Artigos Anteriores

O QUE A GREVE ESCANCARA

ANO XIV - Nº 007/14 -

RESUMO DA ÓPERA

Ontem à noite, após o governo declarar que resolveu atender, por inteiro, a pauta de reivindicações impostas pela maioria das entidades que representam os caminhoneiros do país, que de antemão saíram plenamente satisfeitos, o que cabe agora é conhecer o tamanho do rombo causado pela paralisação, que, gostem ou não, ficará por conta da sociedade.

MASOQUISTAS E BABACAS

Antes disso, o que mais preocupa é que boa parte da sociedade brasileira revelou, mais uma vez, o quanto é MASOQUISTA e/ou BABACA. Vejam que aqueles que resolveram pegar carona na greve dos caminhoneiros, imaginando que suas pautas (bem diferentes) também poderiam ser atendidas, acabaram curtindo mais uma grande frustração. Como se vê, além de gostar de sofrer o povo sente prazer pela babaquice.

APENAS O DIESEL

Volto a lembrar que a greve dos caminhoneiros sempre teve como pauta a redução do preço do diesel. Para tanto a exigência se restringia, basicamente, a uma mudança na política de preços da Petrobrás assim como a eliminação da CIDE, PIS, Cofins e Finsocial sobre o DIESEL. Repito: apenas para o DIESEL. 

PLEITOS

A sociedade brasileira, que não esconde a vontade de agir como BABACA, apoiou os caminhoneiros imaginando que os pleitos por eles impostos também seriam estendidos a todos os consumidores de qualquer tipo de combustível. Alguns, os mais ingênuos, chegaram a imaginar que os governos estaduais acabariam cedendo e baixariam as alíquotas absurdas de ICMS, que recaem de forma abusiva sobre a gasolina e o álcool. Como se vê, entraram numa grande fria.

CARGA TRIBUTÁRIA

Mais: muitos usaram a paralisação para opinar, comentar e fazer inúmeras afirmações completamente fora da realidade. Uma delas é que a ALTA CARGA TRIBUTÁRIA é a responsável, não só pelo preço dos combustíveis, mas de tudo que é consumido no nosso imenso Brasil. Aí está a prova do quanto a sociedade confunde CAUSA com EFEITO.

RESPONSÁVEL PELO CAOS

Anotem aí: o único e grande responsável pelo CAOS é o GASTO PÚBLICO. A elevada CARGA TRIBUTÁRIA decorre do imenso e incontrolável GASTO GOVERNAMENTAL. Mais: é preciso esclarecer à exaustão que a maior parte da DESPESA PÚBLICA está fortemente BLINDADA, por cláusulas pétreas, pela estapafúrdia CONSTITUIÇÃO -CIDADÃ-. Isto significa que governante algum (independente de Poderes) tem força para cortar.

CAOS

O CAOS, portanto, tem como CAUSA a DESPESA PÚBLICA, quer seja federal, estadual ou municipal. Os imensos gastos públicos chegaram a um ponto tal que a elevada CARGA TRIBUTÁRIA imposta aos cidadãos masoquistas e/ou babacas, é insuficiente para tapar os ROMBOS das contas do governo.

ARROMBAMENTO

Fiquem bem à vontade e entendam como quiserem, mas o fato é que quando alguém está sufocado, totalmente sem ar, e precisa sair urgentemente do ambiente e dá de cara com uma porta lacrada (blindada), não resta dúvida de que vai partir para o ARROMBAMENTO. Não há outra forma. De novo: entendam como quiserem...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PODER ABSOLUTO

    Vejam, por oportuno, o que informa o economista Ricardo Bergamini, com muita propriedade: - O presidente da república tem controle apenas sobre 17,79% do orçamento da União. Já o Congresso Nacional controla  82,21%. Prova clara de que quem detém o poder quase absoluto no Brasil é o Congresso Nacional. 
    Ou a sociedade brasileira muda o seu foco de ação, ou o Brasil caminha para o fim do mundo. Não há milagres. 
    Na tragédia brasileira não existem inocentes. Somos todos cúmplices por omissão, covardia ou conivência, completa Bergamini, com absoluta razão.

  • MILITARES INCONSCIENTES

    Quem exige intervenção militar precisa saber que as pensões pagas às filhas de militares mortos, muitas delas casadas e em idade produtiva, produzem um gasto superior a R$ 5 bilhões por ano, mais do que toda a receita previdenciária das três forças em 2017. Embora o benefício tenha sido extinto no fim de 2000, ele ainda poderá ser pago nas décadas seguintes. O Exército estima que, pelo menos até 2060, haverá filhas de militares com direito a pensão. Hoje, elas somam mais de 110 mil. Que tal? (O Globo)

FRASE DO DIA

O senso comum não é tão comum.

Voltaire