Artigos Anteriores

RAZÕES PARA O DESENCANTO

ANO XIV - Nº 007/14 -

PORTO JÁ INSEGURO

É verdade que a saída de capitais do Brasil, neste momento, ainda é pequena em comparação com os ingressos verificados quando o nosso país ainda se mostrava como um porto seguro e encantador aos investidores estrangeiros.

DESCONFIANÇA

No entanto, o tamanho do desencanto não pode nem deve ser medido somente pelo volume da saída de dinheiro do país. O problema está na desconfiança que passou a dominar as mentes dos investidores, como mostra o mercado.

GREVES

Os motivos que estão levando a este repentino desencanto são vários. Um deles, porém, está falando bem alto neste momento: as greves que estão paralisando constantemente as atividades econômicas e sociais do país.

OS SINDICATOS MANDAM

Dentre as inúmeras greves de serviços públicos que se espalham por vários Estados e Municípios, a dos metroviários paulistas, nesta semana, acendeu de vez a chama da vontade de cair fora do país. Agora ficou bem claro que no Brasil, desde o momento em que Lula foi eleito presidente, e continuando no governo Dilma, quem manda mesmo e para valer são os SINDICATOS.

PODER SINDICAL

O poder que as centrais ganharam a partir do momento em que o PT assumiu o governo é simplesmente impressionante. Todos os brasileiros, sem exceção, se tornaram reféns dos líderes sindicais, que fazem o que bem entendem.

COLHENDO O QUE FOI PLANTADO

Se isto está causando muito aborrecimento, uma coisa precisa ser esclarecida antes que a surpresa tome conta das mentes dos indignados: o Brasil está colhendo exatamente o que foi plantado ao longo deste modo socialista de governar.Como os salários dos servidores continuam subindo astronomicamente em função da pressão dos sindicatos, e a nossa Constituição não permite qualquer redução salarial, a economia parando de crescer (como já está acontecendo) o custo-país ficará ainda mais insuportável. Daí o pavor, que só tende a aumentar.

REAÇÃO EQUIVOCADA

Mais lamentável ainda, se é que pode haver uma classificação de importância dentro da camisa de força que a sociedade é submetida a cada movimento grevista, é a reação equivocada mostrada pelos revoltados. As pedras que os mais revoltados atiram, com o propósito de marcar o sofrimento que as greves proporcionam, geralmente tem como alvos coisas e pessoas que nada têm a ver com o problema. Quem deveria ser alvejado são os líderes sindicais, responsáveis pelas paralisações. Esses, no entanto, seguem intactos.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ANA TRAIDORA
    Depois de tantas manifestações de gente que se sente traída pelas atitudes da senadora Ana Amélia não há como não chamá-la de Ana Traidora. Cada dia aparece mais gente indignada e todos esperam a palavra do Celso Bernardi, que anda omisso. Estranho, não?
  • GOVERNANÇA
    A GERDAU comunica que, com vistas a aprimorar sua Governança Corporativa, os Conselhos de Administração das Empresas Gerdau aprovaram as seguintes novas políticas: Negociação de Ações, Gestão de Riscos e Operações com Partes Relacionadas.
  • CALÇADÃO
    A Prefeitura de Porto Alegre e a Associação dos Bancos no Estado do RS (Asbancos) formalizaram, ontem, o projeto para a revitalização do calçadão da Rua da Praia, no Centro Histórico da Capital. O contrato com a empresa Aerogeo, para a prestação de serviços, foi assinado na sede da Asbancos. A iniciativa é uma adesão ao projeto Minha Calçada, do movimento Porto Alegre: Eu curto. Eu cuido.
  • COPA 2014
    Hoje pela manhã, o prefeito José Fortunati assinou o contrato para duplicação do primeiro trecho da Voluntários da Pátria (entre a rua da Conceição até as proximidades da rua Ramiro Barcelos). O valor da proposta vencedora é de R$ 13.328.206,21 e está dentro da Matriz de Responsabilidades da Copa do Mundo de 2014. O projeto completo prevê a extensão da duplicação da via, implantação de ciclovia e tratamento paisagístico do canteiro central.
  • CERTIFICAÇÃO
    O Laboratório Endocrimeta realiza hoje, 25, a Solenidade de Comemoração da Certificação do Laboratório pela SBAC (Sociedade Brasileira de Análises Clínicas), em Gestão da Qualidade e Competência Técnica.

FRASE DO DIA

Liberdade é o direito de saber o valor e a obrigação em preservá-las. A liberdade não é ferramenta de inútil.

Elanklever