Artigos Anteriores

O PLANO DE GOVERNO DE GERALDO ALCKMIN

ANO XIV - Nº 007/14 -

O BRASIL QUE EU QUERO

Como autêntico, convicto e irrestrito-ELEITOR REFORMISTA-, bem antes de definir quais candidatos receberão os meus votos na próxima eleição, tanto para cargos do Executivo quanto, principalmente, para o Legislativo (nacional e estadual), o que mais me interessa é saber quais estão realmente comprometidos com o BRASIL QUE EU QUERO PARA O FUTURO.

CINCO REFORMISTAS

No tocante à eleição para presidente vejo, felizmente, que dentre os 13 candidatos que oficializaram suas candidaturas, CINCO deles se apresentam como REFORMISTAS (Alckmin, Álvaro Dias, Bolsonaro, João Amoedo e Meirelles).

A TURMA DOS POPULISTAS

Os demais, todos dignos representantes da VANGUARDA DO ATRASO, são pra lá de conhecidos pelas suas idéias e programas POPULISTAS (Lula Condenado da Silva, ou Haddad, Ciro Gomes, Marina, Boulos, Eymael, João Vicente Goulart, Cabo Daciolo). Na real não passam de MENTIROSOS que defendem a miséria socialista.  

PLANO DE GERALDO ALCKMIN

Pois, da mesma forma como aplaudi, no meu editorial de ontem, o bom PLANO FÊNIX, apresentado pelo candidato Jair Bolsonaro, também registro o meu apoio ao bom PLANO REFORMISTA, defendido pelo   candidato Geraldo Alckmin. 

BRASIL DA INDIGNAÇÃO

Na parte que diz respeito ao BRASIL DA INDIGNAÇÃO gostei dos seguintes tópicos:

• Tolerância zero com a corrupção

• Promover a reforma política e o voto distrital para reduzir o número de partidos e reaproximar o eleitor do seu representante

• Combater o desperdício, reduzindo o número de ministérios e cargos públicos e cortando despesas do Estado, bem como mordomias e privilégios

• Estabelecer uma cultura de acompanhamento e avaliação dos resultados de todas as políticas públicas implementadas pelo Estado

• Criar mecanismos de transparência para que o cidadão possa acompanhar a execução das políticas públicas e opinar sobre elas

• Garantir a segurança jurídica por meio da desburocratização de processos, simplificação de regras e despolitização de agências reguladoras

• Criar e desenvolver o ‘Projeto Cidadão’: menos regras, menos certidões, mais confiança na idoneidade dos cidadãos e punição rigorosa para quem fraudar

• Descentralizar o poder e dar mais autonomia para estados e municípios

• Eliminar o déficit público em dois anos

 

ITENS MAIS IMPORTANTES

Ainda no mesmo item gostei muito desta parte do PROGRAMA DE GOVERNO do candidato Alckmin:

• Privatizar empresas estatais visando liberar recursos para fins socialmente mais úteis e aumentar a eficiência da economia

• Reduzir a fragmentação excessiva e os conflitos entre instâncias e órgãos de governo

• Simplificar o sistema tributário pela substituição de cinco impostos e contribuições por um único tributo: o Imposto sobre Valor Agregado (IVA)

• Criar um sistema único de aposentadoria, igualando direitos e abolindo privilégios. 

PS - Amanhã sigo mostrando os principais itens defendidos por candidatos REFORMISTAS, que realmente estão dispostos a MUDAR O BRASIL.  

 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESPAÇO PENSAR+

    Repasso com muito prazer a seguinte mensagem que recebi do pensador e candidato a deputado federal pelo RS, Marcel Van Hatten: 

    Muitos brasileiros estão descrentes do Brasil. Tanto para viver, quanto para fazer negócios. Isso esta nítido em pesquisa recente publicada pelo Datafolha, que tomou por base entrevistas feitas no último mês de maio: 62% dos jovens sonham em deixar o país. E nao são apenas os jovens, 43% dos adultos também querem abandonar nosso país. 

    Eu não quero.

    Estou trabalhando bastante para chegar a Brasília, onde pretendo exercer mandato de deputado federal pelo Partido NOVO, o único que só aceita a filiação de pessoas ficha limpa. Também é o único que realiza processo seletivo para aprovação de candidatos para garantir alinhamento aos seus princípios e também é o único que não utiliza dinheiro público nem para se manter, nem para financiar as candidaturas de seus candidatos (aliás, acesse www.novo.org.br se tiver interesse em conhecer melhor o que defendemos).

    Por tudo isso, acredito que no Novo posso fazer a diferença em Brasília, atuando em conjunto com uma bancada de deputados federais alinhados e que têm visão de longo prazo: queremos mudar o Brasil já, e vamos começar já nessas eleições, mas temos consciência de que a batalha será longa, árdua, com muitos desafios, mas também com muitas vitórias.

    O meu sentimento em relação ao meu país, mesmo já tendo vivido, estudado e empreendido em outros países mais livres e desenvolvidos, continua o mesmo: EU NÃO QUERO VIVER EM OUTRO PAÍS, EU QUERO VIVER EM OUTRO BRASIL.

    Esse objetivo de fazer do nosso país um NOVO Brasil, porém, não se atinge sozinho. Peço a sua colaboração nesta campanha eleitoral. Com seu voto. Com sua divulgação das minhas ideias. E também com a sua doação para que eu possa arcar com os custos de uma campanha eleitoral cem por cento custeada com recursos privados. A desigualdade de condições será brutal: em média, cada deputado federal que exerce mandato terá R$ 2 milhões e dinheiro público injetado nas suas contas bancárias. Dinheiro para fazer política. Dinheiro que falta em tantos serviços básicos.

    Eu e todos do NOVO queremos apoio de quem concorda com a gente. Por isso, se você quer um país sem ranços ideológicos, que privilegie quem produz e gera riqueza, você tem uma chance. Colabore com a minha campanha e leve a Brasília quem representa o NOVO e que na prática rejeita os privilégios que tanto atrapalham o desenvolvimento da nossa economia e da nossa sociedade.

    Acesse bit.ly/mudeobrasil e doe para a minha campanha.

    As regras eleitorais do pleito de 2018 não permitem doaçoes de Pessoas Jurídicas, apenas de Pessoas Físicas. Também há uma limitação, que corresponde a 10% da sua declaração de renda no IR do ano passado. Mas não há valor mínimo. Cada contribuição ajuda!

    Peço teu voto, tua divulgação e, se possível, a tua colaboração.

    Chegou a hora de nos envolvermos na mudança que tanto desejamos e de darmos o exemplo pois vem aí um NOVO Brasil e só cabe a nós decidirmos se vamos continuar apenas reclamando ou se seremos protagonistas dessa mudança. Eu decidi ser protagonista. E você?

     

FRASE DO DIA

EU NÃO QUERO VIVER EM OUTRO PAÍS, EU QUERO VIVER EM OUTRO BRASIL.

Marcel Van Hattem - candidato a deputado Federal pelo RS