Artigos Anteriores

O OTIMISMO E A AUTO-ESTIMA

ANO XIV - Nº 007/14 -

O NOVO 7 DE SETEMBRO

Uma aplicação consciente de princípios corretos no ambiente macro-econômico estão elevando os indicadores econômicos do Brasil. E junto com eles está melhorando sensivelmente a auto-estima do nosso povo. Mesmo com reclamações e protestos aqui e ali, é inegável o avanço e a satisfação individual do brasileiro. O 7 de Setembro mostrou isso e a associação com o crescimento econômico foi evidente. Uma prova de que o social e tudo o mais sempre depende muito do econômico. Isto tudo ajuda bastante para que todos entendam que na vida tudo passa pelo caixa. Tudo. O caixa, para quem ainda não sabia, é quem paga o investimento e paga a despesa. A geração de riqueza e renda é, portanto, o que propicia aquilo que vai poder pagar a conta do social.

A LACUNA

Apesar de que as bandeiras do Brasil ainda não foram bem exploradas para aumentar ainda mais o espírito de patriotismo, deu para entender que o brasileiro estava precisando de um empurrão para se declarar mais orgulhoso da sua Pátria. Tirando o comportamento narcisista e típico de um enorme pavão do nosso presidente no desfile militar, ficou a certeza de que o ufanismo era uma lacuna a ser preenchida. Ainda não se sabe o final do enorme interesse deste despertar, promovido pelo atual governo. Como ando sempre desconfiado de tudo o que é feito pelo partido do governo, entendo que é algo tirado da cartilha gramscinana. A conferir.

ALERTA GERAL!

Quando tudo parece dar sinais de melhora, alguns grupos de afobados já ameaçam a continuidade da mesma. Em tese sempre vivemos cheios de desconfianças de que não teremos condições para sustentar por algum tempo os ciclos econômicos que eventualmente se apresentam. Uma sina que esclarece que pertencemos a um país que se lambuza fartamente com a perspectiva, não com os fatos. Ou seja, o entusiasmo é muito maior com a notícia de que vamos crescer. O que sempre impediu a construção da estrada para nos levar definitivamente ao destino pretendido. Isto explica porque sempre somos o país do futuro. Do futuro que já chegou várias vezes, mas sempre recheado de promessas e nunca de realizações.

PACTO SOCIAL

Antes mesmo de festejar e confirmar os primeiros resultados que a nossa economia vem apresentando, a CUT e a FIESP podem estar se afobando ao pretender fazer um pacto social. As razões para a minha desconfiança: as duas entidades não contemplaram nas suas posições iniciais o exame e o ataque às causas que sempre impedem a continuidade do crescimento dos nossos indicadores. Dizem que querem estimular crescimento, controlar inflação, reduzir juros e gerar novos postos de trabalho. Inicialmente, nem comentaram o custo do Judiciário que vem sendo o grande problema deste país. Antes de tudo é preciso um pacto que acabe com os esqueletos. Este problema é o que mais impõe uma taxa de risco elevada para o Brasil. Ademais, a Justiça do Trabalho também não foi sequer comentada no pacto pretendido. Como gerar postos de trabalho se a CUT defende a diminuição da jornada? Juros e inflação, como se sabe, são meras conseqüências de várias coisas, não causas.

PIRATARIA NA CHINA

Para demonstrar que está levando a sério o que acertou com a OMC, o governo chinês resolveu proibir a venda de vários produtos com grife nos mercados populares. Na realidade é uma atitude que mostra querer impedir a pirataria, o que é praticamente impossível pelo tamanho que a mesma já atingiu. De qualquer forma prevê-se que, a partir de agora, os produtos grifados passarão a ser vendidos por catálogo, para posterior entrega aos turistas. No hotel, ou ali na esquina mesmo.

FÓRUM

A Câmara da Indústria e Comércio Uruguai-Brasil do Rio Grande do Sul através do programa RELAÇÕES INTERNACIONAIS estará realizando o FORUM DOS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DO URUGUAI. Foram convidados os candidatos do partidos Nacional, Dr. Jorge Larrañiaga, partido Colorado Dr. Guillermo Stirling e do partido Encuentro Progresista-Frente Amplio Dr. Tabaré Vazquez. Dia 16 de setembro, às 19 hs, será a primeira conferência o candidato Dr. Tabaré Vazquez com o tema \\\"Cooperação no âmbito do Mercosul\\\". No Espaço Empresarial do Edifício SINDUSCON, Av. Augusto Mayer nº 146.

PAINEL

O Painel sobre \\\"As relações da Mídia e da Segurança\\\" vai abrir a programação da 4ª Conferência Executiva de Segurança Pública para a América do Sul, no próximo dia 13, no Centro de Exposições FIERGS, em Porto Alegre. O painel terá como mediador o vice-governador do estado Antonio Hohlfeldt. A conferência é considerada o maior evento sobre segurança pública da América do Sul, e contará com a participação do juiz espanhol Baltazar Garzon, que ganhou notoriedade nos últimos anos por deter o ex-ditador chileno Augusto Pinochet. Aí está uma boa oportunidade para perguntar a Garzon porque tolera Fidel Castro. Que tal?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

SABER PENSAR É SABER MELHORAR...