Artigos Anteriores

PLANO MAQUIAVÉLICO - 03

ANO XIV - Nº 007/14 -

BÍBLIA PETISTA

Inicio este terceiro editorial da série - PLANO MAQUIAVÉLICO - com uma informação que julgo importante: é óbvio que a imensa maioria dos militantes petistas nunca leram e jamais vão ler a obra de Gramsci, Cadernos do Cárcere. Esta tarefa cabe aos dirigentes/intelectuais, para que possam convencer os seguidores de que este é o caminho da felicidade. Daí o

TRANSIÇÃO PARA O SOCIALISMO

Segundo Gramsci, a transição para o socialismo, como consta nos seus cadernos, deve ser feita em cada sociedade nacional, a partir da qual, se transferirá ou se irradiará para outros países. Pode-se dizer que, cada país que se -socialize- transforma-se em centro -irradiador-.

INTERNACIONALISTA

A posição de Gramsci, como se vê, é inquestionavelmente internacionalista, coerente com o marxismo, como se manifestou na divergência entre Trotski (revolução permanente, internacionalismo) e Stalin (revolução em um só país), que atingiu seu clímax em 1929.

ESTRATÉGIA

Gramsci completa esta evolução das teses marxistas, fazendo a identificação das sociedades do tipo -Oriental- (de capitalismo atrasado) e das sociedades do tipo -Ocidental- (de capitalismo moderno). A partir daí desenvolveu objetivamente a Estratégia de Transição para o Socialismo nos países de sociedade do tipo Ocidental.

LUTA DE CLASSES

A luta de classes, assentada na insolúvel contradição -proletariado versus burguesia- é o princípio básico de caráter nacional sobre a qual se desenvolve a visão revolucionária marxista.A luta de classes se desenvolve na sociedade civil e com ela se busca a eliminação da burguesia e do estado liberal-democrático porque este sistema representa a sociedade fundada na divisão de classes. Em última instância, escreveu Gramsci, o objetivo será o fim do estado e da própria classe na sociedade comunista.

LONGA E ORIGINAL

A luta de classes, na visão de Gramsci, tem dois momentos importantes: 1- a conquista da hegemonia das classes subalternas sobre a inteira sociedade civil; e, 2- a destruição ou absorção da burguesia eliminando-a como classe.A luta pela hegemonia não se trata de um processo Reformista, mas de um processo Transformador, revolucionário, conduzido numa LONGA E ORIGINAL TRANSIÇÃO PARA O SOCIALISMO, diz Antonio Gramsci. Para Gramsci, a burguesia incorpora a Classe Média, que abrange as -camadas intelectuais, os profissionais liberais empregados. Já a Classe Média Alta corresponde à burguesia capitalista e aos executivos empresariais não empregados. Esta classe é definida como NÃO-POVO. E a expressão Classes Subalternas é uma referência mais abrangente do que Classe Proletária.

CONCEITO ESTRATÉGICO

A fim de criar condições históricas para conduzir o processo PROGRESSIVO de transição para o Socialismo Marxista, a estratégia tem três fases:1- Fase Econômico-Corporativa, ou seja, organizar o partido das classes subalternas, lutar pelo estado democrático e pela ampliação das franquias democráticas, abrindo espaço e condições para o desenvolvimento da ação política e revolucionária;2- Fase que trata da Luta pela Hegemonia - tornando as classes subalternas mais presentes sobre a sociedade civil, tornando-a dirigente e criando as condições para a tomada do poder;3- Fase Estatal - que significa tomar o poder, impor a nova ordem e estabelecer o socialismo, etapa provisória e anterior de passagem para o comunismo. Amanhã faço a tradicional trégua natalina, embora sabendo, obviamente, que o inimigo não descansa...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • AUMENTO DOS PROFESSORES
    Engana-se redondamente quem pensa que o valor a ser despendido pelo governo com aumento dos professores, aprovado ontem no Legislativo gaúcho, vai para os bolsos dos mesmos. A maioria não tem ideia de que para cada R$ 100 pagos aos professores em atividade, o Estado gasta R$ 150 com aposentados. Tem mais: as mulheres representam 87% das matrículas. Daí que se aposentam 10 anos antes (5 anos por serem mulheres e 5 anos por serem professoras). Isto significa que uma professora trabalha durante 25 anos e, quando se aposenta, fica 30 ou 35 anos recebendo. Pode? Este é o tal de DIREITO INJUSTO ADQUIRIDO. Que tal?
  • MENOR CRESCIMENTO
    Ontem, ao fazer um balanço do desempenho da economia em 2012, o presidente da Federasul, Ricardo Russowsky, afirmou que apesar do quadro desfavorável para o RS, o setor de serviços e, especialmente, o comércio tem evitado um desempenho ainda pior. Com base na retrospectiva apresentada à imprensa a Federasul mostrou que o Rio Grande do Sul é o estado brasileiro que apresentou o menor crescimento na última década, entre 2002 e 2010.
  • MÉRITO?
    Marco Maia, depois do que se viu ontem na Câmara dos Deputados, deveria devolver o prêmio Mérito Político concedido pelos gaúchos atrasados. Ainda não entendi como Tarso e Maia conseguiram ser agraciados.
  • LIVRO
    Carlos Drummond de Andrade é o autor homenageado na oitava edição da série Dicionários, lançada pelo Grupo Zaffari. Sob o título Carlos Drummond de Andrade, a dimensão lírica do cotidiano, o livro apresenta 1130 verbetes, retirados da obra do autor e organizados em ordem alfabética que apresentam a visão do escritor sobre diversos aspectos da vida humana. O livro também reúne fotos de Drummond que retratam diferentes momentos de sua vida, e passagens de cartas enviadas a amigos.

FRASE DO DIA

Se não houvesse esperança, não estaríamos lutando!