supermercados premiados.

  • TRADIÇÃO ALEMÃ

    O Bourbon Ipiranga, Bourbon São Leopoldo e Bourbon Novo Hamburgo, unidades da Rede Bourbon Shopping, celebrarão a Páscoa deste ano em clima germânico. De 12 a 20 de abril, os shoppings promovem o espaço Osterbaum (do alemão, Árvore da Páscoa), inspirado na tradição da Árvore da Vida, maneira alemã de comemorar a data na qual os ovos de Páscoa são pendurados em árvores.

    Nos locais, serão promovidas oficinas gratuitas voltadas para crianças de 2 a 12 anos. O público participante poderá se divertir pintando ovos com tintas e canetas coloridas, que poderão ser levados para casa. As crianças também poderão produzir máscaras de coelhos e receber pinturinhas no rosto com temas da data.

    As oficinas acontecem gratuitamente, de segunda-feira a domingo, das 14h às 20h, na praça de eventos dos shoppings, e os atendimentos se dão por ordem de chegada.

FRASE DO DIA

O Brasil está mais perto de uma RECUPERAÇÃO ECONÔMICA ou de uma RECUPERAÇÃO JUDICIAL?