Artigos Anteriores

QUEM É O MAL-EDUCADO?

ANO XIV - Nº 007/14 -

OS MAL-EDUCADOS

Li, nas redes sociais, que alguns brasileiros reprovam a atitude daqueles que dizem, em voz alta, algumas boas e merecidas verdades a certos políticos, quando frequentam ambientes públicos. Para eles, só pessoas muito mal-educadas, ou malcriadas, agem desta forma. 

OS BEM-EDUCADOS

Ora, pelo repúdio que manifestam às atitudes desses brasileiros que apenas mostram as suas indignações quando se deparam com petistas-malfeitores, fica a impressão de que os bem-educados são os -insultados-. Mais: dão a entender que nada justifica alguém vir a ser alvo de qualquer descompostura. Muito menos em ambientes públicos. Pode?
 

GUIDO MANTEGA

Resolvi tocar no assunto porque o ex-ministro Guido Mantega, depois de ser chamado de -ladrão- num restaurante paulista, na frente de sua filha Marina Mantega, resolveu se manifestar por escrito, em forma de artigo que foi publicado recentemente na Folha de São Paulo, com o título: Sobre Intolerâncias.
 

TEXTO-RESPOSTA

Ora, depois de ler a mensagem de Mantega (www.contextolivre.com.br/2015/07/sobre-intolerancias.html) fiquei ainda mais indignado. Principalmente pela forma ridícula como se defende o petista. Pois, quando já estava pronto para contestar as bobagens ditas pelo ex-ministro, me deparei com o texto-resposta, escrito pelo administrador Stephen Kanitz (MBA pela Harvard Business School e Autor de A Missão do Administrador, Controladoria, Brasil Que Dá Certo). 
 

PREVIDÊNCIA SOCIAL

Como, por diversas vezes, tenho me referido ao brutal déficit da Previdência Social, que nenhum governante mostra interesse em atacar, resolvi que deveria repercutir a resposta que Kanitz deu ao ex-ministro, a qual também cai, sob medida, a todos aqueles que dizem que é mal educado quem resolve enfrentar bandidos. Eis:

 

MINISTRO MAL PREPARADO

Seu artigo "Sobre Intolerâncias" publicado na Folha de 5/07 mostra como um Ministro da Fazenda, mal preparado, não consegue nem entender o mal que cometeu à sociedade.
Quando lhe chamam de ladrão nos restaurantes na frente de sua filha Marina Mantega, estes poucos corajosos nem sabem que a ladroagem foi de R$ 8.000.000.000.000,00.
Nem você sabe disto.
Quando mostrei a Lula, na sua frente, da necessidade de resolver o déficit da previdência logo no início de governo, você interrompeu e arruinou a conversa dizendo que não havia sequer déficit da previdência.
Santa ignorância Prof. Guido Mantega!
Se você pelo menos tivesse estudado administração e contabilidade, saberia que o déficit era na época de R$ 260 bilhões por ano, financiado por uma dívida.
Uma dívida para com as novas gerações, os R$ 260 bilhões que os jovens, incluindo a sua filha, estavam contribuindo.

 

SANTA IGNORÂNCIA

Mas no seu despreparo, você achava que as despesas de R$ 260 bilhões estavam sendo "financiadas" por uma receita, uma receita previdenciária de R$ 260 bilhões, portanto déficit zero.
Santa ignorância, e você atrapalhou e destruiu a minha tentativa de explicação ao Lula, naquela reunião com Antoninho Trevisan.
Diante da nossa discussão ele decidiu mudar de assunto dizendo:
"Bom, vamos mudar de assunto, mas pelo que o Kanitz está afirmando, ainda bem que já sou aposentado, porque já garanti o meu."
Lula "garantiu o dele" às custas das receitas de sua própria filha, Marina Mantega, e você nem sabe disto.

Acontece que a nossa Constituição Federal é bem clara, Guido.
"Art. 201. A Previdência Social será organizada observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial."

