Artigos Anteriores

O QUE FALTOU NESTA COPA DO MUNDO

ANO XIV - Nº 007/14 -

O CAMPEÃO E O MELHOR

Chegamos ao final da Copa do Mundo 2006. Pela forma bem organizada, a empolgação foi fantástica em todos os cantos do planeta. Algo realmente impressionante. No entanto, ao longo da competição, na medida em que as seleções iam sendo eliminadas, o interesse das pessoas também diminuía. A atenção, mesmo assim, voltou no jogo final, quando todos querem confirmar se o campeão do torneio foi o melhor da competição.

CAMPEÃ LEGÍTIMA

Mais uma vez esta lógica não se confirmou. E a Itália, que nada tem a ver com isto, é a legítima campeã da Copa de 2006. Aliás, futebol é um esporte onde o resultado não é atribuído pelo desempenho das equipes, mas tão somente pelas vitórias.

TORNEIOS E CAMPEONATOS

Para que o fator sorte, ou oportunidade, não ganhe importância relevante é que foram criados os campeonatos. Os torneios, por serem rápidos e eliminatórios, oportunizam o exame dos jogos pelo lado da justiça ou injustiça, coisa que uma má atuação da arbitragem que pode ser fatal.

NA REGRA

Como a Copa do Mundo é um torneio, é justificável que aqueles que fazem as melhores partidas nem sempre ganham. Ao encontrarem pela frente defesas competentes, as vitórias às vezes escapam e os pênaltis acabam decidindo tudo. Só que isto tudo está no regulamento e os competidores sabem e aceitam as regras.

MICROFONES NOS ATLETAS

Penso que faltou uma coisa importante nesta Copa carregada de tecnologia: a colocação de microfones nos atletas. Os árbitros usaram o equipamento para explorar o máximo de informações dentro e fora do campo. E o público, de dentro e de fora dos estádios, foi bem atendido com imagens televisivas, de todos os ângulos, para tirar dúvidas sobre os lances. Faltou, por conseqüência, ouvir tudo aquilo que foi dito em campo.

DITO E VISTO

Por isto, antes de condenar o craque Zidane, eleito com justiça o melhor do mundial, é preciso ouvir o que o zagueiro italiano, Materazzi, disse antes de receber a magnífica cabeçada. Não deve ter sido pouco ou só aquilo que os atletas dizem ao longo dos jogos. A agressão física deve ter sido do mesmo tamanho da agressão verbal. A leitura labial, bem explorada pela Globo, ainda é muito incompleta, embora importante. Para que se possa punir, com justiça, todos os agressores é preciso saber também tudo o que foi dito e não só o que foi visto.

DESVERTICALIZAÇÃO

Depois do fiasco da semana anterior, a Assembléia Legislativa do RS deverá votar, na próxima quarta-feira, 12, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que dispensa plebiscito para a desverticalização da CEEE. Apesar do atraso seria também o fim do Pacto pelo Rio Grande que todos os dias corre risco.

OS MELHORES DA TERRA

Começam no mês de julho as visitas da comissão julgadora do Prêmio Gerdau Melhores da Terra a mais de 260 municípios, em oito estados brasileiros. Propriedades rurais na Argentina, Chile e Uruguai estão no roteiro. As visitas fazem parte do julgamento das empresas inscritas na categoria Destaque, que este ano conta com 30 participantes. As observações são repassadas posteriormente para os fabricantes, em forma de relatório confidencial, com o objetivo de estimular o aprimoramento dos produtos. É uma consultoria gratuita que o Prêmio Gerdau oferece aos participantes dessa categoria.

A MELHOR

A América Móvil, controladora da Claro no Brasil, anunciou que foi considerada a melhor empresa de tecnologia da informação no mundo pela revista norte-americana Business Week.

INAUGURAÇÃO

Inaugura amanhã, dia 11 de julho, no Bourbon Shopping São Leopoldo a livraria e revistaria Cameron. Localizada no primeiro piso, conta com um mezanino de 54m² e segue o padrão da rede no mix de livros, revistas, jornais, Cd?s e DVD?s. A loja terá ainda um cyber café com cinco pontos de Internet.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

OS CRIMES COLETIVOS NÃO TEM RESPONSÁVEL.

N. Bonaparte