Artigos Anteriores

O POVO É HIPÓCRITA

ANO XIV - Nº 007/14 -

AFIRMAÇÃO COMPROMETEDORA

Além da gripe suína, outros dois fatos ganharam destaque neste final de semana prolongado: a lei de imprensa, derrubada pelo STF na última quinta feira; e a comprometedora afirmação do presidente Lula sobre a farra das passagens aéreas.

PRIMEIRO DE MAIO

Como o espaço é pequeno para os dois fatos, dou preferência ao que Lula falou no dia 1º de Maio, Dia do Trabalho. Antes de tudo porque o presidente endossou a farra das passagens aéreas. Ao invés de condenar a atitude lamentável dos ocupantes dos Poderes Legislativo e Judiciário, preferiu ficar ao lado da safadeza.

CONTRARIANDO A LÓGICA

Isso tudo depois que a sociedade brasileira, em peso, se indignou e se manifestou cheia de revolta contra a insuportável farra com o dinheiro público. Inexplicavelmente, contrariando a lógica da honestidade e da decência, o presidente Lula simplesmente entendeu que os políticos estão certos e que o povo é hipócrita.

COM MORAL

Pior: Lula, sem qualquer cerimônia, ainda admitiu que na época em que era deputado federal (entre 1987 e 1991) também usou dinheiro público para levar sindicalistas à Brasília. E ainda se considera cheio de razão e com muita moral.

PLATÉIA ENVENENADA

O mais lamentável no episódio é que a platéia que o ouvia quando fazia a declaração infeliz, numa atitude típica de puxa-saquismo e em defesa dos privilégios preferiu aplaudir a estupidez verbalizada pelo presidente. Pode? No mínimo, essas pessoas, se é que podem ser consideradas como tais, são do tipo que se beneficiaram da sujeira. Só pode...

COM RAZÃO?

Sem surpresa, mas necessário informar, é que o presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini, aproveitou a deixa para dizer que Lula está coberto de razão ao dizer que vê muita hipocrisia nas críticas sobre o uso das cotas de passagens pelos deputados.

MARAVILHA

Berzoini, dentro da sua lógica petista própria de quem prestigiou o mensalão, ainda emendou: não vejo problema nenhum quando um deputado traz para Brasília, com passagens pagas pela Câmara, sindicalistas ou pessoas relacionadas ao exercício de seu mandato. Que tal? Vamos colocar a nossa viola no saco?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CRETINOS E HIPÓCRITAS
    Lula afirmou, neste final de semana, que o fim da CPMF foi cretinice ideológica sem precedentes. Mesmo sabendo que o seu partido tenha votado contra a criação da famigerada e estúpida contribuição. E somos nós os cretinos e hipócritas. Pode?
  • ADESÃO
    O Movimento de Justiça e Direitos Humanos e outras entidades representativas da sociedade civil realizarão um ato de repúdio à presença no Brasil, do presidente da República Islâmica do Irã, no dia 6 de maio próximo, as 12h30, na Esquina Democrática, em Porto Alegre. Vamos aderir?
  • FUNDOS X POUPANÇA
    A nova redução na taxa Selic estreitou ainda mais a diferença dos ganhos dos fundos de renda fixa e a caderneta de poupança. Segundo estudo feito pelo professor e economista José Dutra Vieira Sobrinho, somente os fundos de investimento que cobram taxa de administração máxima de 1,5% conseguem dar rentabilidade líquida igual ou maior que a oferecida pela poupança.
  • SALÃO DO MÓVEL DE MILÃO
    O Salão do Móvel de Milão, Itália, que aconteceu no período de 22 a 27 de abril de 2009, cumpriu seu papel perante a situação econômica atual. Embora com a elegância e organização de sempre não apresentou grandes inovações. O comparecimento do público foi grande graças ao fato de que o Salão é o maior e mais bem conceituado evento de design da industrial moveleira. A Florense, naturalmente, esteve presente para acompanhar as tendências e lançamentos apresentados pelas grandes empresas do setor. O que se viu, enfim, foi enorme valorização das lâminas de madeira ecológicas (tecnologia já utilizada pela Florense), pinturas foscas e brilhantes (também feita com muita distinção pela Florense já que conta com um novo parque fabril só para este processo) e apelo ao design contemporâneo. Cores vibrantes entraram para compor as tendências mais cinzas, crus e marrons o que resultou em belíssimos espaços. O show à parte ficou por conta do Fuori Salone, uma espécie de salão do móvel fora da Feira aonde as empresas preparam seus show room (que são também pontos de venda fora do período da feira. Aí sim algumas empresas surpreenderam e investiram para mostrar seu potencial. Destaque especial para Boffi, Molteni, B&B, Moroso e Cassina.Apesar do clima festivo do evento as notícias e resultados das empresas Européias tem sido preocupantes. Quedas de até 50% das vendas tem causado redução de custos, fechamentos de fábricas e até de pontos de vendas, pois com a crise americana e a do leste europeu (Rússia) os grandes fabricantes estão com seus principais mercados paralisados. Entretanto, a maior dificuldade está nas industrias de mobiliário para escritório que foram amplamente afetadas pela crise financeira.

FRASE DO DIA

QUEM NASCE CAVALO NÃO MORRE BURRO.

Ditado italiano