Artigos Anteriores

PANO DE AMOSTRA

ANO XIV - Nº 007/14 -

PRÓXIMO SEMESTRE

Por tudo que ouvimos e assistimos ao longo deste primeiro semestre de 2015, que chega a fim na próxima terça-feira, já é possível afirmar, sem qualquer receio de vir a morder a língua, que o segundo semestre deverá ser ainda mais drástico e complicado para o povo brasileiro. 

LEGADO DO PRIMEIRO TEMPO

Fazendo um breve resumo do -legado- que o governo Dilma (a Mulher Sapiens) nos deixa, ao encerrar o primeiro tempo do jogo econômico/social do ano de 2015, o resultado é, indiscutivelmente, muito mais vexaminoso do que a inesquecível derrota que a nossa Seleção  Brasileira de Futebol sofreu diante da Seleção da Alemanha.  

COMISSÃO TÉCNICA

Enquanto a derrota para a Alemanha foi apenas uma, e mesmo assim num insignificante jogo de futebol, na economia e no social, onde realmente importa, aí os brasileiros vem colhendo, diariamente, derrotas duríssimas e implacáveis. Mais: tudo por vontade da Comissão Técnica liderada pela presidente Dilma, cuja estratégia impõe um padrão de jogo (Matriz Econômica) objetivando um inevitável FRACASSO.

PLACARES E ATITUDES

Pois, ainda que o primeiro semestre tenha se apresentado como um -pano de amostra- daquilo que deve acontecer no segundo tempo, só pelos números que mostram os diversos placares do jogo econômico/social, somados às péssimas atitudes que os governantes (em todos os níveis) estão tomando, como se a crise não existisse, a situação não tem como melhorar. Acompanhem:   

PIB E INFLAÇÃO

1- O PIB brasileiro, que a cada semana tanto o Boletim Focus como os demais institutos apresentam, sistematicamente, projeção negativa com viés de piora, nos leva a crer que devemos fechar o ano com redução de, no mínimo -2%.

2- Já a INFLAÇÃO, pelo apetite que vem mostrando, motivado por gastos absurdos do governo que se recusa a fazer as REFORMAS, projeta alta superior a 9%.

 

JUROS E DESEMPREGO

3- A TAXA DE JUROS BÁSICA, que as autoridades monetárias de todos os países normalmente elevam quando a demanda está muito aquecida, no Brasil acontece o inverso: sem levar em conta que a nossa demanda por produtos e serviços se encontra em estado de coma, o governo só faz aumentar a Taxa Selic. Pode? 

4- A TAXA DE DESEMPREGO, que fecha o semestre em 6,7% deve chegar ao final do ano em torno de 9,5%.

5- Com isso, a TAXA DE INADIMPLÊNCIA, que já anda alta, vai levar muitas empresas para o cemitério nos próximos meses.

MAIS DÉFICIT NAS CONTAS PÚBLICAS

Como nada disso que escrevi aí acima é obra de ficção, o que mais incomoda é que o governo, além de incompetente para propor medidas alentadoras ainda tem aliados no Parlamento que lutam por um caos ainda maior. Basta ver as leis que os irresponsáveis estão aprovando na Câmara e no Senado, que tornam as contas públicas ainda mais deficitárias. Incrível, não? Essa turma já nos assegura um péssimo SEGUNDO SEMESTRE.

Com a mesma convicção que alertei, por diversas vezes, a chegada desta crise, também afirmo que as decisões que os deputados e senadores vem tomando vamos fazer do Brasil uma Grécia.

Tomara que a MANDIOCA seja farta, para poder alimentar o povo brasileiro. 
 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CADA VEZ MAIS DESCONFIADO

    A semana termina com a divulgação da confiança do consumidor brasileiro, que recuou 1,4% em junho ante maio. Com o resultado, o indicador fechou o mês em 83,9 pontos, segundo dados da FGV. 

  • CALOTE É UM PRINCÍPIO...

    Segundo o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, "Os princípios da União Europeia são a democracia, a solidariedade e o respeito mútuo. Estes princípios não foram baseadas em chantagens e ultimatos, especialmente em tempos cruciais. Ninguém tem o direito de colocar em perigo esses princípios", afirmou. Entendi: o calote é um princípio...
     

  • LIVRO

    Amanhã, 27, das 10:30h às 14:30h, no MARGS (Museu de Arte do RS), haverá o lançamento do livro DESCENDO NA NUVEM, de autoria de Leo Iolovich. Como informa o autor, não será uma sessão de autógrafos convencional, mas um evento de lançamento.

    Assim, quem confirmar presença já terá o seu livro autografado à disposição, sem necessidade de filas.
    Para quem não pretende ou não puder comparecer ao lançamento, pode adquirir o livro pelo site da Editora (www.paixaoeditores.com ) que está com promoção de pré-lançamento até a data do evento.
     

  • BAZAR DO VINIL

    Neste sábado, dia 27, das 14h às 18h, os comunicadores Cagê Lisboa e Porã realizam no Boulevard Assis Brasil a 4ª edição do Bazar do Vinil. Sucesso de público, o projeto é uma oportunidade para os apaixonados pelos antigos LPS buscarem raridades ou trocarem os seus bolachões. Serão expostos vinis novos e usados, compactos e deluxe editions de artistas da música nacional e internacional. Além disso, um tocador estará disponível para o público ouvir os seus cantores preferidos.
     

FRASE DO DIA

As pessoas são como músicas. Algumas falam a verdade e outras só fazem barulho