Artigos Anteriores

PRESENTE DE NATAL

ANO XIV - Nº 007/14 -

BINÓCULO

Na semana que antecedeu o Natal, quando o organizador do nosso -amigo secreto- me pediu que escrevesse num pedaço de papel qual o presente gostaria de ganhar, não pensei duas vezes: neste ano prefiro um BINÓCULO.

CAPITALISMO

Como os meus amigos mais próximos devem ter ficado cheios de curiosidade com a minha escolha, uma vez que não moro em lugar alto, desde já esclareço: pretendo observar o cruel afastamento do CAPITALISMO, que jamais conseguiu ancorar no nosso pobre Brasil, infelizmente.

FANTASIA

Como o Natal propicia um mundo de fantasia, com o binóculo, de forma ilusória certamente, ficarei por mais tempo com a impressão de que o CAPITALISMO ainda continua perto do Brasil, tentando furar o forte bloqueio NEO-COMUNISTA, já instalado por aqui pelos governantes petistas.

EUFEMISMO

Na realidade, a escolha do binóculo não passa de um eufemismo, ou figura de linguagem, para suavizar o que acontece no nosso pobre país. Mesmo que o Brasil nunca tenha experimentado o CAPITALISMO, já é perceptível, a olho nu, a aproximação (ou mesmo a instalação) do NEO-COMUNISMO em todos os cantos do país.

REALIDADE

É lógico que antes de tudo é preciso admitir uma infeliz realidade brasileira: Diante do ÍNFIMO grau de discernimento e entendimento do nosso povo, que mal consegue distinguir entre o bom e o ruim, o melhor e pior, a percepção do avanço do NEO-COMUNISMO é praticamente inexistente.

COMPETÊNCIA

Como bem escreveu o economista André Lara Resende (Estadão de 22/12), o brasileiro em geral (99%) não consegue fazer uma comparação entre o que acontece com a China e o que acontece no Brasil. Eis:- São muitas as diferenças que existem entre o Brasil e a China. Em termos econômicos, no entanto, uma é fundamental: a China tem uma tradição milenar de autoritarismo burocrático COMPETENTE. O custo do Estado é menos de 30% da renda e está em queda.

INVESTIMENTO

- Já a participação do Estado no investimento, na chamada formação bruta de capital fixo, é de 21% do PIB. Ou seja, só o investimento direto do Estado chinês é uma proporção maior da renda nacional do que todo o investimento brasileiro, público, privado e estrangeiro, que não chega a 19% do PIB. Na China, o Estado é competente, custa pouco e investe muito. No Brasil, o Estado é caro e incompetente, não investe, nem cumpre suas funções básicas.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • COIOTE
    As entidades que compõem o movimento Chega de Mordida (CDL Porto Alegre, Federasul, AGV e Movimento Lojista) repudiam a atitude do senhor governador Tarso Genro ao declarar recentemente à imprensa que agirá como um COIOTE apostando na instabilidade provocada por seu governo ao não reconhecer a extinção do imposto de fronteira e, desta forma, continuar a arrecadar mais um pouco dos pequenos varejistas gaúchos. Esse comportamento, ainda mais vindo de um governante, desaponta profundamente as 77 mil micro e pequenas empresas de varejo do RS. É lamentável que um Governo de Estado não cumpra o que foi aprovado na Assembleia Legislativa por maioria absoluta dos deputados que representam o povo gaúcho. O Decreto Legislativo e o Projeto de Lei que acabam com o famigerado imposto foram aprovados dentro das normas constitucionais, regimentais e de forma soberana!
  • AULAS
    O governo federal (leia-se Dilma e o PT) vai fundar, no primeiro trimestre de 2014, a Universidade do Trabalhador, plataforma de ensino à distância que oferecerá cursos de qualificação profissional tendo como principal meta a -politização- dos trabalhadores. As aulas incluem MARXISMO, SOCIALISMO E CAPITALISMO (ao modo petista de ver). Que tal?
  • CHURRASCO GAÚCHO
    As vendas recordes de carnes para churrasco, flores, panetones, aves e pequenos presentes nos últimos dias resultaram em um crescimento de 9% nas vendas deste Natal, nos supermercados gaúchos, em relação à mesma festividade do ano passado. O resultado superou a previsão de 7% de crescimento apontada pelos supermercadistas em pesquisa realizada em outubro, segundo informações do presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo.
  • RESSACA
    Passada a ressaca do Natal ? processo que talvez ainda esteja em andamento para alguns ?, diversos indicadores divulgados na manhã de hoje atestam o que a maioria já esperava. O Papai Noel brasileiro estava mesmo manco e o Natal foi morno, para dizer o mínimo.Ainda que as vendas nos shoppings do país tenham aumentado 5%, este foi o pior desempenho desde 2010, segundo a Alshop. Sem a abertura de 38 novos centros de compras ao longo do ano, teria havido queda nas vendas de shoppings.(Valor)

FRASE DO DIA

NO BRASIL, INFELIZMENTE, AO INVÉS DA AMBIÇÃO, O QUE MAIS PROSPERA É A INVEJA.