Artigos Anteriores

PAÍS DO FUTEBOL

ANO XIV - Nº 007/14 -

DOS PÉS À CABEÇA

Enquanto a economia do país se encaminha rapidamente para a breca, o povo babaca-brasileiro, fortemente influenciado pela mídia que calça chuteiras dos pés à cabeça, só tem olhos, ouvidos e mentes para o futebol.

BOQUIABERTOS

Aliás, esta fantástica influência que a mídia provoca na cabeça dos brasileiros é de tal ordem que deixou boa parte dos jornalistas estrangeiros que chegaram ao Brasil para cobrir a Copa das Confederações, simplesmente boquiabertos.

TREINOS AO VIVO

Alguns deles se declararam ainda mais impressionados com o nível de estupidez alcançado pelo povo brasileiro, quando tomaram conhecimento de que até os treinos da Seleção são transmitidos -AO VIVO- por diversos canais de televisão.

AFUNDAR

Pois é, gente, o povo do nosso pobre Brasil, país que já teve a oportunidade de DECOLAR (como sugeriu a revista The Economist, em 2009), mas por vontade da maioria de seus eleitores está preferindo AFUNDAR, só tem duas preocupações: a Copa das Confederações (que inicia neste final de semana) e para o Mundial, de 2014.

MADE IN BRAZIL NA VITRINE

Diante deste triste cenário é óbvio que os jornalistas de fora vão noticiar muita coisa do Brasil aos seus leitores, ouvintes e telespectadores, além do futebol. Vão dizer, por exemplo, que nas vitrines do país o governo Dilma disponibiliza vários produtos -MADE IN BRAZIL-, que podem ser vistos, de forma abundante por qualquer turista, como: INSEGURANÇA, CORRUPÇÃO, INTERVENÇÃO, INFLAÇÃO, MUITA MENTIRA E BAIXÍSSIMO DESENVOLVIMENTO.

THE ECONOMIST

Ah, já que a The Economist foi mencionada aí acima, devo destacar que esta mesma revista, que por diversas vezes teceu muitos elogios à economia brasileira, na última edição (da semana anterior), como que arrependida e/ou revoltada pelo blefe que levou, fez várias críticas a economia brasileira e ainda por cima ironizou o ministro Guido Mantega.

REPORTAGEM RESPONSÁVEL

De qualquer forma, gostando ou não, o fato é que em nenhum momento a revista foi irresponsável, ao expor a situação econômica do Brasil. Até porque a publicação destaca só o que já é pra lá de sabido por aqui, como: 1- que o Brasil vive um momento difícil, com crescimento abaixo das expectativas e inflação em alta; 2- que o governo Dilma vem descuidando dos pilares macroeconômicos construídos durante o governo FHC; 3- que o Brasil abdicou do controle da inflação em busca do crescimento, tomando medidas erradas, caso da redução dos juros, apesar de uma subida dos preços; 4- que os gastos públicos aumentaram extraordinariamente. É DURO, NÃO? POIS É. ESTE É O BRASIL, GENTE! O PAÍS DO FUTEBOL!

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • IGP-M
    O IGP-M registrou, no primeiro decêndio de junho, taxa de variação de 0,43%. Em maio, no mesmo período de apuração, a taxa foi de 0,03%. Os três componentes do IGP-M apresentaram as seguintes trajetórias, na passagem do primeiro decêndio de maio para o primeiro decêndio de junho: IPA, de -0,17% para 0,18%, IPC, de 0,31% para 0,25%, e INCC, de 0,66% para 2,40%.
  • NOTA TARDIA
    Em Nota Oficial, a CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária) informa: - Militantes ideológicos, que aparelharam a Funai e se associaram ao Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e a ONGs nacionais e estrangeiras, estimulam os índios a invadir terras produtivas, devidamente tituladas ? algumas há mais de um século. Provocam conflitos que, além de levar insegurança ao setor mais produtivo da economia brasileira, instalam um ambiente de ódio e confronto entre brasileiros. Tardia a nota, não?
  • FESTAS JUNINAS
    Boa parte do setor supermercadista gaúcho já entrou no clima das Festas Juninas, que celebram, ao longo deste mês, Santo Antônio (13), São João (24) e São Pedro (29). Tradicionais no Nordeste do País, estas comemorações vêm se popularizando e ganhando força a cada ano no RS, e, com isso, passam a integrar o calendário promocional de vendas de supermercados de menor porte. De acordo com dados apurados pela Associação Gaúcha de Supermercados junto aos associados, o crescimento das vendas de itens típicos para as festas deverá ser de 6% em relação às comemorações do período no ano passado.
  • RECEITAS ZAFFARI
    A segunda temporada do programa Receitas Zaffari, disponível no Canal Zaffari no YouTube, acaba de ser lançada com um prato especial para o Dia dos Namorados. O chef Felippe Sica está no comando do cardápio desta nova leva de episódios, que apresentam receitas práticas com um toque de sofisticação. Lançado em 2012, o programa Receitas Zaffari já soma mais de 20 vídeos, sendo que todos estão disponíveis no Canal Zaffari. O projeto é realizado pelo departamento de Marketing Corporativo do Grupo Zaffari e tem produção da Cápsula Filmes. A nova temporada também será apresentada em formato de websérie, com dia e hora marcada para a exibição dos episódios, que serão anunciados em breve. Canal Zaffari: http://www.youtube.com/user/zaffarivideos?feature=watch .

FRASE DO DIA

Na batalha corre mais perigo quem mais tem medo.

Salústio