Artigos Anteriores

PÉROLAS EUROPÉIAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

ALÇA DE MIRA

Países emergentes vivem constantemente sob a alça de mira dos investidores internacionais. Mas uma boa parte de investidores europeus estão com os olhos bem abertos para a Macedônia e Eslovênia, por exemplo.

REFORMAS

Anúncios sedutores, bastante focados, feitos por estes países em revistas especializadas de economia, sugerem a atenção mostrando as reformas que fizeram e o que tem para oferecer para aqueles que desejam sucesso nos novos negócios.

ESLOVÊNIA

Comecemos, então, com algumas belas informações que estão sendo divulgadas pela Eslovênia, que tem uma população de 2 milhões de habitantes, um PIB de 25 bilhões de euros, renda per capita de 16 mil euros e inflação de 2,5%.

CORRUPÇÃO

O governo esloveno informa que para abrir uma empresa na Eslovênia são necessários apenas 60 dias. E deixa clara a posição confortável que dispõe no item - Transparência Internacional -. Em outras palavras o informe diz o quanto o país goza de baixíssima percepção de corrupção (neste item, infelizmente, estamos muito mal).

MACEDÔNIA

Agora, um pouco sobre a Macedônia, que prefere mostrar o quanto está perto dos grandes mercados europeus, como Áustria (1000 km), Itália (1200km), Alemanha (1500km), França (1700km), Bulgária e Turquia (650km).

VANTAGENS

Além disso, as vantagens da Macedônia para investimentos são interessantes: 10 anos de free tax corporativa para empresas e 10% dali em diante; isenção total de VAT para exportação; e conexão livre e imediata ao gás natural, eletricidade e água.

MODAIS

Tem mais: imediato acesso também a vários modais, como aeroporto, ferrovia e corredores rodoviários. Ou seja, tudo aquilo que para nós sempre é uma promessa, para esses já é uma realidade. Um viva, pois, à Eslovênia e à Macedônia.

PRODUÇÃO

O interessante é que países como estes, que mostram baixo potencial de consumo pelo tamanho das suas populações, estão voltados para competir na produção. E com vantagens competitivas que muitos países da Europa não conseguem pela dificuldade que tem para fazer reformas.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PESQUISA
    Uma enquete realizada pelo Sistema Fecomércio-RS com os 55 deputados estaduais apontou que, se a votação pelo aumento do ICMS fosse hoje, 30 parlamentares colocariam-se contrários à aprovação da majoração das alíquotas. Todas as posições no site www.agencia.fecomercio-rs.org.br.
  • CASA PRÓPRIA
    Os clientes do Banrisul contam agora com a vantagem de financiar o imóvel residencial com taxas pré-fixadas, definidas quando contratada a operação. Lançado esta semana, o percentual de financiamento foi ampliado para até 100% do valor da residência. Informações nas agências ou no site www.banrisul.com.br , no link Para Você/Crédito.
  • SALÃO DE ENERGIA
    A Mercopar, que acontece de 23 a 26/10, reservou um espaço especial para a apresentação de tecnologias alternativas de produção de energia a partir de fontes renováveis. No espaço denominado Salão de Energia centros tecnológicos apresentarão alternativas energéticas renováveis, como a eólica, a fotovoltaica, os biocombustíveis e o biogás.
  • DMAE
    Reaberto hoje pela manhã o posto de atendimento do Dmae do Centro (Rua José Montaury, 159). Também hoje, o prefeito José Fogaça sanciona a lei que inclui o nome do consumidor nas contas de água.
  • CANDIDATO
    O presidente da Federasul, José Paulo Cairoli, foi lançado ontem, 17, pelo Conselho Superior da ACPA e Deliberativo da Federasul, candidato oficial à presidência das entidades para nova gestão 2008-2010.
  • REDE BOURBON
    Até o final do mês, a Rede Bourbon Shopping inaugura 25 novos pontos-de-venda. As operações, entre lojas e quiosques, abrem nos diferentes shoppings da rede em PAlegre, Canoas, S.Leopoldo e N.Hamburgo.

FRASE DO DIA

A PALAVRA IMPOSSÍVEL SÓ SE ENCONTRA NO DICIONÁRIO DOS PERDEDORES.

N. Bonaparte