 

O BRASIL ESTÁ TOLERANTE DEMAIS

O dinheiro da Marina Mantega deveria ter sido depositado por você num Fundo Financeiro, e as aposentadorias determinadas por cálculos atuariais.
Nenhum Fundo foi criado por você, por Armínio Fraga, por Pedro Malan, e pior, você sumiu com a contribuição da sua Marina para imediatamente pagar a velha geração, imprevidente, sem nenhum equilíbrio atuarial.
Os jovens brasileiros são literalmente roubados por economistas como você, em vez dos jovens terem seu dinheiro rendendo juros por 30 anos, e podendo se aposentar com um salário digno.
Só na sua gestão como Ministro sumiram R$ 3 trilhões, que você roubou da nova geração, mas só você sabe exatamente o valor.
E isto é muito mais do que a corrupção da Petrobras, da qual você foi Presidente do Conselho, cargo que você jamais deveria ter acumulado.
Você está fora de si quando diz que a população se tornou intolerante com você.
O Brasil está tolerante demais com economistas despreparados que não sabem o que é déficit atuarial, que não sabem o que é gestão financeira, que nunca leram o artigo 201 da nossa Constituição.
Você vai devolver este dinheiro? Sim ou não?
Sua filha deveria ter sido a primeira a lhe alertar, como eu lhe alertei na frente do Lula.
Em vez de me ajudar a convencer o sapo barbudo, você atrapalhou e cortou a discussão dizendo que não havia déficit.
Se eu lhe encontrar num restaurante, eu vou acusá-lo de ter desviado R$ 3 trilhões, de jovens como a Marina Mantega.
E de ter desviado R$ 3 trilhões de recursos de investimentos de longo prazo, 30 anos em média.
E de ter assim elevado os juros a estes níveis estratosféricos.
E de ter condenado 20 milhões de jovens a uma aposentadoria mínima, tudo pela sua incompetência contábil e financeira.
Espero que sua filha Marina Mantega seja a primeira a cuspir no seu prato.
Você tem sorte que o brasileiro é tolerante e ignorante demais em termos de Finanças e Atuária.
Tenho certeza que o Joaquim Levy está desviando da mesma forma, e ele é economista de Chicago. Por isto você vai escapar.
Mas eu sei, e a Marina Mantega também.


 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • LADEIRA ABAIXO

    O consumo continua descendo ladeira abaixo em 2015. O volume de vendas no comércio no país caiu pela quarta vez consecutiva em maio, desta vez com variação negativa de 0,9% ante abril, informa o IBGE. Trata-se do pior resultado verificado para o mês desde maio de 2001, quando também caiu 0,9%.
    Em relação a maio de 2014, que registrou acréscimo de 4,6%, a queda foi ainda mais acentuada, de 4,5%. Além de ser o sexto recuo seguido nessa base de comparação, é o menor desempenho do varejo no mês desde maio de 2003, quando caiu 6,2%. (Veja)

  • AGORA VAI?

    A Comissão de Licitação da prefeitura de Porto Alegre recebeu ontem cinco propostas de empresas interessadas em realizar as obras de revitalização do primeiro trecho, de 1,3 mil metros, da orla do Guaíba. As intervenções, que têm prazo de 18 meses para serem realizadas, vão da Usina do Gasômetro até a Rótula das Cuias.

    Esta é a quarta tentativa de contratar o serviço de execução do projeto do arquiteto paranaense Jaime Lerner, que foi concluído em 2013. Desde o último edital lançado, o município reajustou o valor do trabalho, passando de R$ 57,4 milhões para R$ 67,8 milhões. Se não houver recursos contra a homologação da vencedora, a empresa deverá ser contratada até o final deste mês.
     

  • CAMPANHA DO AGASALHO

    Até o dia 24 de julho o Sindilojas Porto Alegre realiza a Campanha do Agasalho 2015. A Entidade está arrecadando roupas, sapatos, mantas, toucas, cobertas, toalhas e luvas, além de artigos de vestuário para animais de estimação. Ao final do período, as doações serão encaminhadas para as campanhas da Prefeitura de Porto Alegre e do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Os interessados em participar podem doar na sede do Sindicato (Rua dos Andradas, 1234, 22º andar). Mais informações pelo telefone (51) 3025-8300.
     

  • EXPOSIÇÃO

    O Bourbon Shopping Country recebe, até 25 de julho, a exposição Mulheres de 30 a 40 graus, da fotógrafa Lisette Guerra. Ao todo, 30 mulheres foram clicadas por Lisette, entre empreendedoras, profissionais liberais e formadoras de opinião. A procuradora do Estado Fernanda Foernges Metz, a arquiteta Cassia Kroeff e a Juíza de Direito Cleciana Pech foram algumas personalidades fotografadas.
     

FRASE DO DIA

Quanto menos os homens pensam, mais eles falam.

Montesquieu