Artigos Anteriores

O PAÍS DAS BOLSAS ASSISTENCIAIS

ANO XIV - Nº 007/14 -

BOLSA IDOSO

O programa - Bolsa Família - já é bem conhecido por todos os brasileiros. Muitos sabem, inclusive, o quanto custa para nós, contribuintes, este tipo de assistencialismo. A partir de agora vão tomar conhecimento do quanto representa o programa - Bolsa Idoso -.

DIREITOS

O tamanho deste programa vai ficar bem mais transparente para a sociedade com a separação das contas da Previdência. É provável, portanto, que Bolsa Idoso venha a ser o nome para explicar direitos previstos na Constituição de 1988, que assegura aos cidadãos que não possuem renda, ao completar 65 anos de vida passam, automaticamente, a ter direito a um salário mínimo pago pelo governo.

SEPARAÇÃO

Com a separação de todos os penduricalhos que agravam brutalmente as contas da Previdência Social, do INSS, a transparência dos gastos ao menos será maior. Assim, todos saberão o quanto o Tesouro da União precisa de impostos, e não de contribuições individuais, para satisfazer a tanto assistencialismo.

MUDANÇA DE TOM

Se a nossa carga tributária é enorme, e os brasileiros reclamam dia e noite de tanto imposto, é possível que com a nova forma mais transparente de ver as coisas mudem o tom das vozes. Afinal, para poder enfrentar a estupidez assistencial, que foi colocada na Constituição de 1988, só mesmo com muito imposto.

ENDIVIDAMENTO

Vai ficar muito mais claro que a brutal necessidade de caixa do Tesouro foi o que obrigou os governantes a exigirem mais impostos. Coisa que aconteceu mesmo a partir do governo Fernando Henrique, pois até então as coisas se resolviam exclusivamente pela via do endividamento público.

SÓ DE CONTRIBUIÇÕES

É óbvio que as despesas não vão ser reduzidas. Ao contrário. Vão aumentar e muito. Porém, por serem programas aprovados pela Constituição não espero que possam ser mudados. A única coisa que ainda pode acontecer é salvar a Previdência Social. Tanto a pública quanto a privada. Aposentados só deverão viver às custas de suas próprias contribuições. E não mais tirando dos impostos pagos pelos cidadãos.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

Todo homem morre, mas nem todo homem vive.

William Wallace