Artigos Anteriores

PRIMAVERA DOS EQUÍVOCOS

ANO XIV - Nº 007/14 -

ESTAÇÃO PERDIDA

Nem bem o mês de setembro começou pra valer, e a enxurrada de equívocos governamentais já está a mil por hora. Como os Poderes estão ocupados por populistas e/ou gente despreparada, o que dá no mesmo, a nossa primavera não será, mais uma vez, uma estação de renovação.

ÁRVORES FRONDOSAS

Aqui, para infelicidade dos poucos que ainda têm bom senso, o negócio é plantar despesas públicas por todos os cantos. O resultado, como se vê, é que o nosso quintal está repleto de árvores frondosas, cuja função exclusiva é servir de abrigo para rombos e mais rombos do caixa do Tesouro Nacional.

FLORESTA

Para manter esta imensa floresta, que não para de crescer, mais e mais impostos, taxas e contribuições são criados. O curioso é que poucos admitem a necessidade urgente da poda e da eliminação da maioria das árvores. O que prova o tamanho da estupidez do povo e dos governantes.

CMF

Diante de tanta desorganização, excesso de corrupção e total falta de administração, o governo agora anda às voltas com a necessidade de encontrar uma fonte de recursos para financiar a Saúde Pública. E, pelo que tudo indica acabará recriando a estúpida Contribuição sobre Movimentação Financeira.

CASSINOS

Para desespero de quem tem cérebro, o governo já descartou qualquer possibilidade de buscar mais recursos através da legalização de jogos no país. Pode? Isto explica o imenso número de brasileiros que lotam, principalmente, os cassinos de Punta Del Este e Rivera, no Uruguai. Ou seja: quanto mais o governo inviabiliza a existência de cassinos por aqui, mais vamos contribuindo com o país vizinho, que mostra ser bem mais adiantado.

IDELI DO ATRASO

Dentro da lógica do atraso, da imbecilidade e da total falta de bom senso, a péssima ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, está batendo pé insistindo pela recriação do indecente imposto sobre movimentações financeiras. Pode?

O PT SEMPRE ATRASADO

Com exceção do PT, os demais partidos da base discutem, como forma de financiamento para a saúde, outras propostas: uso dos recursos de royalties do pré-sal; aumento da alíquota do DPVAT; taxações extras para bebidas e cigarros, etc. Apenas alguns (poucos) admitem a legalização de alguns jogos no Brasil. É duro, não?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FREIO
    O PIB brasileiro registrou expansão de 0,8% no segundo trimestre deste ano na comparação com o primeiro trimestre. Sinal do freio, pois no período anterior a economia havia crescido a um ritmo mais acelerado. Em valores correntes, o PIB chegou a R$ 1,021 trilhão.
  • PARABÉNS
    O dia 1º de setembro é um dia de festa para a Florense. A consagrada fábrica de móveis -high end- que representa o Brasil entre as melhores do mundo e que tem se notabilizado pelo pioneirismo em todas as ações inerentes a uma fábrica de móveis de primeiro escalão. O objetivo do novo sistema era claro: a vertiginosa evolução na qualidade dos produtos exigia sua complementação com igual qualidade também no padrão de serviços ? projetos personalizados, medições, assessoramento técnico, transporte, instalação e assistência técnica ?, algo que os varejos tradicionais não conseguiam oferecer, mas que os clientes Florense mereciam.
  • 23 ANOS
    Há exatos 23 anos, a FLORENSE mudou radicalmente seu sistema de distribuição de produtos: abriu mão de aproximadamente 4.000 pontos de venda do varejo tradicional e iniciou o primeiro grande sistema de franquias do Brasil no setor moveleiro, sendo seguida, anos mais tarde, por outros fabricantes.
  • 72 PONTOS DE VENDA
    Assim, Em 1º de setembro de 1988, foi implantada a rede de lojas franqueadas de prestação de serviços Florense, que, atualmente, conta com 72 -pontos de sedução? 60 no Brasil e 12 no exterior (Nova York, Chicago, cidade do México, Monterrey, Santo Domingo, Panamá, Guatemala, Santiago, Asuncion, Montevideo, Punta del Este e Luanda).
  • PRÊMIO
    No próximo dia 11 de setembro, em Chicago (EUA) a Grafiset, de Porto Alegre, receberá o premio PIA (Print Industries of America) na categoria Business Card (Cartão de Visita) pela peça cartão Café do Porto. O trabalho da gráfica gaúcha foi selecionado pelo júri internacional que encontrou muitas dificuldades para eleger as melhores peças. A edição 2011 do PIA contou com mais de 3.200 trabalhos inscritos, divididos em 100 categorias.

FRASE DO DIA

Não há pior vilão que o vilão consciente.

Miguel de Cervantes