Artigos Anteriores

PLANO PARA LÁ DE MAQUIAVÉLICO

ANO XIV - Nº 007/14 -

PLANO TÁTICO-ESTRATÉGICO

Sem qualquer ponta de dúvida, a partir do momento em que o PT passou a governar o país, o povo brasileiro virou presa de grandes armações e enganações. Para confundir a cabeça do -povo-babaca-, e desta forma procurar dificultar ao máximo as eventuais investigações dos malfeitos, o Plano Tático-Estratégico Petista, de abrir várias frentes, foi pra lá de exitoso. Maquiavélico.

OBSERVAÇÃO DIFICULTADA

Afinal, quanto maior o número de maracutaias, com ou sem dinheiro público, menor a possibilidade de observação e acompanhamento das mesmas. Daí a razão para descobertas e/ou veiculações tardias, quando a possibilidade de ressarcimento dos prejuízos é extremamente baixa.

DINHEIRO PÚBLICO

Vale lembrar sempre que dinheiro público é fruto exclusivo de arrecadação de impostos pelo governo. Trata-se, portanto, de uma quantia que o contribuinte deixa de usar em benefício de seu conforto, vontade e/ou necessidade, para entregar aos governantes. Pois o governo Lula/Dilma, do PT, resolveu usar o dinheiro público, dos brasileiros, para ajudar países que comungam dos ideais comunistas.

EXEMPLOS ESCABROSOS

Alguns exemplos escabrosos do festival de gastança criminosa do governo que chegaram ao conhecimento do povo são: 1- perdão de dívidas concedidas pelo governo petista ao Congo-Brazzaville, Sudão, Gabão e Guiné Equatorial; e, 2- ajuda financeira -A FUNDO PERDIDO- à vários países em forma de obras sem retorno algum, como é o caso do Porto de Mariel em Cuba, do contrato de CALOTE assinado com a Venezuela na construção da refinaria Abreu Lima, em Pernambuco, da compra injustificável da refinaria Astra Oil, de Pasadena, EUA e a Nasei do Japão.

VALORES

Os valores oscilam entre R$ 100 milhões e R$ 20 bilhões, como é o caso do calote -acertado- com a Venezuela, no contrato -não assinado- para a construção da Refinaria de Pernambuco. Como o povo brasileiro adora comparar o mau com o mau, já há quem diga que o rombo da Petrobrás foi de apenas R$ 1 bilhão. Pode?

NOTÍCIA RUIM?

Ontem, quando a agência de classificação de risco Standard & Poor\'s (S&P) informou que rebaixou a nota de crédito do Brasil do grau BBB para BBB-, houve quem dissesse que se tratava de uma notícia ruim. Ora, notícia ruim é o Brasil estar fazendo de tudo para ficar menos atrativo e mais inseguro aos investidores.Atenção: o Brasil, por enquanto, permanece dentro da faixa de grau de investimento. Entretanto, pelo andar da carruagem, isto é uma mera questão de tempo. Pouco tempo, para falar a verdade.

ANIVERSÁRIO

Amanhã, 26, Porto Alegre estará completando 242 anos de existência. Normalmente, em datas festivas é comum os moradores e visitantes enaltecerem o lado romântico que a cidade-aniversariante oferece desde a fundação. Pois, diante do monumental atraso que Porto Alegre vive, movido pela doença ideológica que se propagou pela mente e corpo de grande parcela de seus habitantes, não me animo a cantar o PARABÉNS A VOCÊ, nesta pretensa data querida. A pergunta que faço diante do comprovado atraso, devidamente constatado pela paupérrima infraestrutura, logística urbana inadequada e total descaso aeroportuário, é: PORTO ALEGRE É, REALMENTE, DEMAIS? No meu entender, por tudo que vejo, PORTO ALEGRE É DE MENOS!Como a Lúcia, minha esposa aniversaria hoje, ao menos tenho algo maravilhoso para comemorar. Parabéns, minha querida!

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESTADO DE DIREITO OU DE DIREITA?
    Penso que o Brasil está precisando de um verdadeiro ESTADO DE DIREITA para por em prática o falido ESTADO DE DIREITO. Que tal?
  • NOTA DO BC
    Hoje cedo, o Banco Central brasileiro emitiu uma nota em que repercute o rebaixamento da nota de crédito do Brasil. Depois de o Ministério da Fazenda dizer que a mudança de BBB para BBB- na classificação da Standard & Poor\'s é -inconsistente com a economia brasileira-, o BC avaliou que o Brasil continuará respondendo de forma clássica e robusta aos desafios que se colocam no novo quadro internacional. Ah, bom...
  • AÇÃO JUDICIAL
    Os empresários do varejo prejudicados pela greve dos rodoviários em janeiro e fevereiro podem buscar orientação da Assessoria Jurídica do Sindilojas Porto Alegre para mover ação individual contra o Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre. A viabilidade da ação judicial será analisada pelos advogados por meio da documentação que deverá ser apresentada pelo lojista e que consiste nos balancetes dos três meses anteriores ao período da greve, do mês da greve e do mesmo mês da greve no ano anterior, bem como comprovações de despesas decorrentes, com recibos, notas fiscais e outros documentos que o lojista julgar conveniente. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3025-8300.
  • REELEITO
    Gustavo Schifino, diretor da rede de Lojas Trópico e também vice-presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF) foi reeleito para mais dois anos na liderança da CDL POA.

FRASE DO DIA

A CRISE PERIÓDICA É SINTOMA DE DESALINHO E PREGUIÇA.

Peter Druker