Artigos Anteriores

O SEGUNDO ERRO

ANO XIV - Nº 007/14 -

A VINGANÇA

Vejam: a proposta de alguns deputados do RS, os mais feridos por suas próprias decisões de votarem a favor do ICMS, estão querendo vingança. Muito contrariados, depois de terem sido expostos em outdoors em espaços públicos, entenderam que é por aí que as coisas se resolvem. É, com certeza, o segundo erro no mesmo episódio. Estão mostrando que não deveriam ser deputados.

CPI DOS SONEGADORES

A proposta deles é criar uma CPI. A CPI dos Sonegadores, como está sendo batizada. Como as empresas são as responsáveis pelo recolhimento do ICMS, o alvo é atingir, obviamente, os empresários. Duvido que seja aprovada. Primeiro, porque será um tiro no próprio pé, pois a questão é assunto de fiscalização, que já mostrou ser incompetente para diminuir a sonegação.

MERO REVANCHISMO?

Segundo, porque se fosse para buscar soluções definitivas, tudo resultaria numa necessária reforma fiscal e tributária, coisa que o parlamento nunca quis; Terceiro, e mais importante, é que vai ficar mais do que transparente o fato de que quanto maior a carga tributária maior a sonegação e a informalidade. Estão dispostos os deputados a tratar da questão como um todo? Ou é mero revanchismo?

EVOLUÇÃO

Depois do inferno vivido durante muitos anos pelos gaúchos, especialmente para quem vive na Capital, a impossibilidade da abertura do comércio aos domingos e feriados passou a ser coisa do passado. Hoje, além de plenamente aceito, é até defendido. Agora, finalmente, uma nova etapa está sendo conquistada: o funcionamento por 24 horas.

CHAVE NO LIXO

Pois o Sonae deve dar início, em breve, a esta experiência tardia por aqui. A nova loja, que deverá ser aberta no lugar do antigo Supermercado Febernatti, recém adquirido pelo Sonae, terá esta prerrogativa. Estamos chegando, gente, ao primeiro mundo. Viva. Isto lembra uma inauguração que participei de uma loja nos EUA. A inauguração, ou corte da fita, foi simbolizada com a colocação da chave da porta na lixeira. Depois de aberta, a loja jamais deverá fechar.

NA CONSTRUÇÃO TAMBÉM

Se estamos evoluindo no comércio, na construção civil as coisas também estão indo no mesmo caminho. A obra da Medabil, Vipal e Construtora Tedesco - Centro Comercial Aeroporto -, junto ao Salgado Filho, é um exemplo de modernidade, inteligência, com muita limpeza e grande produtividade. É praticamente uma montagem com aço e concreto.

PRAZOS DISTINTOS

Uma prova que a construção civil não deve ser encarada como empregadora de mão de obra pouco qualificada. Obras como esta precisam de gente com boa capacidade. Felizmente. Parabéns. Ah, para não esquecer: a construção acontece em prazo bem inferior ao tempo de aprovação do projeto. Que por sinal é feito por órgãos públicos. Até nem precisava dizer, não é mesmo?

DECISÃO ABSURDA

As companhias aéreas Varig, TAM e Gol, segundo a imprensa, estão descumprindo a liminar concedida em favor da Associação Nacional em Defesa dos Direitos dos Passageiros do Transporte Aéreo (Andep) pelo juiz federal da 3ª Vara da Justiça Federal em Porto Alegre, Eduardo Oliveira Lema Garcia. A decisão obriga as empresas a aceitarem os bilhetes de passageiros da Vasp e responsabiliza a União pelo reembolso das passagens. Pergunto: quem pagará a conta? Se for a União, como pretende o juiz, será com mais impostos. Alguém concorda?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

O FUTEBOL É O ÓPIO DO POVO E O NARCOTRÁFICO DA MÍDIA.

Millor