Artigos Anteriores

PUNIDO PELO ACERTO

ANO XIV - Nº 007/14 -

LIBERAÇÃO DE DINHEIRO PARA A GRÉCIA

O representante brasileiro no Fundo Monetário Internacional, o petista de carteirinha Paulo Nogueira Batista Jr, ao votar contra a liberação de novas tranches de recursos para a Grécia, no meu entender não deveria ser penalizado, como está sendo noticiado e previsto.

FORMA

Justifico a minha colocação porque, pela primeira vez, o economista surpreendeu positivamente: conseguiu, para minha estupefação, fazer uso da razão. Nogueira até pode ser criticado pela forma. Mas, nunca por ter negado a liberação da parcela.

ORIGEM DOS RECURSOS DO FUNDO

Ora, até as pedras que se espalham por todos os caminhos do mundo sabem que emprestar dinheiro à Grécia é se despedir do dinheiro para sempre. E como os recursos do FMI saem dos bolsos dos pagadores de impostos de todos os países que dele participam, é preciso que haja critério no uso do caixa.

BRONCA DO MANTEGA

Pela reação do ministro Mantega, que informa ter sido um equívoco o voto contrário de Nogueira Batista Jr, quando o mesmo vier ao Brasil na próxima semana (foi chamado) vai levar uma bronca. Até porque Mantega, depois de conversar com Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, se declarou favorável à retificação do voto, ou seja, a favor da caridade.

PUNIDO POR TER RAZÃO

Isto explica, com absoluta clareza, o quanto os petistas, em geral, adoram desperdiçar recursos públicos. Quando um petista surpreende por fazer uso da razão (coisa absolutamente rara e até impensável), e se manifesta contra o desperdício, é imediatamente repreendido. Pode?

11 PAÍSES

O curioso é que Paulo Nogueira Batista Jr representa, além do Brasil mais outros dez países da América Latina e do Caribe no FMI. Não é de se perguntar o que acham, cada um dos países representados, sobre o voto do brasileiro que foi contrário ao mau uso do dinheiro do Fundo?

FINANCIAR O FMI

Vale dizer que o ex-presidente Lula se vangloriou, quando anunciou ao mundo todo, que o Brasil deixaria de ser financiado pelo FMI e passaria a financiar o Fundo. Como o dinheiro usado para tanto é do contribuinte brasileiro, o mínimo que se poderia exigir é que esse recurso fosse bem administrado.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PETROBRÁS
    A Petrobrás informou uma produção doméstica de petróleo de 1.979 kbpd em junho, representando um crescimento de 4,6% em relação ao mês anterior. A produção maior neste mês decorre de: I) conexão de poços adicionais ao navio plataforma (FPSO) Cidade de Itajaí (no campo de Baúna, na bacia de Santos) e ao FPSO Brasil (no campo de Roncador, na bacia de Campos); II) início de operações do FPSO Cidade de Paraty no campo do pré-sal de Lula NE, em Santos; III) o retorno à operação da P-25 e da P-31, no campo de Albacora, em Campos, e o FPSO Cidade de Angra dos Reis, no campo de Lula, após paralisações para manutenção. As plataformas P-20 e Pampo-1 (PPM-1), ambas em Campos, foram paralisadas para manutenção em junho.
  • FORO DE SÃO PAULO
    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Bolívia, Evo Morales, são esperados no 19º Encontro do Foro de São Paulo, que reúne partidos e organizações de esquerda da América Latina.Entre os debates programados estão um seminário sobre a contribuição do ex-presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para -o processo de mudança da América Latina e do Caribe- e uma homenagem ao político, morto em março. Que tal?
  • INDÚSTRIA GAÚCHA
    A atividade da indústria do RS encerrou o segundo trimestre com pouco dinamismo. Na Sondagem Industrial do Rio Grande do Sul, todos os indicadores sobre as condições atuais registraram valores abaixo da linha divisória dos 50 pontos, o que significa pessimismo. E agora, Tarso?
  • MENSALÃO
    Se os governantes entenderam o recado dado pelo povo nas ruas, o Mensalão deveria encerrar imediatamente, com todas as condenações que estão sendo esperadas. Será?

FRASE DO DIA

Onde não há caridade não pode haver justiça.

Santo Agostinho