Artigos Anteriores

O MAIS INTELIGENTE

ANO XIV - Nº 007/14 -

PRIMEIRÍSSIMO MUNDO

A partir de agora, com razão, muita gente vai querer desembarcar no Japão e, quem sabe, ficar por lá definitivamente. Acordem: o Japão vai transferir à iniciativa privada a prestação dos serviços públicos que até então vinham sendo feitos pelo governo. Além de ser um país exemplar, de primeiro mundo, ao tomar atitudes como estas vai se distinguir como o mais inteligente de todos.

MARAVILHA

Vejam só a maravilha: no mês passado o governo japonês aprovou uma lei que transfere para o setor privado todos os serviços públicos. Gente, isto era tudo o que faltava para a diminuição efetiva do desperdício do dinheiro público. E acabar de vez com o corporativismo que vem matando os contribuintes e azucrinando a vida de todos os cidadãos.

VISTO DE PERMANÊNCIA

Um dos primeiros serviços a ser transferido para a iniciativa privada é a cobrança de contribuições para aposentadoria. Em seguida os registros de nascimento, casamento e óbitos. Tudo para começar a funcionar já em 2007. Infelizmente, jamais adotaremos o mesmo procedimento. Nem que mostre ser o caminho mais correto e o que dá melhores frutos. Portanto, quem gosta de coisa inteligente que trate de obter um visto para ficar morando no Japão. Já.

NÃO É PRIVATIZAÇÃO

O acompanhamento das decisões inteligentes tomadas pelos nipônicos, mesmo para quem nunca vai adotá-las é imprescindível. Os japoneses, com razão, fazem questão de dizer que não se trata de privatização dos serviços. Continuam sendo públicos, mas serão prestados pela iniciativa privada na forma de concessões por prazos e remuneração definidas.

QUEM USA PAGA !

Aliás, no caso de rodovias pedagiadas é assim que funciona. Aqui e em qualquer país. E muita gente que não pensa prefere dizer que as rodovias, cujos trechos são mantidos pela iniciativa privada, foram privatizadas. Pura bobagem. A pergunta que se impões é: você acha justo que o povo todo pague para que alguns usem as estradas? Ou você já entendeu, definitivamente, que justo é pagar pelo uso? Afinal é assim que acontece nos restaurantes, postos de gasolina, cafés e lojas em geral. Os espertos é que gostam de debitar para o povo aquilo que eles consomem.

SANGUESSUGAS E MENSALEIROS

Ainda não sei em quem vou votar para deputado estadual, federal e senador. Não encontrei muita gente que ateste a necessária competência junto com honestidade. Também não recebi de candidato algum o -

curriculum vitae

para ajudar na minha decisão. De qualquer forma tenho absoluta certeza de que sei em quem não vou votar. E sugiro que todos adotem o meu raciocínio: basta consultar as listas que estão sendo disponibilizadas na Internet. Elas dizem claramente quem são os sanguessugas e os mensaleiros. Fora, safados!

SIMECAN NA MERCOPAR

Ainda estão disponíveis duas vagas para associadas interessadas em integrar a Ilha Simecan na Mercopar 2006, que acontece de 3 a 6 de outubro em Caxias do Sul. Interessadas devem entrar em contato urgente com a secretaria do SIMECAN através do telefone 3472-7455. A Ilha Simecan na Mercopar 2006 tem a parceria do poder público municipal de Canoas e do Sebrae/RS.

PROJETO PESCAR

A Fundação Projeto Pescar está preparada para atualizar o acervo da Biblioteca Mafalda Veríssimo. A partir de agora, pessoas físicas e jurídicas podem deduzir do imposto de renda todas doações feitas ao Funcriança, com destino à biblioteca. Como doar: a contribuição é feita através do Documento de Arrecadação de Doações (DAD), ou por transação bancária, mediante emissão de Bloqueto Bancário do Banrisul, ou depósito em conta corrente do Funcriança no Banrisul, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Mais informações no site:http://fundoacaow.procempa.com.br/fundoacaow/

CONGRESSO

Mais de 400 pessoas estão sendo esperadas para a 16ª edição do Congresso Estadual para a Qualidade Total, nesta quarta e quinta-feira, no Hotel Serra Azul, em Gramado, promovido pela AGQ ? Associação Gaúcha para Qualidade, com apoio de várias empresas, entre elas Gerdau e ABS Quality Evaluations. Mais informações pelo telefone (51) 3593-8550 ou pelo site www.agq.com.br.

MERCADO DE CAPITAIS

Por que o Brasil cresce menos que a média das economias emergentes? Quais são os novos instrumentos de captação e aplicação do Mercado de Capitais? E as propostas para o Plano Diretor do Mercado de Capitais? Como vão ficar as Reformas Política, Fiscal, Previdenciária e do Judiciário? Estas questões e muitas outras serão debatidas 19° Congresso Apimec que ocorrerá no Hotel Oásis Atlântico entre os dias 24 e 25 de agosto, em Fortaleza (CE)

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

A ORDEM PÚBLICA PERIGA ONDE NÃO SE CASTIGA.

Marques de Maricá