Artigos Anteriores

O MELHOR POSSÍVEL

ANO XIV - Nº 007/14 -

01 JANEIRO DE 2019

Pelo que revelam as pesquisas, a maioria do povo brasileiro desaprova o presidente Michel Temer e como tal quer vê-lo fora do cargo o quanto antes. Entretanto, uma minoria já se deu conta de que a situação do nosso sofrido Brasil pioraria ainda mais com o afastamento de Temer da presidência.  Em suma: se já está difícil com Temer, mais difícil fica sem Temer. O melhor, portanto, neste grave momento, é que Temer fique no cargo até 01 de janeiro de 2019. 

DIREITOS DE TRANSMISSÃO

É preciso sempre levar em conta que o nosso país foi vítima de enormes estragos gerados e nutridos com muito amor pelos governos Lula/Dilma. Pois, no exato momento (17 de maio) em que a nossa economia dava os primeiros sinais de vida, eis que a mídia brasileira, capitaneada pela Rede Globo e suas afiliadas Brasil afora, não só compraram os direitos de transmissão do FORA TEMER como resolveram patrocinar a atual crise política que agravou ainda mais o que já estava ruim.

VALE A PENA VER DE NOVO

Com os direitos de transmissão garantidos, a novela FORA TEMER se transformou no -blá, blá, blá- político mais cansativo de todos os tempos. A Rede Globo, com o propósito de influenciar os pobres brasileiros incautos, passou a mostrar, de forma repetitiva (mais de 40 vezes), em todos os telejornais, a mesma cena das gravações feitas por Joesley Batista no dia 17/05. Tal qual o -VALE A PENA VER DE NOVO-, que a emissora usa para exibir novelas antigas.

CARAS, BOCAS E OLHOS

O mais nojento é que na falta de notícias novas e/ou interessantes, os repórteres que cobrem a política nacional passaram a se portar como se fossem obrigados a cumprir uma cota diária de informações. Ou seja, na falta de um fato novo, a ordem era inventar alguma coisa para ser publicada e mostrada no Jornal Nacional. Mais: os âncoras, antes e depois de cada notícia, nunca poderiam esquecer de usar as expressões faciais, tipo -caras, bocas e olhos- que definem o interesse da emissora.

PANTOMIMA

Pois, com toda esta pantomima o resultado da votação, ontem, na Câmara dos Deputados, mostrou que ainda resta alguma dose de sensatez. Ainda assim é importante observar o quanto estamos rodeados de gente insensata. Vejam, por exemplo, o que a maioria dos deputados que votaram contra o relatório da CCJ (que manda arquivar as denúncias contra Michel Temer), disse ao se posicionar:  - CONTRA A REFORMA TRABALHISTA;  CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA; CONTRA A CORRUPÇÃO; DIRETAS JÁ! LULA 2018. O meu voto é NÃO.  Pode?

APOIADORES DA DITADURA

Não por acaso, este contingente de doentes mentais, cuja gravidade é imensa, é responsável direto pela situação terrível pela qual passa a nossa economia, com imensos respingos no social. Analisando friamente tudo que disseram antes de dar o voto, o que mais querem, como venho afirmando, é o FIM DAS REFORMAS e a VOLTA DO MAIOR CORRUPTO DO PLANETA. Só que desta vez, quem fez esta afirmação foram os próprios comunistas que, sem esconder, apoiam a DITATURA MADURO-VENEZUELANA.

ELEIÇÕES DE 2018

O que mais espero daqui para frente, é que o Brasil deixe de patinar e que as reformas finalmente aconteçam. Ontem, o Brasil que produz se viu livre de algumas amarras. Tomara que nossa economia encontre o caminho do crescimento; e que a pauta política esteja voltada apenas para as eleições de 2018. 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FLUXO CAMBIAL

    O fluxo cambial registrou entrada líquida de US$ 251 milhões entre os dias 24 e 28 de julho, resultado de superávit no fluxo comercial (US$ 1,4 bilhão) e déficit no fluxo financeiro (US$ 1,1 bilhão). Com isso, o mês de julho apresenta déficit de US$ 2,6 bilhões, levando o acumulado no ano para +US$ 4,8 bilhões.

  • O MUNDO NÃO PARA!

    No Reino Unido, os membros do Banco Central da Inglaterra (BoE) votaram por não alterar a taxa de juros básica da região, atualmente em 0,25%, por um placar de 6 a 2. Os destaques foram as revisões de projeções, com o PIB esperado para 2017 caindo para 1,7% ante 1,9% anteriormente e o de 2018 recuando para 1,6%, ante 1,7% da projeção anterior. Por sua vez, a projeção de crescimento dos salários da região em 2018 caiu de 3,5% para 3,0%.

     Na Zona do Euro, foi divulgada a leitura final do índice de atividade dos gerentes de compras (PMI) do setor de serviços que se manteve em 55,4 pontos, em linha com a divulgação prévia, com a expectativa de mercado e se mantendo estável frente a junho. A leitura final do PMI composto, que leva em conta o PMI de serviços e da indústria, recuou para 55,7 pontos, sutilmente abaixo do que o mercado esperava e o indicado pela prévia (55,8), e caindo de 56,3 pontos observados em junho. 

  • MÚSICA NA PRAÇA

    A partir desta sexta-feira (04), cinco shoppings da rede Bourbon e o Moinhos Shopping passam a receber o projeto Música na Praça. A iniciativa, que acontece em todas as sextas-feiras ao longo dos próximos três meses, traz shows dos artistas gaúchos Bibiana Petek, Bruno de Ros, Fernanda Copetti, Cleiton Amorim, Otto Gomes, Aline Stoffel, Lara Rossato e Rodrigo Soltton.

    A ação tem como objetivos valorizar o trabalho de artistas locais, oferecendo boa música aos frequentadores dos shoppings. As apresentações ocorrem das 19h às 21h, na praça de alimentação dos shoppings Bourbon Country, Bourbon Assis Brasil, Bourbon Wallig, Bourbon Ipiranga, em Porto Alegre, Bourbon Novo Hamburgo, além do Moinhos Shopping. Os artistas ocuparão os palcos em sistema de rodízio ao longo da duração do projeto, apresentando repertórios com sucessos internacionais e da música brasileira, além de canções próprias.

FRASE DO DIA

Não existe evolução sem mudanças.